23 de mai. de 2011

E agora José, a festa acabou. Cadê os investimentos na periferia da cidade?

A Festa do Peão que ocorreu no município e teve início no dia 18 e seu término no dia 22 de maio, tudo estava lindo aos olhos do Vice-Prefeito Edvaldo Donizete de Morais (PSDB), o preço exorbitante na bilheteria (Sábado 21/05 - R$40,00), desmotivou os humildes moradores da periferia do município e os turistas que vieram de sua cidade para conhecer esta festa, tudo ficou como o José queria, com eles e para eles e só eles.
Ainda não sabemos para quem foi feito esta festa que teve recursos do Poder Público e Câmara Municipal, e culminou na alegria da elite, a festa teve uma grade estrutura e um alto custo para ser concluída, o abandonado Parque de exposição Ademir Giovanini, ficou exposto à destruição que a festa proporcionou a ele, assim como o aterramento do Teatro de Arena, certo disto, a calçada com vários buracos, reflexo do fechamento, os banheiros públicos que lá existe estão destruídos.
Agora que festa acabou para o Prefeito José Carlos Augusto (DEM) e seu Vice- Prefeito Edvaldo Donizete de Morais (PSDB), nós moradores da periferia da cidade e pagadores de impostos, esperamos que a agora as festas feitas com recursos públicos tenham acabado, e comece as festas das políticas públicas em nossa periferia, por isso pagamos nossos IMPOSTOS. Não é?
Quem sabe a administração “União e Progresso” coloque a mão na consciência, aquela mesma consciência, muito enfatizada em cima do palanque durante a campanha em 2008, quem sabe os recursos que foram repassados pelo Poder Público, possam também ser destinados no sentido de melhorar a qualidade de vida dos humildes moradores da periferia.
Perguntar não ofende, porque será que o Vice-Prefeito não tem o mesmo empenho que teve para organizar a Festa do Peão, para auxiliar o Prefeito na administração da cidade?
Também esperamos um novo posicionamento da Presidente da Câmara Municipal, vereadora Maurília Landim (PDT), no tocante a cobrança do Poder Público quanto a elaboração de projetos na área da educação, cultura, esporte, social, habitação e lazer em nossa periferia, a vereadora não estaria fazendo nada de mais do que sua obrigação, para isso foi eleita, não é?

Nenhum comentário: