31 de mai de 2019

A Chapa Puro Sangue de Zé Carlos

Imagem retirada da internet
Adeir Alves:

Não será fácil para Zé Carlos permanecer na Administração Pública em face às pressões de seus apoiadores, ávidos para que ele proclame sua independência e anuncie sua candidatura a prefeito na próxima eleição. Trabalhando em silêncio e sempre prestativo, o atual Secretário de Obras têm suportado, calmamente, a ciumeira, a deselegância da matilha indômita do Sucessor do atual Prefeito; uma situação desconfortável nutrida pela ganância, no entanto, um desconforto que vem encorajando o grupo Carlista a convencer Zé Carlos a não ser apenas uma peça no jogo político e, sim, um sujeito da história política. “É a posição de quem luta para não ser apenas objeto, mas um sujeito da história” Paulo Freire, Pedagogia da Autonomia. 


 Quem diria que um dia, a profícua amizade entre o líder do DEM, no Governo Municipal, e o atual Vice-Governador Rodrigo Garcia (DEM) pudessem render esperanças aos aliados Carlistas. Esta união entre o Vice-Governador do Estado de São Paulo consolidou quando, há época, Zé Carlos comandou o Escritório Regional da Casa Civil do Estado de São Paulo, na região de Barretos. Entretanto está para ser anunciada uma robusta verba fruto da boa convivência entre o Ex-Prefeito e o Rodrigo Garcia, no valor de R$ 500 Mil, que será investida na troca de canos de amianto pelo PVC, demanda que há anos não se resolvia em nossa cidade. 

 Com o anúncio da referida verba citada acima, Zé Carlos assume o risco de ser fritado, dito isso, o líder do DEM sabe que esse é o momento frutífero para assumir um cargo junto ao Governo do Estado de São Paulo, evitando um clima profano e de beligerância com o raivoso Vice-Prefeito. 

 Com a popularidade do prefeito Zé Eduardo indo de mal a pior, o cenário político aponta para Zé Carlos tomar uma atitude inesperada, ouvir a voz da rua e assumir um cargo ao lado de Rodrigo Garcia. 

 Com a possível saída do grupo, o postulante ao cargo a prefeito em 2020 evitaria confrontos desnecessários na Gestão Pública e, com uma nova proposta junto ao Governo do Estado enumeraria verbas para Guaíra, contudo, auxiliando o Chefe do Executivo na construção de casas populares. 

Zé Eduardo sabe que a política na sua essência, não seria mais uma simples luta de interesses individuais de membros de seu grupo, e que Zé Carlos pode vencer o aglomerado da esquerda; ele, o seu Sucessor, Renato César Moreira, contribuiria e, muito, para ser um vereador bem votado, no próximo pleito eleitoral!

 Não é novidade para ninguém que o célebre vereador Caio Augusto (DEM) vem somando forças no Parlamento Guairense, sobretudo, isso alimenta uma possível união entre os Pares apoiadores. Contudo, unindo forças junto à classe política, é que, em breve, ecoará nos quatros canto da cidade o anúncio da Chapa Puro Sangue: Zé Carlos Prefeito e Caio Augusto Vice; pai e filho juntos e unidos, isto seria inédito na história política do município. 

 Como o apoio de Zé Eduardo será fácil convencer o Vice-Prefeito que agora não é o momento dele - e sim - da Chapa Puro Sangue – e é sobre esta afirmação: ou apoiamos ou seremos uma página em branco em nossa biografia política, o Prefeito, sabiamente, convenceria seu Vice a abaixar a guarda e unir-se à nova Chapa. 

 Ao anunciar o nome de Caio Augusto como seu futuro Vice-Prefeito, Zé Carlos dá um salto na vida pública, cravando seu nome na história, vencendo três eleições para prefeito, e ainda de quebra, enterraria de vez um possível cenário fúnebre nas próximas eleições entre Renato Moreira e Zé Eduardo.

 “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer” Geraldo Vandré “

A política é a arte do possível. Toda a vida é política.” Cesare Pavese

Nenhum comentário: