19 de nov de 2011

A imprensa ganha muito BEM para omitir as questões pertinentes a comunidade de baixa renda.


A imprensa deveria servir ao povo que paga seus impostos e os mesmos deveriam ser revertidos na melhoria da qualidade de vida de toda comunidade, esse fato seria concretizado com a fiscalização por parte da imprensa responsável.
Uma imprensa venal que só pensa nela mesmo tem desvirtuado os fatos, para proteger seu patrão que paga BEM para imprensa silenciar diante dos assuntos pertinentes a comunidade de baixa renda, o que era para ser direito constituído da comunidade é subtraído pela inércia de muitos Governantes apoiados pela imprensa mercenária.
Com o apoio da imprensa mercenária, os recursos que seriam destinados a classe baixa, sofre redução, contudo, o analfabetismo político assola a classe de baixa renda, reflexo da escassez de políticas públicas que a imprensa faz questão de omitir em suas páginas.
Uma imprensa partidária que faz questão de moldar sua história com muita omissão, ler o que e para que, veja o editorial cada vez mais engraçado sempre com cara de BEM e sempre querendo um lugar no céu azul.
O nosso querido editorial só falta mencionar a deliciosa receita do bolo de chocolate, enquanto isso, a educação continua sofrendo o descaso por parte do poder público, um esporte, um turismo, uma geração de emprego, um déficit habitacional com cara da imprensa omissa, houve um tempo que a imprensa não vivia a custa das Prefeituras desse Brasil afora, tudo era muito melhor para o povo.
Uma imprensa que tem interesse partidário, uma imprensa venal que está sempre de guarda com punho fechado, pronta para omitir e manipular, a reflexão sobre as matérias vinculadas nas páginas da imprensa tem sido o melhor remédio contra a manipulação dessa imprensa mercenária.

Nenhum comentário: