2 de mar de 2015

Mello deverá chamar o grupo às falas; Mello é um sujeito da história política do município

Adeir Alves

 A situação nodal que envolve a imprensa sem ética e a oposição culminaram para o falecimento da ética e da moralidade, uma união incólume renascida das profundezas da malvadeza, municiada de ódio, um verdadeiro petardo pronto para destruir o governo eleito pela maioria, em meios aos ataques o governo tenta se erguer, ainda que solitário.

Mello tem um histórico político cravado na honestidade, responsabilidade e moralidade.Quem conhece Mello sabe que como o filósofo Sócrates, Mello preferia morrer a viver sem questionamentos, na verdade o que tem acontecido, Mello tem exaltado em suas falas, em suas entrevistas a forma raivosa que a imprensa tem atacado seu governo e, ao mesmo tempo, tolhido o direito de respostas, uma verdadeira sentença de morte ao governo


Dito isso, Mello acompanhado de Selma Mello deverá se reunir com o grupo e cobrar mais em empenho por parte de seus Secretários em defesa da gestão pública, sobretudo que como Mahatma Gandhi  todos sejam a mudança que o povo quer ver na cidade.

A forma mecânica de gestar um governo sem o calor de todos, sem o brilho e a curiosidade do grupo em saber como está Mello hoje, será coisa do passado, Mello será um Prefeito junto com Selma Mello, na rua ouvindo o povo, nos setores públicos, sem dúvida, ele vai dar uma injeção de ânimo e, com isso, afastar o fantasma do caso setenta que assombra a gestão. Dizer que o Prefeito está ruim, mas eu, Secretário, estou fazendo minha parte, esse pensamento será sepultado por Mello. 

Reunindo mensalmente com seu grupo e encorajá-los a serem multiplicadores das conquistas será uma resposta inteligente que Mello dará a imprensa e a oposição raivosa, Mello é velhaco e sabe que a gestão tem somado muitas conquistas e avanços na questão habitacional, como também finalizando a questão importantíssima do fim dos buracos, herança que Mello herdou, novidades que povo tem que saber? 

 Mello sabe que preso ao gabinete, tolhe a visibilidade suas conquistas, o tempo é valioso, ainda quando se tem uma marcação cerrada imposta pelos Barões desmamados da imprensa e a oposição raivosa, entretanto, Mello que, na verdade lutar para não ser um objeto da gestão, mas um sujeito da história política do município.

Nenhum comentário: