20 de jun de 2019

Programa Linha Aberta na Rádio Alternativa FM 88,9

Nesta sexta-feira, amanhã (21), no Programa Linha Aberta na Rádio Alternativa FM 88,9, que vai ao ar a partir das 11h15,  o convidado especial será o Jovem Flávio Tavares. Participe pelo 3331-4000 ou pelo zap 99977-4000. Você também pode deixar sua pergunta nos comentários. 

São R$ 17 Milhões incutidos junto ao Orçamento Público, e que impacto isto acarretará à Cidade?

Adeir Alves: 

 Foi notório a toda sociedade que, ao ter a imprensa caminhando ao seu lado, para ajudá-lo a convencer que este empréstimo de R$ 13 Milhões junto à Caixa Econômica Federal, será bom para a Cidade, mas, no entanto, não ficou convincente, o tiro saiu pela culatra, ou seja, em face ao tempo perdido para tentar minar  o legítimo contraditório vocacionado pela a oposição, a entrevista do Prefeito José Eduardo Coscrato Lélis (PSDB), a meu ver, enfraqueceu a base aliada porque não apresentou consistência argumentativa! 

 Quando a Câmara de Vereadores retirou o projeto (emergência) que, até então, ilustra no seu conteúdo o convênio de R$ 13 Milhões junto à Esfera Privada, os Parlamentares mostram à Família Guairense, que não legislam sobre pressão, e que, respaldados pela Lei Orgânica, são representantes de uma sociedade ávida por uma cidade participativa, em consonância com a vontade Popular. 

19 de jun de 2019

Momento de Reflexão

 Vereador Rafael Talarico, em sua página no Facebook:

Boa tarde população de Guaíra, mais uma vez estou aqui neste espaço, no qual sempre demonstrei transparência em meu trabalho frente ao Legislativo municipal, para prestar esclarecimento à população da cidade, em especial a meus eleitores, como também a todos os cidadãos Guairenses que se identificaram com meu trabalho nestes dois anos e dois meses ocupando uma cadeira de Vereador suplente. Venho por meio deste comunicar que na data de hoje, por volta de meio dia, recebi mensagem do Digníssimo Prefeito Municipal, Sr. José Eduardo Coscrato Lélis, o " Comunicado" que estaria exonerando de seu Cargo junto ao Deágua o Sr. José Natal Pereira, para que o mesmo reassumise a cadeira na qual o pertence, pois como todos sabem, sou o primeiro suplente a Vereador do PSDB de Guaíra.

12 de jun de 2019

Foi uma luta árdua, mas o Povo venceu Zé Eduardo

Adeir Alves: 

 Na Sessão Ordinária de ontem dia 11/06, na Câmara Municipal, a População compareceu em massa, para prestigiar e protestar contra o projeto do Executivo Municipal, que, até então, solicitava ao Parlamento a autorização para realizar junto à Caixa Econômica Federal, um robusto empréstimo de R$ 1O Milhões a serem pagos em oito anos, com dois anos de carência, jogando toda a responsabilidade desta somatória, para outro prefeito pagar. Zé Eduardo é velhaco! 

Com a Casa de Leis lotada, o documento que ressalta o referido Empréstimo foi retirado da pauta de votação (regime de urgência), foi apenas apreciado, no entanto, para ser votado em outra Sessão - uma vitória do Povo - que abandonou seus afazeres para exercer seu direito e exigir que esse Convênio não fosse votado e aprovado com tanta pressa, e sem o consentimento da Família Guairense, contudo, os Legisladores agiram certos aquecidos pelo sentimento de responsabilidade ética e moral. 

10 de jun de 2019

Exclusivo: Como Zé Eduardo joga os Vereadores contra a População

Adeir Alves:

Na Sessão Ordinária de amanhã dia 11/06 às 20:00hs na Câmara Municipal será posto em votação de urgência, o Projeto polêmico que pede o aval dos Parlamentares à solicitação a um robusto empréstimo, como nunca antes na história, de R$ 10 Milhões junto à Caixa Econômica Federal, para serem pagos em oito anos, com dois anos de carência. 

No ano passado os Vereadores aprovaram o Projeto de Zé Eduardo que pedia à Câmara Municipal a autorização de um empréstimo, cuja quantia foi de R$ 4 Milhões, para, no entanto, serem pagos em quatro anos, sendo que dois anos o próximo Prefeito assume a dívida, mesmo assim a Câmara foi generosa, autorizou! Somado os R$ 4 Milhões mais os, se aprovados, R$ 10 Milhões, são R$ 14 Milhões, uma dívida que, a meu ver, vai engessar o próximo Governo, isso sim é preocupante, porque trata-se de incutir uma enorme quantia junto aos gastos no orçamento da Máquina Pública sem, ao menos, prever a economia da Cidade e do País, no futuro.