24 de jun de 2012

Pronunciamento de Fernando Lugo após o Golpe


Em menos de 48 horas, o senado Paraguaio aprovou o impeachment do Presidente Lugo, que foi acusado e julgado culpado em um processo inconstitucional, por um Legislativo que ignorou todos os processos democráticos no País.
Com 39 votos a favor da condenação – dois se obtiveram de votar e quatro senadores votaram contra o circo montado pelo senado ligado a forças da direita Paraguai.
O senado Paraguaio julgou e condenou Lugo por mau desempenho de suas funções e pelo recente conflito agrário no país, que resultou na morte de 11 camponeses e seis policiais. Lugo tentou de todas as formas impedir o julgamento político, portanto, apresentou uma ação de inconstitucionalidade à Suprema Corte de Justiça para tentar suspender o circo montado pelo senado Paraguaio, seu Advogado, Emílio Camacho, também tentou desmascarar o circo, dizendo aos senadores “o que está acontecendo aqui não é um julgamento, é uma condenação. É a execução de uma sentença”.

Nenhum comentário: