25 de fev de 2013

Déficit habitacional alavancado no Governo Zecarlista.



Por Adeir Alves
O município nos últimos quatros anos sofreu com o déficit habitacional, que alavancou no governo do ex-prefeito, colocando a população em maus lençóis. Com o aluguel mais caro da região e o excesso de loteamentos aprovados pela Câmara Municipal nos últimos quatros anos, sobretudo, o preço do aluguel em Guaíra, se transformou em um negócio lucrativo e rentável, simultaneamente com a especulação imobiliária. Tal déficit impossibilitou a migração de indústrias para o município, no entanto, porém sem migração de empresa cria-se mecanismo para o desemprego, sem força política junto aos Governos do Estado e o Governo Federal, e sem perspectiva de uma política habitacional, o ex-prefeito tentou esconder o fracasso de sua gestão no tocante á questão das moradias, com o marketing sobre o Habita Guaíra(800 casas, fora as 400 casas já ganhas do Governo do Estado prometidas na campanha de 2008), não deu certo, a família guairense não perdoou e mostrou sua indignação nas urnas em 2012.

 Com 360 casas que serão construídas, ainda esse ano, pelo atual Governo, poderá ser sanado o déficit habitacional alavancado no governo Zecarlista. Entretanto, com a construção de 360 moradias pelo atual Governo, contudo, a especulação imobiliária criada pela escassez de políticas habitacionais nos últimos quatros anos, terá seus dias contado. 

 Reflexões finais. 

Sobre inexistência de força política no governo Zecarlista, o ex-prefeito ficou ancorado quanto à questão da construção de moradias, sobretudo, o déficit habitacional e a especulação imobiliária sinalizaram um crescente negócio, a família guairense, não gostou e rechaçou nas urnas de 2012. 

 Sobre o fracasso na migração de empresas? 

Com o aluguel mais caro da região, não houve interesses por parte das grandes imprensas em se instalarem no município, no entanto, é notório que houve um crescente número de desemprego, nos últimos quatro anos? 

Sobre o Índice Firjan? 

 Com déficit habitacional alavancado, não houve interesse na migração de empresa em nosso município nos últimos quatro anos, somado a escassez de políticas públicas, em diversas áreas que compõe o desenvolvimento da cidade, o Índice Firjan sinalizou e Guaíra despencou para 288º posição no ranking Firjan, em 2010.

  Força política a última cartada. 

A força política que seria uma grande aliada do governo Zecarlista, para pôr fim no déficit habitacional e a especulação imobiliária, não teve êxito, foi notório o enfraquecimento do governo que prometeu muito e não realizou quase nada. Possíveis irregularidades poderão ser desvendada ao longo desta administração que já chegou fazendo mudanças lógicas e humanas como doar e passar o terreno remanescente da APAE para a mesma. Já que até isso teve o absurdo de ser negado, falado em construir predinhos, escola técnica com quadras e estacionamentos. Agora veja e aprenda como é uma administração séria, competente e comprometida com o social. Para dizer que nem tudo está perdido? Não está. O governo Zecarlista serviu como um excelente exemplo do que não se deve fazer no executivo.

Nenhum comentário: