19 de mar de 2011

Esporte Solidário - Resgatando Valores na Periferia do Município.


O educador Adeir Alves, vivenciou um momento de reflexão sobre a violência, com os educandos da periferia do município. Com a falta de políticas esportivas, culturais e incentivos no lazer, o aumento da violência na periferia da cidade, tem sido freqüente.
Com a carência de atividades que possam resgatar valores que agregue nossos jovens na sociedade, com a escassez de políticas públicas, por parte do poder público a nossa juventude, vive um drama , jogada pelas ruas da cidade, pronta para ser aliciada ao mundo do crime.
Assistido a tudo isso, que vem acontecendo na periferia do município, o educador Adeir Alves, em um momento de reflexão, alertou os jovens, para o perigo das drogas e ainda comentou o fato envolvendo a questão da violência na Escola Dalva Lélis Garcia do Prado, nos meios de comunicação.
O educador refletiu junto com os educandos sobre a conservação da Escola Dalva Lélis Garcia do Prado e solicitou aos alunos, que cuidem da escola, porque, a escola é o nosso patrimônio, e é através de nossos impostos que o Governo mantém a escola, por isso, devemos zelar pela nossa escola e sentir orgulho por estudar. Nossa obrigação como cidadãos de bem é zelar e cuidar da escola de nosso bairro, isso é cidadania, ressaltou o educador.
São momentos como esses que aproximam os jovens da realidade. É através de uma reflexão que todos tomam consciência que são agentes transformadores. O papel do Educando na periferia é além de garantir os direitos dos cidadãos, mostrar os deveres que cada um têm com sua comunidade. O educador Adeir Alves, mostrou aos alunos também, quais são os projetos que o poder público mantém para melhorar a realidade da comunidade da periferia do município. Salientou aos educandos, que como morador de um bairro pobre, passou várias dificuldades, mas com muita dignidade e sem se envolver em situações elícitas, conseguiu cursar uma faculdade, hoje da uma lição de cidadania desenvolvendo projetos, com crianças e adolescentes carentes, na periferia do município.

Nenhum comentário: