3 de jul de 2012

JOSÉ CARLOS E JOSÉ REINALDO, SE AS CALÚNIAS FOSSEM CONTRA SUAS FAMÍLIAS VOCÊS TERIAM FICADO CALADOS?

Quando olho para meu reflexo gosto de reconhecer o próprio rosto: José Carlos e José Reinaldo preferiam que eu visse um palhaço
Por Conrado Vitali, em seu blog



Enquanto a canalhada lambe-botas faz de tudo para defender o prefeito José Carlos Augusto e seu chefe de gabinete, José Reinaldo dos Santos Júnior, do indefensável, vou direto ao ponto, até para ajudar os advogados dos infelizes nos processos que vão mover contra mim...."ai que meeeda": "Prefeito, por que o senhor não deu um pio, não pronunciou uma palavra, não se opôs publicamente em nenhum momento a um blog que caluniou dezenas de famílas durante quase um ano e meio atacando críticos de seu governo? Prefeito, porque o senhor, que gosta de posar de bom moço e defensor dos mais altos valores da família, preferiu ficar quieto durante um ano e meio enquando um blog bandido atacava de forma covarde todos os cidadãos guairenses que , no pleno exercício de seu direito constitucional, ousavam criticar seu governo meia-boca? "Peraí" Zé Reinaldo...não sai correndo não. Tem pergunta pra você também. Por que você, como primeiro-ministro do regime carlista e ardoroso defensor do seu prefeito, concordou com essa omissão ? Se as calúnias fossem contra sua família ou contra a família do prefeito você teria ficado um ano e meio de boca fechada como ficou, assistindo de camarote, como um sádico irresponsável sustentado pelo dinheiro público, a mães e pais de família sofrerem ataques covardes de quem só tinha como alvo adversários do seu prefeito? Quem tem explicações a dar à sociedade guairense é o poder público, é o executivo, é o governo que você e seu prefeito representam. O prefeito José Carlos Augusto, o probo, o homem-família, o quase-santo, sequer gemeu durante os 16 meses em que o blog bandido deitou e rolou, de forma explicitamente criminosa, contra todos que criticavam sua administração. Foi um crime útil para vocês, não foi? A quem vocês acham que enganam? Vocês podem até obter apoio dos cachorros que dependem da miséria que vocês pagam a eles mas o dinheiro de vocês não compra a dignidade das famílias atingidas. É nojento ver gente paga por vocês, direta ou indiretamtente, desfilando de contestadores em redes sociais tentando, numa manobra tão bandida quanto o blog covarde, tentar confundir as pessoas, invertendo o ônus da prova. A cara-de-pau é tão grande, tão deslavada, tão gângster, que beira o ridículo. Ora, as vítimas são as famílias caluniadas que , em nenhum momento, receberam o apoio de vocês. O prefeito de todos os guairenses - termo que eu utilizava para definir o chefe do executivo enquanto lhe prestava serviços - nem piscou para as atrocidades cometidas pelo blog bandido. Repito a pergunta e você leitor, deveria fazê-la também, olhando nos olhos do prefeito José Carlos Augusto e do chefe de gabinete José Reinaldo dos Santos Júnior: "Zé Reinaldo, se as calúnias fossem contra sua família ou contra a família do prefeito você teria ficado um ano e meio de boca fechada como ficou, assistindo de camarote, como um sádico irresponsável sustentado pelo dinheiro público, a mães e pais de família sofrerem ataques covardes de quem só tinha como alvo adversários do seu prefeito?" Vocês não são corajosos? Vocês não defendem a família guairense? Pois bem. Venham a público responder isso. Você leitor, que perde tempo nos grupos de discussão de redes sociais, recheados de paus mandados - uma espécie de escória falante - pergunte aos sicofantas, aos puxa-sacos, as contratados por salário "salva-geladeira" que vivem posando de paladinos da democracia: se as calúnias que arrasaram cidadãos guairenses fossem feitas contra as famílias do prefeito ou do chefe de gabinete, eles teriam ficado de boca fechada durante um ano e meio? Não. É claro que não teriam. Só ficaram de bico fechado porque o crime lhes foi útil. Como é possível aceitar que um governante que vomita discursos "pró-família" cale-se diante do maior escândalo vivido pela sociedade guairense nos últimos anos? Quem ocupa um cargo público executivo não tem o direito de dizer "Não é comigo". Quem recebe uma pequena baba por mês para defender os interesses da coletividade,não tem o direito de dizer "Não é comigo". Pelo contrário. É com o senhor sim, senhor prefeito. É com o senhor sim, senhor chefe de gabinete. Se há otários nessa história toda esses otários são vocês por acharem que nós, os cidadãos, somos otários. E agora, como se estivesse olhando nos olhos de vocês dois, prestem atenção: vocês não me metem medo....conheço o cheiro de vocês; convivi com vocês por um bom tempo e conheço seus segredos, seus tiques, fraquezas e temores. Vamos, me processem....Vamos, contratem uma banca de advogados de primeira linha.....Tentem me assustar......Estúpidos. Se minha mãe, doente de câncer, não conseguiu frear meu ímpeto por dizer o que penso o que dirá vocês, franguinhos caipiras.....Estou abraçado à verdade e disposto, como nunca, a pagar o preço necessário para dizê-la. Vocês conseguem assustar, quando muito, os répteis que ficam arrastando a língua por vocês. Na minha vida mando eu. Vocês estão falando com um Vitali. Não vou deixar vocês mentirem para a população. Já fiz isso quando os assessorava e não estou disposto a ser canalha mais uma vez. Deixem esse papel triste para as hienas que estão brigando pelos restos que deixei. Mamãe, a senhora vai sentir orgulho de mim. Pode ter certeza.

Nenhum comentário: