20 de jun de 2014

Saindo pela esquerda

Por Adeir Alves

 Com a responsabilidade de enxugar a máquina administrativa, Mello teve que cortar na sua própria carne, Mello sentiu a pressão da oposição e dos órgãos de imprensa mercenários que montaram uma trincheira contra a gestão pública.

Mello sente a pressão e sai pela esquerda. A estratégia Melista que poderá dar um xeque mate no tabuleiro da política e passar o rodo na oposição e deixar a imprensa partidária de queixo caído será enfatizada neste texto. 

O governo teve que exonerar 12 cargos comissionados, e voltar 8 funcionários para seus cargos de origem para atender uma necessidade das oscilações do orçamento público, em consonância equilibrar as arrecadações de impostos, sobretudo potencializar investimentos oriundos do orçamento público na cidade. 

Com um olhar visionário de gestor futurista, o governo município deverá fazer uso do abandono prédio da DDM, prédio público que abrigava a Delegacia da Mulher em outras gestões e que está abandonado há muito tempo. 

O prédio que está abandonado no Bairro Miguel Fabiano na Rua 42, o prédio da DDM tem várias salas que poderiam ser utilizadas para os atendimentos da Farmácia Municipal, Pasta da Assistência Social e o Setor de Engenharia, entre outros setores da Prefeitura Municipal, que estão sendo utilizados por casas alugadas, assim o governo economiza e evitar dispensas de mais cargos comissionados que, na verdade, poderá trazer desconfortos à gestão Melista em 2016.

Nenhum comentário: