11 de mar de 2017

SEM GANHO REAL NÃO DÁ !!!

Por Rodrigo Soares Borghetti: 

 O servidor público municipal de Guaíra, há tempos vem sofrendo nas mãos dos maus administradores.

 E a principal causa desse mal é o viés político das contratações realizadas por administradores politiqueiros. Geralmente, quando um prefeito assume, é obrigado a dar início a uma onda de nomeações de derrotados políticos em cargos de confiança. Aquele inexpressivo presidente de partido exige para si, um cargo em comissão que poderia, muito bem, estar sendo ocupado por um servidor de carreira. E com isso se inicia o inchaço da folha de pagamento, com criação de Cargos Comissionados, Secretarias e Gratificações para aliados de partido. 


 Administradores medíocres insistem em negar o ganho real aos trabalhadores apontando desculpinhas como “situação econômica do país”, “queda de arrecadação” e “aumento na folha de pagamento”, mas, no entanto, se esquecem de dizer que sempre são omissos e desidiosos quando não praticam com eficiência a fiscalização dos impostos e taxas, nomeiam para cargos em comissão pessoas que não são servidores de carreira, investem em festas populares como Carnaval, Festa do Peão, Ecal, Taça EPTV de futebol, etc. 

 A população tem que saber que a Prefeitura aumentou o IPTU e as Taxas Municipais em um índice que gira em torno de 8,70%, ou seja, são quase 9% de aumento no IPTU e nas Taxas de Licença para Comércio e Taxas para se Aprovar um Projeto de Construção. Então, depois do aumento na carga tributária de quase 9%, o mau administrador começa a tentar forçar os servidores a aceitarem apenas um índice maquiado de inflação que girará em torno de 5%. Até parece piada, mas o IPCA do governo federal tenta sem sucesso mostrar que os preços dos produtos ao consumidor aumentaram somente 5%. 

 Um administrador realmente comprometido, tem o dever de sentar com os representantes da categoria e discutir, deliberar, negociar, ou seja, tem o dever de dialogar com a categoria que faz o município ser um modelo de cidade. Do contrário, essa atitude típica do Alcaide da Idade Média, seria como voltar à época do império, onde os desmandos do imperador deviam ser aceitos sem diálogo por parte do proletariado, sob pena de serem os plebeus jogados aos leões.

 Nós servidores, estamos perdendo todo o nosso poder aquisitivo por culpa dos maus administradores, que querem a maior fatia do bolo para si e para os partidos aliados e jogam o pobre trabalhador na sarjeta. O que um verdadeiro gestor público deve demonstrar nessa hora, é que sabe fazer a máquina pública funcionar, com compreensão e sabedoria na hora de dialogar de forma que se dê uma “paridade de armas” a ambas as partes. 

 Como bem se sabe, parte do ICMS retido volta para o Município por meio de repasse, mas o que o Poder Público Municipal faz para aumentar a arrecadação de ICMS? Cadê a política de incentivo ao pedido de Nota Fiscal? A fiscalização nesse sentido é falha, e por isso mesmo, a arrecadação tende a cair onde a fiscalização é precária. 

 Um administrador competente deixa o viés político de lado e escolhe seus colaboradores dentre os servidores de carreira concursados, que já conhecem o serviço. Mas alguns mal preparados se rendem às ameaças partidárias e terminam por contratar terceiros estranhos ao serviço público para ocuparem cargos de chefia, direção e assessoramento. 

 O servidor público municipal de Guaíra merece obter ganho real. A mera reposição de índice inflacionário é um castigo ao servidor concursado, já que a mera reposição se assemelha àquele que caminha vários quilômetros em uma esteira: se desgastará em demasia, mas não sairá do lugar. 

 Não aceitaremos mera reposição. 

 Servimos muito e não vamos nos contentar com migalhas que venham a cair da mesa farta do patrão.  

Hoje a Cesta Básica do Procon/SP está em R$ 662,38 e nosso Auxílio Alimentação está em R$ 430,00, ou seja, estamos longe de ganhar o mínimo que um paulista necessita para sobreviver no Estado mais desenvolvido da Federação. 

 REAJUSTE COM GANHO REAL É NOSSA PRINCIPAL REIVINDICAÇÃO.

 DIRETORIA EXECUTIVA DO SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS – Rodrigo Soares Borghetti – Presidente

Nenhum comentário: