6 de dez de 2015

É necessária a coalizão municipal entre nossos representantes para que nossa Guaíra supere mais essa crise!

Adeir Alves: 

 Nossa Guaíra está vivendo um momento de turbulência política alavancado pelo déficit orçamentário oriundo dessa grande crise que assola todo país e, se não bastasse á crise econômica, lá em Brasília, os partidos políticos instalaram a crise política que impede o país de voltar a crescer, gerando empregos e garantindo as políticas de direito necessárias para os brasileiros.

 Por aqui, em nossa Guaíra, nos últimos três anos, transformando-se num verdadeiro campo de guerra, cheia de batalhas entre governo e algumas famílias mercenárias que comandam parte dos órgãos de imprensa sem ética, com eterno desejo sedento pelos recursos públicos. Infelizmente, numa guerra de palavras e informações manipuladas, quem sempre sai perdendo, é a população que contribui através de seus impostos para viver numa cidade promissora e não numa cidade onde a imprensa deseja continuar a se deliciar nos recursos públicos, que poderiam ser bem utilizados na saúde, educação, moradia, segurança, etc.


 Essa guerra só contribui para um retrocesso indesejável por parte de nossa comunidade, que vive à mercê das estratégias nojenta por parte da família-imprensa, que tem contribuído para aumentar os problemas que aflige nosso município. Essa imprensa faz de uma simples gripe uma contaminação geral. Enfim, a imprensa acredita que nasceu para chutar e as famílias guairense para serem chutadas.

Felizmente essa imprensa nojenta só tem medo de uma coisa: da percepção por parte da população! A população esta atenta a tudo que acontece no mundo, no nosso país e, principalmente, em nossa cidade, como o grande número de desemprego, a escassez de políticas direcionadas à questão da empregabilidade e segurança pública.

 Todas estas questões acima, enumeradas neste trabalho, pode e deve haver uma solução para isso sim! Quem sabe se a política municipal e o bom senso possa fermentar essa possível coalizão entre a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), ACIG (Associação Comercial e Industrial de Guaíra), empresários, comerciantes, partidos políticos e o poder público falem a mesma língua, a língua do desenvolvimento humano.

 É preciso haver essa frutífera união entre as forças, para garantir os direitos de nossa comunidade, que consolidam, de fato, um trabalho de criação de mecanismos (políticas públicas) em consonância a empregabilidade, geração de empregos e a solução para a segurança pública municipal.

 Guaíra precisa alçar voo em 2016 e, quem sabe, após todos esses problemas que afligem nossa Guaíra, poderemos pensar em seu centenário, mas até lá vamos resolver cá! 

Pior ainda, neste final de ano, tudo indica que haverá um ascendente desemprego proveniente do final da safra, nas três usinas que geram importantes e grandes partes dos empregos em nosso município. Acredito inteiramente que havendo uma forte e unida coalizão entre nossas representatividades falando a mesma língua, é possível erguer uma Guaíra em 2016 sem fantasia, mas com os progressos necessários.

Nenhum comentário: