27 de out de 2009

Conselheiros Tutelares fazem Boletim de Ocorrência contra funcionários da prefeitura com a alegação



20 de outubro de 2009
Conselheiros Tutelares fazem Boletim de Ocorrência contra funcionários da prefeitura com a alegação
Conselheiros Tutelares fazem Boletim de Ocorrência contra funcionários da prefeitura com a alegação de preservação de direitos. Segundo consta no Boletim de Ocorrências da Polícia, no último sábado, dia 17, os Conselheiros Tutelares Julia-no Aparecido Rocha Rodrigues e Evaldo Gabriel Macelino, compareceram no Plantão Policial alegando que na sexta-feira, dia 16, foram até a sede do Conselho Tutelar Ueber Riquiel e Bruno, ambos funcionários públicos municipais, que trabalham no CPD, os quais disseram que tinham ordens para verificar os computadores. Inicialmente o conselheiro Juliano os acompanhou, mas chegou atendimento e o mesmo teve que ausentar-se da sala. Com isso o conselheiro Evaldo adentrou na sala e percebeu que Bruno estava olhando um relatório, tendo minimizado, ao perceber sua presença; Evaldo indagou o motivo pelo qual o mesmo via o relatório, sendo que nada responderam, oportunidade que informou a Ueber e Bruno que não podiam ver os os relatórios, pois eram sigilosos. Neste momento Ueber mandou Bruno imprimir tal relatório, sendo que não deu para os Conselheiros verem de que assunto se tratava e em seguida Ueber pegou alguns impressos e dobrando-os, colocou no bolso. Após Evaldo comunicou o fato a Juliano, que foi atrás de Ueber, o qual disse que havia pego tal relatório a mando do Prefeito e nada mais disse. Registraram o Boletim de Ocorrências para preservar seus direitos. Nossa redação procurou o Conselho Tutelar para esclarecimentos sobre o ocorrido e fomos informados que nesta quarta-feira, dia 21, haverá uma reunião para tratar sobre o assunto e que mais informações somente serão divulgadas após a reunião. Procuramos também a assessoria de imprensa da prefeitura, mas até o fechamento desta edição não conseguimos contato.
Fonte: www.oguaira.com.br

Nenhum comentário: