10 de jul de 2011

2ª edição do evento gospel ‘AVIVA’ será realizado em setembro - Você entende como algo dentro da legalidade?

MATÉRIA DIVULGADA NA IMPRENSA LOCAL NO DIA DE HOJE:

Na última segunda-feira (4) em reunião ocorrida na Prefeitura de Guaíra, pastores evangélicos da cidade, o Prefeito José Carlos Augusto e o Vice Prefeito Edvaldo Morais, ratificaram a realização da 2ª edição do evento gospel ‘AVIVA’ na cidade, que acontecerá nos dias 9 e 10 de setembro.O evento acontecerá no Parque de Exposições Ademir Jovanini Augusto, terá entrada gratuita e tem como atrações confirmadas os cantores PG (9) e André Valadão (10). Espera-se que o evento repita o sucesso de sua primeira edição, ocorrida em 2010, que contou com uma presença maciça de todos os moradores não só de Guaíra, mas de toda a região. “Eventos pacíficos são sempre bem vindos em Guaíra, seja ele de natureza religiosa ou não, pois a atual administração se preocupa bastante com o bem estar da família guairense”, frisou o Prefeito José Carlos Augusto.
Fonte: Jornal O Guaíra.

Considerações respeito:


AGORA INDAGO: VOCÊ SABE QUEM PATROCINA O EVENTO? QUEM PATROCINOU A 1A. "AVIVA"? SERÁ QUE FOI A PREFEITURA, JÁ QUE ELA OFERECE APOIO? ATÉ HOJE NÃO SE SABE EXATAMENTE QUAL O APOIO FOI DADO NO PRIMEIRO EVENTO E AGORA COMO SERÁ NO SEGUNDO? SERÁ QUE EM NOME DA TRANSPARÊNCIA SERÁ DITO EM QUE A PREFEITURA OFERECERÁ APOIO AO EVENTO?

CONFORME DITO ACIMA SERÁ REALIZADO SHOWS. QUEM PATROCINARÁ TAIS SHOWS?

IMPORTANTE ESCLARECER QUE PELA CONSTITUIÇÃO FEDERAL PREFEITURAS NÃO DEVEM PATROCINAR EVENTOS RELIGIOSOS, POIS AUSENTE O INTERESSE PÚBLICO, FUGINDO DE SUAS FUNÇÕES TÍPICAS, E TAL SITUAÇÃO VEM FAZENDO COM QUE VÁRIOS PROMOTORES AJUIZEM AÇÕES CIVIS PÚBLICAS POR SUPOSTO ATO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.

* VEJA O EXEMPLO DA CIDADE DE SANTA BÁRBARA:

PREFEITO PODE TER CUSTEADO ILEGALMENTE EVENTO RELIGIOSO

Prefeito de SB teria custeado o evento em 2009

Santa Bárbara – O MP (Ministério Público) de Santa Bárbara d’Oeste instaurou um inquérito civil para apurar eventual ato de improbidade administrativa cometido pelo prefeito Mário Heins (PDT) por ter custeado com dinheiro da Prefeitura o evento religioso “Marcha para Jesus”. A ação foi aberta no último dia 3 pela Promotoria de Defesa do Patrimônio Público. O evento aconteceu no dia 4 de dezembro de 2009 e teve participação de 35 mil pessoas. O valor do contrato firmado entre a Prefeitura e a empresa que realizou o evento foi de R$ 68 mil.

O inquérito foi aberto a partir de representação protocolada no MP pelo advogado barbarense Edvaldo Volponi, o qual solicitou que o órgão apurasse possíveis irregularidades na contratação da empresa que realizou o evento na cidade. No documento, Volponi denunciou que a Prefeitura patrocinou o evento de cunho religioso e que a empresa vencedora da licitação é especializada na área de filmagem de festas e produção de fotografias e não no setor de shows. O advogado ressaltou o fato de dois funcionários comissionados da Prefeitura, que são pastores, terem participado da organização do evento.

No inquérito, o promotor Hélio Jorge Gonçalves de Carvalho cita o conhecimento da lei municipal 3136/2009, que autoriza a Administração Municipal a custear as despesas do evento e divulgar as atividades junto às igrejas evangélicas da cidade, mas considera que a Constituição Federal proíbe os municípios de manter relações de dependência ou aliança com igrejas e cultos religiosos. A lei municipal também instituiu o evento no calendário oficial da cidade.

Procurada pela reportagem do LIBERAL, a Prefeitura informou que foi notificada sobre o inquérito e já respondeu ao MP. Segundo a Administração, a marcha é um evento cristão-cultural aprovado pelo Legislativo e portanto passível de ser custeado pela Prefeitura.
Fontes: http://www.oliberalnet.com.br/cadernos/cidades_ver.asp?c=3CAE97DE221
http://ateularia.wordpress.com/2011/02/26/prefeito-pode-ter-custeado-ilegalmente-evento-religioso/

BOM SEMPRE REFLETIR SOBRE O QUE DIZ A PALAVRA DE DEUS:

II São Pedro, 2

20. Com efeito, se aqueles que renunciaram às corrupções do mundo pelo conhecimento de Jesus Cristo nosso Senhor e Salvador nelas se deixam de novo enredar e vencer, seu último estado torna-se pior do que o primeiro.

21. Melhor fora não terem conhecido o caminho da justiça do que, depois de tê-lo conhecido, tornarem atrás, abandonando a lei santa que lhes foi ensinada.

Fonte: http://www.bibliacatolica.com.br/01/68/2.php
Fonte: www.guairaemfoco.com

Nenhum comentário: