17 de fev de 2014

Notícias de Guaíra/SP: INFILTRAÇÕES COLOCAM EM RISCO CASA DE BOMBAS DO DEAGUA E O ABASTECIMENTO DE ÁGUA DA CIDADE

Da Página no Facebook de Guaira Bela:

O DEAGUA - Departamento de Esgoto e Água de Guaíra foi criado em 1968, ocasião esta em que a cidade contava com uma população de apenas 12 mil habitantes. Naquela época, para que os serviços pudessem ser realizados a contento muitas obras foram executadas, principalmente nos dois mandatos do Dr. Aloísio Lelis Santana.
Durante a gestão de Minininho que ocorreu entre 1989 a 1994 foi construída a estação elevatória (casa de bombas) na confluência da Rua 22 com Avenida 7, local este que além de abrigar a estação elevatória, conta também com 4 reservatórios subterrâneos que são responsáveis pelo abastecimento em grande parte da cidade. A casa de bombas subterrânea faz divisa em uma de suas paredes com o reservatório de tomada d’água, que com o passar dos anos tem apresentado várias trincas e infiltrações, uma vez que foi construído em alvenaria e não concreto armado como deveria; a situação é tida como grave por engenheiros e técnicos, visto que, qualquer problema nesta casa de bomba acarretaria o corte no fornecimento de água de todo o município, principalmente no Centro .
Equipamentos ultrapassados e falta de investimento em manutenção preventiva no decorrer dos anos foram os agravantes da situação enfrentada hoje pela autarquia que tem necessidade de providências imediatas que objetivam a continuidade da prestação de serviços com qualidade e comprometimento como tem sido ao longo de todos esses anos. Segundo José Getúlio, diretor do DEAGUA, a desativação deste reservatório que faz divisa com a casa de bombas é inviável, pois este tem participação efetiva na distribuição de água nos horários de pico de abastecimento. Dessa forma, a única alternativa a ser executada são obras para construção de nova elevatória de água tratada (ou casa de bombas) o que resolverá o problema.
A casa de bombas já foi visitada por engenheiros e técnicos da prefeitura que estudam a execução de um projeto que atenda as necessidades emergenciais desse problema sem causar falhas no abastecimento e transtornos à população. No que se diz respeito aos equipamentos que estão ultrapassados e encontram-se em situação precária, a autarquia aguarda recursos financeiros para que tais investimentos possam ser realizados.
ESTÁ PREVISTO NO PLANO DE INVESTIMENTO DA AUTARQUIA PARA ESTE ANO A CONSTRUÇÃO DA NOVA ELEVATÓRIA DE ÁGUA TRATADA NA CAIXA D’ÁGUA, PORÉM SÓ SERÁ POSSÍVEL A REALIZAÇÃO DESTA OBRA SE FOR MANTIDA A REESTRUTURAÇÃO TARIFÁRIA DA AUTARQUIA.

Nenhum comentário: