27 de fev. de 2012

O carnaval de Guaíra foi um fiasco, segundo alguns foliões.


Um carnaval que tinha tudo para ser o melhor carnaval de todos os tempos, mas ficou clara a falta de organização e planejamento por parte dos responsáveis: poucos banheiros químicos comprimindo em um pequeno espaço, ás filas era grandes, por isso, as pessoas acabavam por trocar o banheiro químico pelas laterais do fechamento, o constrangimento foi grande. Os ambulantes, que paga sua taxa anual, ainda tiveram que desembolsar a robusta quantia de R$ 800 reais, para trabalhar ás cinco noites de carnaval, em troca: uma barraca muito pequena que, segundo os próprios ambulantes, mal dava para eles se locomoverem, a falta de organização era tanta que faltou até água nas barracas, os ambulantes tiveram que trazer água de suas casas, foi um sufoco. Já pensou se a vigilância sanitária resolve dar uma passadinha para desenvolver o trabalho de fiscalizar as questões sobre higiene? Coitados dos ambulantes!
Nunca antes na história do município, presenciamos um carnaval com tanta falta de organização e planejamento (olha que a organização contava até com um número grande de pessoas), esperamos que, para o ano que vem a próxima administração, que assumir o paço municipal, possa fazer um carnaval para o povo de Guaira e não contra a população como, infelizmente, o grupo “União e Progresso” já estivesse pressentindo os resultados das urnas, em outubro.
Acreditamos que é possível sim organizar um carnaval popular sem ter que escalpelar os ambulantes, um carnaval em que a própria população possa escolher através de pesquisa popular os cantores que devera abrilhantar as noites (no rodeio, os organizadores aparecem para deixar a população escolher). E falando sobre o rodeio: Será que a imagem de Guaíra vai mais longe através do rodeio do que a festa que é tão popular e aceita pela maioria da população guairense. Ou será porque a prefeitura investe mais dinheiro público no rodeio que, diga de passagem, é festa particular?
É possível sim realizar uma festa popular boa e barata. O que falta é ter uma equipe mais compromissada com os aspectos de ORGANIZAÇÃO, ao invés de ficar preocupada em fazer política ás custas do divertimento popular.
Há alguns anos atrás, quem não se lembra das criticas feitas pelo ex-vereador e hoje assessor de gabinete que, durante a administração passada, utilizou várias vezes os microfones da Câmara Municipal para criticar a equipe organizadora que, trouxe inovações através do camarote.
Eu estava na avenida para prestigiar o carnaval popular, mas felizmente ás pessoas vinha conversar comigo, reclamando, criticando, etc. Apesar da grande frustração por parte da população mais humilde, eles sempre brincavam dizendo: “É durante o carnaval que você tem condições de ver muita gente que sobe em palanque, mas só sai de casa utilizando suas mascaras e, na avenida, se via gente que trabalha no atual governo, que no dia-a-dia é praticamente uma missão quase impossível de se ver. Mas é só termina o carnaval, muitas dessas pessoas, ainda continua utilizando as suas mascaras quando se refere ás políticas públicas voltadas para a população guairense.

Nenhum comentário: