18 de fev de 2015

Para governar em Paz, Mello terá que montar estratégia

Adeir Alves 

 Esse ano a arrecadação municipal sofrerá um déficit que forçará o gestor público a levantar da cadeira e garimpar recursos para cobrir o déficit no orçamento público. Pela sua experiência política, tudo indica que Mello está antenado a essas questões e, tão logo deve iniciar uma jornada de viagens em buscas de verbas que irão suprir as necessidades da cidade, com isso a cidade vai ficar à mercê das futricas dos Barões da imprensa, que, realmente vem prestando um desserviço em nossa comunidade. A imprensa não perde tempo para propagar suas futricas. 


Mello precisa ficar ligeiro e pensar rápido, até porque quanto se governa sobre a malvadeza de uma imprensa irresponsável que, dias e noites, vêm procurando pêlos em ovos, não dá trégua à gestão Melista. Outro fator que é de suma importância para Mello quando iniciar o ciclo de viagens, ficar atento, não deixar as caixinhas de poder bolar um plano para potencializar as forças ocultas oriundas da vaidade política, as mesmas forças que tempos atrás tentaram gestar um governo de puro sangue e que no ápice de sua fantasia quase queimou o filme de Mello no grupo, Mello tem que ficar ligeiro quanto a isso, por outro lado apoiar as ações do competentíssimo Chefe de Gabinete, Dr. Wellington Luiz de Campos, que é uma peça fundamental para uma gestão honesta. 

 Outra peça fundamental para que Mello dê um balão na imprensa, explico: enquanto a imprensa ataca a gestão, Mello monta suas estratégias ingressando Selma Mello no cenário político, é uma estratégia perfeita, até porque quem vê Selma vê Mello. Mello estará ausente esse ano, Selma terá que fazer as lições de Mello, visitando os setores públicos conversando com a comunidade, enquanto a imprensa ataca, Mello joga bonito, lembrando aos desavisados é só uma estratégia que poderá ser adotada por Mello. 

Selma ficará sobrecarregada em cuidar de casa, dos filhos e administrar o Fundo Social de Solidariedade, e, agora uma nova empreitada, resolver os problemas dos setores públicos, realmente não será fácil para Selma Mello. 

Por que será Selma? Selma carrega o DNA do PT em suas veias e à popularidade que todo governo gostaria de ter, sobretudo é querida pela comunidade e, na hora certa, vai fazer a diferença?

Nenhum comentário: