17 de jan de 2014

Comunicação e a Política

Por Adeir Alves: 

Esse ano é um ano de grandes expectativas. Teremos Eleições e Copa do Mundo, quanto às eleições: é hora de fazer uso de nossos direitos Constituídos, é à hora da mudança, com as eleições para Senadores, Deputados, Governadores e Presidente - faremos nossas avaliações sobre o desenvolvimento do sistema de saúde pública, segurança, educação, cultura, esporte, lazer, infra-estrutura, programas sociais, enfim, é hora que daremos o veredicto sobre nossas avaliações quanto a conduta de nossos políticos.

 É evidente que haverá uma euforia nos Brasileiro com a chegada da Copa do Mundo - sem mencionar os gastos na construção e reformas de estádios - será um corre, corre na imprensa para alcançar os melhores ângulos, cobrir os furos, a imprensa fará feio com a briga pela audiência.


Falando de imprensa, como podemos analisar o trabalho de divulgação é importantíssimo durante as eleições desse ano, a divulgação do plano do governo e da imagem do futuro candidato ficará a cargo de sua comunicação que precisará ser eficiente. 

O candidato que possuir um sistema de comunicação que fale a língua do povo, com certeza sairá na frente, entretanto os gastos com comunicação em épocas de eleições são exorbitantes pelo pequeno salário que os políticos irão receber oriundos dos impostos, se eleitos forem. Quem entende essa manobra dos futuros políticos que desejam ingressar na vida pública, se o salário é pequeno e o gasto para ser eleito é grande? Vai entender! 

A caminhada por todo o País entre os políticos que concorrerão a uma vaga seja no Congresso, seja no Senado ou à Presidência, será longa com muitas viagens, sobretudo o sistema de comunicação fará á diferença quanto à divulgação do plano de governo do candidato, entretanto o futuro candidato não pode se deixar levar pelas artimanhas de comunicação que mais acelera, acelera e não sai do lugar, eficiência mesmo que é bom  a propagando enganosa da conta do recado.

Nenhum comentário: