30 de abr de 2014

Não somos todos Macacos?

Por Adeir Alves: 

O episódio envolvendo o jogador do Barcelona, Daniel Alves, acendeu uma forte campanha contra o racismo no Brasil. Após um torcedor lançar uma banana, em direção ao jogador Daniel Alves, durante uma partida de futebol, na Espanha, Daniel Alves pegou a banana, descascou e comeu num gesto oportuno e sutil, deu as costas para o racista.

Não precisou muito para o assunto Racismo no Brasil alavancasse nas redes sociais que aderiam a campanha, "Somos todos Macacos", em um ato de incutir em nossa sociedade que o Racismo tem que parar, entretanto, caiu a máscara do racismo que dura séculos e deixou de ser camuflada durante o jogo na Espanha. 

Não Somos todos Macacos, somos serem humanos com direitos iguais. 

Não somos todos Macacos e o silencio do governador sobre Genocídio da juventude Negra no Estado de São Paulo. 

 Não somos todos Macacos, somos seres humanos que lutamos por igualdade de nossos filhos e um País de direitos Iguais, que a Rede Globo perpetua em suas novelas a desvalorização do povo Negro, ainda que o Zorra Total, um programa humorístico, exibido todos os sábados, em que a emissora desvalorize a história do Povo Negro. 

Não Somos todos Macacos e os jornalistas que foram contra as Cotas para Negros nas Universidades, mudaram de opinião e abraçaram a campanha mesmo que sem entender o processo histórico, cultural e político do povo Negro.

 Não Somos todos Macacos e a quem se nega a não implantar a Lei 10.639/03 nas redes de ensino, milagrosamente, de corpo e alma, abraçou a campanha. Não Somos todos Macacos?

Nenhum comentário: