3 de mar de 2011

Chegou a vez da população dar uma lição de Cidadania e não deixar a APAE na Mão.

Imagem meramente ilustrativa, retirada da internet.
Em toda história da cidade de Guaíra-SP, nunca houve casos de administradores que precisaram tomar terreno de entidades, para construir casas populares, veja a atitude, dos Ex-Prefeito José Pugliesi (Menininho) (DEM – Antigo PFL), construiu casas populares sem precisar vender terreno de nenhuma entidade, veja a conduta do Ex–Prefeito Sérgio de Mello (PT), com muita responsabilidade, e compromisso com a comunidade de excepcionais, que compõe a APAE, construiu casas populares, sem precisar tomar o terreno pertencente a APAE, por direito.
Toda história de muitos administradores que governaram o município deixaram saudades, construíram casas populares, sem precisar tomar os terrenos de entidades tiveram força política (ao contrario do Prefeito José Carlos Augusto “DEM”), para a construção de casas populares, sem precisar tomar o terreno da nossa querida APAE, que presta um grande serviço a comunidade de excepcionais do município.
O fato histórico ocorrido no município, em que o Prefeito José Carlos Augusto (DEM), foi contra toda comunidade, e feriu o coração de seus eleitores, que apostaram em suas promessas de campanha, no qual a força política estava embutidos em seu discurso em cima do palanque em 2008, o que seus eleitores não previam que, ele seria incoerente e, tomaria o terreno da APAE, para realizar suas promessas de campanha.
Vivemos em um País DEMOCRÁTICO, e toda comunidade, está assustada, com a atitude nada coerente do Prefeito José Carlos Augusto (DEM), que tomou o terreno que há mais de trinta (30) anos fazia parte da APAE, e com o tempo, poderia através de verbas federais, estaduais ou municipais, iniciarem um grande projeto como ecoterapia, entre outros que, necessitariam do espaço que, ajudaria na melhoria da qualidade de vida da comunidade de excepcionais, isso não será possível mais, porque o Prefeito com sua atitude nada coerente, tomou o terreno da APAE, tal fato, nunca antes na história do município aconteceu. Fato inédito!
Os vereadores em vários discursos na Câmara Municipal, protestaram contra a atitude incoerente do prefeito José Carlos Augusto (DEM), em tomar o terreno da APAE, menos os vereadores Reginaldo Moreti (PSDB) e João Barbosa (DEM), que acharam que a atitude do prefeito, em tomar o terreno da APAE, para construir predinhos, foi correta, e durante a Sessão na Casa de Lei, os dois vereadores, votaram no projeto, que beneficiaria a prefeitura, quanto ao terreno que antes era por direito da APAE, com esse projeto aprovado, o terreno, ficou para a prefeitura, causando espanto na comunidade, quanto a atitude dos dois vereadores.
Qual o nosso papel enquanto CIDADÃO de BEM, diante dessa decisão nada coerente do Prefeito, se vivemos em País DEMOCRÁTICO, a nossa opinião, não teve valor diante da atitude do Prefeito José Carlos Augusto (DEM), dizem que a voz do POVO é a voz de DEUS, mesmo assim o Prefeito ignorou a voz da comunidade e, com um ato autoritário, decidiu tomar o terreno da APAE, para construir os predinhos naquele local que antes pertencia por direito a APAE.
Chegou o momento da comunidade se expressar quanto essa atitude do Prefeito, qual a mãe que tem um filho ingressado na APAE, mesmo sem ter uma casa para morar, não aceitaria, o Prefeito tomar o terreno dessa entidade que presta um grande serviço à comunidade, qual a mãe que não se desespera quanto a essa atitude nada coerente do Prefeito.
Assistimos a revolta no Oriente Médio, lá o POVO saiu às ruas e protestaram quanto à atitude de seus governantes, todos têm o direito de protestar se estão descontentes com seus governantes, por isso, o protesto em um País DEMOCRÁTICO, não é crime, e pode fazer valer o nosso direito de CIDADÃO.
No futuro, com o desenvolvimento do município e seu crescimento, será inevitável, aquele espaço, que antes era da APAE, que o Prefeito José Carlos Augusto (DEM), tomou para tentar construir os predinhos, a história ficará manchada, por isso, chegou à hora da comunidade da periferia do município, se manifestar quanto a essa atitude nada coerente do Prefeito José Carlos Augusto (DEM).
Não deixe que a comunidade de excepcionais sofra no futuro pelo que você não fez no presente, por isso, exerça seu direto de CIDADÃO, se o Prefeito quer construir casas populares que, ele junto com seus deputados, federais e estaduais, que estiveram aqui no município, durante as eleições de 2010, corra atrás de verbas, e cumpra com seu compromisso de campanha, e devolva o terreno que é por direito da APAE.

Nenhum comentário: