20 de mai. de 2011

Vereadores aprovam reajuste de seus próprios salários.

Neste projeto de lei são reajustados os subsídios dos vereadores e do Presidente da Câmara em 6,01%, sendo que o subsídio dos vereadores passa de R$ 3.656,73 para R$ 3.890,56 e do Presidente da Câmara passa de R$ 3.656,73 para R$ 3.890,56.

O vereador José Antônio Lopes se manifestou insatisfeito com as críticas que foram realizadas sobre o reajuste e afirmou que a Câmara de Guaíra tem a menor remuneração da região. Usou como comparativo a vizinha Miguelópolis, o qual o vereador disse que os subsídios dos vereadores daquela cidade são quase o dobro do praticado aqui. José Antônio continuou seus comentários afirmando que os vereadores de Miguelópolis têm um assessor para cada um e três carros a disposição e fez questão de lembrar as pessoas que todos os meses acontecem sessões extraordinárias e que os vereadores não são remunerados pelo trabalho extra.

Ele citou que não é preciso ir muito longe, bastam 60km, pois a nossa vizinha de Estado Uberaba paga a seus vereadores o 13º salário, fato que não ocorre no Estado de São Paulo. Segundo ele, ainda nesse mandato os vereadores votarão um bom reajuste para a próxima legislatura.

Esta é uma Câmara enxuta, afirmou o vereador José Reginaldo Moretti, que em 2010 devolveu aos cofres da prefeitura mais de 90 mil reais que foram destinadas a Santa Casa e que ele como vereador atende a todos em qualquer horário e em qualquer local.

Renato Moreira complementa dizendo que todos os eventos que são realizados em benefício das entidades do município, o primeiro local procurado para venda é Câmara e que os vereadores e estão sempre prontos a colaborar. O vereador comentou que a Câmara não cobre as despesas com gasolina e desgaste dos veículos dos vereadores. Aprovado por unanimidade.

Vereadores de Miguelópolis não tem assessor particular.

Entramos em contato com o Presidente da Câmara Municipal de Miguelópolis, Denivaldo de Freitas Osório (conhecido no município como Gula) e questionamos sobre os dados que foram mencionados pelo vereador José Antônio.

A remuneração dos vereadores daquela cidade é de R$ 3.635,00 e não quase o dobro do que ganham os vereadores de Guaíra como mencionado por José Antônio.

Outro dado incorreto que foi dito é o que se diz respeito a assessoria dos vereadores de Miguelópolis; Gula afirmou que nenhum vereador tem assessor particular.

No que se refere à frota de veículos a disposição dos vereadores, atualmente a Câmara de Miguelópolis conta com dois veículos para atender a todos vereadores, e segundo o presidente daquela Casa de Leis, alguns vereadores nem ao menos dispõe de veículo próprio.
Fonte: O Jornal – 30/042011 (Folha 04)

Nenhum comentário: