11 de mar. de 2011

Evaldo Gabriel critica atual administração.


Imagem meramente ilustrativa, retirada da internet.

Em um artigo publicado no jornal O Guaíra de hoje, o Conselheiro Tutelar falou sobre diversos assuntos. Um deles foi o abandono de prédios públicos que estão servindo para pratica de crimes. Evaldo fala também da falta de planejamento da atual administração que em seu plano de governo prometeu reforçar a segurança de nossa cidade, mas até o momento nada fez.

Leiam o artigo na integra.

Artigo
por Evaldo Gabriel Presidente do Conselho Tutelar

Plano de Segurança pública Municipal

São muitas as perguntas feitas quando nos deparamos em situação de risco. Para crianças e adolescentes isso é muito difícil, procurar entender que a globalização é cada dia o mercado de trabalho mais exigente, não podemos deixar a velha cultura que logo cedo começar a trabalhar isso é sinal de dignidade. Muitos me perguntam: comecei trabalhar muito cedo e consegui ser gente? Penso comigo na história da humanidade sempre existiu cadeia, criminosos e outros mais, o que posso dizer que não podemos aceitar de maneira alguma, querer colocar o problema social que vem as drogas como falta de trabalho ou mesmo a colocação de toque de recolher. O problema na teoria é muito fácil, basta colocar nossas crianças e adolescentes ficarem trancados em casa, com isso iremos diminuir a criminalidade. A situação é muito complicada basta olhar pelas madrugadas, nossas praças tomadas de pessoas usando várias substâncias, alguns prédios público abandonados servindo apenas para pessoas más intencionadas. Acredito que precisamos de um plano municipal de segurança pública, dividido em duas fases: trabalhar no combate e a conservação de patrimônios pública de nossa cidade, cuidado sempre com o social daquelas pessoas menos favorecidas. Quando falamos em segurança pública devemos observar que as drogas vêm sendo um fator para os pequenos delitos sendo as pequenas e grandes cidades tomadas por pessoas que não tiveram sorte na vida em escolher um bom caminho, vivem da mendicância, pequenos furtos para sustentar o vício do crack.Vivemos um momento em que devemos orientar nossas crianças e adolescentes, cuidando em trazer projetos sociais, buscando a capacitação e a profissionalização, através de cursos buscando a cada dia desenvolver uma nova cultura em nossa sociedade. Há se de cuidar do broto, para que a vida nos dê flor e frutos.

Evaldo Gabriel
Fonte: Jornal O Guaíra - Edição de 11/03/2011.

Nenhum comentário: