21 de jun de 2011

Onde está o nosso Turismo?

A administração do Prefeito José Carlos Augusto (DEM) ainda não apresentou o tão sonhado plano turístico, que agregasse o desenvolvimento do município, bem como o aquecimento do nosso comércio que vive atravancado.
Desde que o Prefeito nomeou o Secretário de Turismo, Indústria e Comércio, toda comunidade tinha como propósito, uma dinâmica no turismo, com o surgimento de várias políticas que viessem aquecer o comércio e descentralizar o lazer para a comunidade.
É notório que o Carnaval, Festa do Peão e o Ecal, continuem sendo o carro forte de todas as administrações, estamos caminhado para o quarto ano de administração da Coligação União e Progresso e ainda não presenciamos nada de novo apresentado pelo Secretário de Turismo que ganha um invejável salário.
Uma injeção de criatividade, talvez seja preciso, para que o município comece a andar nos trilhos do progresso, norteado pelo turismo, alimentado pela geração de renda, a falta de criatividade e o sossego do Secretário de Turismo está retrocedendo o turismo no município.
Nossa cidade ladeada de três rios, sendo um de grande importância, cadê a exploração deste potencial para o turismo, a ecologia, a área rural, e tantas outras formas que poderiam ser potencializadas em favor do turismo em nossa cidade, quantos projetos não poderiam ser feitos até mesmo dentro de nossa cidade no que se refere ao turismo, mas o que vemos a inércia da Secretaria de Turismo.
O nosso Centro Poliesportivo Vicente Lacativa que está encoberto pelo mato e habitado pelos animais, muitos projetos esportivos, culturais, educacionais e geração de renda poderiam ser desenvolvidos nessa área ociosa de grande amplitude.
Imagine a devastada e abandonada mata do Residencial Thaís I e II, uma área como aquela abandonada por falta de um olhar futurismo do Poder Público, quantos projetos poderiam ser desenvolvidos ali, e dando fim ao desmatamento.
O Prefeito vai reforma um prédio que não é público e gastar a exorbitante quantia de R$ 142, 964.88 (local onde está localizado o prédio da Secretaria de Educação) ainda irá gastar mais 390 Mil para cercar o Parque de Exposição Ademir Giovanini, ainda não sabemos quem ganha com essa atitude nada coerente do Prefeito José Carlos Augusto (DEM), mas quem perde são os moradores da periferia que convivem com a ociosidade e falta de investimentos na comunidade. Essa atitude nada coerente do Prefeito precisa ser revista pelos vereadores que foram eleitos democraticamente.
Os projetos para o turismo também poderiam nascer nas atitudes dos nobres vereadores, que ainda não tiveram um olhar futurismo, para o nosso esquecido turismo, o dia que os vereadores resolver fiscalizar a mata do Residencial Thaís e o Centro Esportivo Vicente Lacativa e trabalhar em conjunto com o turismo, muita coisa irá mudar para o bem do meio ambiente e de toda comunidade.
Por fim se alguém souber nos informar quais ações ou projetos relacionados ao turismo em nossa cidade, favor entrar em contato conosco.

Nenhum comentário: