25 de dez de 2013

A oposição raivosa e a imprensa desmamada amaram o esquecimento de Mello!

Por Adeir Alves

Como todo bom gestor Mello teve uma preocupação com o desenvolvimento da cidade, pois já no início desse ano, Mello dedicou a maioria de seu tempo pastoreando os vereadores da base aliada e da oposição para ter a maioria na Câmara, Mello forçou uma boa convivência com dois vereadores da oposição Mario Carlos Nogueira Neto (Netinho) e José Reginaldo Moretti ambos do PSDB, com a maioria entre os nobres os projetos de Mello seriam aprovados sem crise. Tática Melista funcionou! A imprensa desmamada relinchou!


Com o tempo dedicado a formar uma coalizão entre os vereadores da base aliada e vereadores da oposição, Mello teve um desgaste psicológico sofrendo com esquecimentos do grupo, entretanto, Mello não teve tempo para ouvir o grito de sua coligação, muito menos da rua. 

As reuniões com o grupo e, sobretudo, com o vice- prefeito Denir Ferreira dos Santos (PSB) no sentido que fossem sepultados quaisquer comentários proliferados pela vaidade do grupo ou pela perversidade da dobradinha oposição e imprensa, não foram realizadas tais reuniões por Mello, a oposição raivosa e a imprensa desmamada amaram o esquecimento de Mello! 

A tática de Mello deu certo, forçar uma boa convivência com os dois vereadores citado acima, no sentido de que seus projetos fossem aprovados dando continuidade absoluta em seus planos de seguir governando sem desgaste no Legislativo. 

Entretanto, Mello teve êxito quanto aos seus projetos aprovados na Câmara Municipal em 2013, mas, outro lado escuro da moeda deixa bem claro que, Mello não teve tempo para reunir com a coalizão que o elegeu e, sobretudo, resolver os conflitos internos gerado pela ciumeira de secretários descontrolados.

 Outro fator importantíssimo que não teve tanta importância, por falta de tempo, para Mello foi às reuniões com o vice-prefeito fortalecendo os laços de amizade e sepultando qualquer comentário maldoso, entretanto, Mello sinalizaria um apontamento para 2016. 

Mello também deixou passar batido à vulnerabilidade da problemática de informações do Paço Municipal muito criticado pelos nobres vereadores e pela família guairense. 

Mello terá tempo de sobra nestas férias para refletir sobre os acertos e os erros da gestão e, contudo, começar o ano 2014 de alma lavada.

Nenhum comentário: