20 de dez. de 2019

Duas empresas, uma faz o serviço e outra fiscaliza, isso pode vereadores?

Adeir Alves:

 Ontem, em sua rede social, o cirurgião dentista, Dr. Cervantes Garcia destacou um importante fato, que se não fosse seu senso crítico aguçado, passaria despercebido.

 Com grande currículo em sua bibliografia de vida, Dr. Cervantes como é conhecido, prestou serviço de excelência à família guairense, até que se aposentou deixando um grande legado e aprendizado à odontologia municipal. 


 Voltando a falar de seu poste, o Cirurgião Dentista salientou que, “a prefeitura contratou uma empresa para fazer o recapeamento das ruas e outra pra ver se o asfalto é de boa qualidade”. Ou seja, o governo contratou uma empresa para fazer o recapeamento nas devidas regiões mapeadas, e isso terá um custo proveniente do erário público, até aí tudo bem, mas têm um singelo questionamento que cabe reflexão entre os representantes do Povo, os Vereadores: será que não é um gasto desnecessário contratar outra empresa para fiscalizar o serviço, se temos o Legislativo com plenos  poderes  de fiscalização? 

 Entenda o questionamento: Uma empresa é contratada para fazer um serviço e, ao mesmo tempo, contrata-se outra para fiscalizar, isso não é estranho aos olhos de nossa população que, na verdade, é ela que vai pagar por esse (será que isso não é um gasto desnecessário) serviço!? 

 Os Parlamentares, dentre suas atribuições, está a nobre prerrogativa de fiscalizar as ações do Poder Executivo na aplicação do dinheiro público, ou seja, gerido pela Gestão Municipal, cabe, então, a eles dar uma resposta e esclarecimento à sociedade Guairense.  

Por isso que é muito importante ficar ligado no trabalho do Vereador que você escolheu, para representá-lo. 

A imprensa que também é um órgão fiscalizador divulgou sem, ao menos questionar o porquê de tudo isso.

 “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer” Geraldo Vandré 

 Foto: g1.globo.com

Nenhum comentário: