5 de mar de 2011

Carnaval ou Investimentos na Periferia – Parte II.

Desde que, a administração União e Progresso assumiram o Paço Municipal, tem sido predominante “o Pão e o Circo” a marca dessa administração, tem sido marcadas com festas e mais festas, com esse número crescente de festas, o Gestor Público tenta melhorar e recuperar sua imagem diante da comunidade.
Quanto dinheiro público, mais de 500 Mil, está sendo gasto no carnaval, antes de falamos dos gastos exagerados no carnaval, temos que lembrar também dos gastos do ECAL, Festa do Peão, FEAG, entre outras festas que são arcadas pela administração.
Diante de tantas festas, o dinheiro público está sendo gasto, os investimentos nas áreas que compõe o desenvolvimento humano da comunidade, não podem ser tampados, com as festas promovidas pela administração pública, para esconder as falhas da administração e alimentar o ego dos Gestores Públicos, que está tudo BEM.
Tanto dinheiro gasto no carnaval, os investimentos na periferia da cidade sendo deixados de lado, veja a cultura nos bairros sendo escassos, os investimentos na área esportiva, certo disto as quadras estão todas destruídas, o lazer nos bairros, um direito constituído da comunidade, ainda não foi mencionado os investimentos pela administração.
O momento é de fazermos nossas reflexões diante de tanto dinheiro gasto em apenas cinco dias de festas, que a comunidade não se importaria de participar de um carnaval com menos investimentos, e mais investimentos na comunidade o ano todo.
Por isso, é muito importante, que nós pagadores de impostos, sabermos onde estão sendo gastos nossos tão suado impostos, nós como CIDADÃO de BEM, temos que opinar nas atitudes de nossos governantes, até porque, somos nós os patrões e queremos o melhor pelo futuro de nossos filhos.
O aumento da violência na periferia da cidade, não pode ser tapado, com um robusto investimento no carnaval, que acontece uma vez no ano, a violência, que tem marcado a vida desses pagadores de impostos tem sido freqüente na periferia da cidade, até agora, não foi apresentado, nenhum investimento, na área de segurança pública.
Se todo investimento que está sendo depositado no carnaval desse ano, ainda não sabemos quem esse investimento irá beneficiar, a elite ou a comunidade, que anseia por políticas públicas, na periferia da cidade, imagine esse dinheiro, que está sendo gasto no carnaval desse ano, sendo gasto na reforma das quadras dos bairros, isso é oferecer dignidade a comunidade periférica.
Abrindo um parêntese sobre o carnaval, os ambulantes nesse ano tiveram que pagar por um preço exorbitante para trabalhar durante o carnaval, será que este dinheiro entrará na contabilidade do balanço do carnaval? Pedimos aos nobres vereadores que solicitem após o término do carnaval um balanço com os gastos do carnaval, porque se esta administração que se diz que preza pela legalidade e transparência, com certeza faria isto sem haver cobranças.
Imagine um carnaval simples só com bandas da cidade, toda comunidade, periférica da cidade, ficaria contente, por saber que nosso governante, estaria investindo pesado no combate à violência, no esporte, na cultura, na educação, na saúde, no lazer, nas casas populares, no saneamento básico, imagine quantas reeleições teríamos se não fosse essa elite fornecedora de notas para prefeitura.
Por tudo isso, e um pouco mais, a comunidade, precisa fazer suas reflexões, sobre os investimentos no seu bairro, porque são seus filhos que, serão os beneficiados, com as cobranças de investimentos nos bairros no futuro, lembre-se são apenas cinco dias, não se engane com o "Pão e o Circo".

Nenhum comentário: