2 de ago de 2011

Coligação União e Progresso não cumprem promessa, por isso não se reelegerá em 2012.

Imagem Ilustrativa.
Durante a campanha em 2008 a Coligação União e Progresso em seu discurso que parecia convincente, por várias vezes mencionaram que, após serem eleitos, já em janeiro de 2009 construiriam 400 casas populares.
Com seu discurso político, convenceu a população a acreditar no grupo da Coligação União e Progresso, que possivelmente resolveria o problema do déficit habitacional no município, tudo não passou de uma utopia, que fizeram a comunidade acreditar no impossível.
Sem um plano habitacional, e sem força política, com os governos Estaduais e Federais, a Coligação União e Progresso não conseguiram realizar sua promessa de campanha (400 casas populares), no seu mandato, isso causará sua derrotada nas urnas em 2012.
Para piorar ainda mais a situação da Coligação União e Progresso, o Prefeito José Carlos Augusto (DEM) tentou dar sua última cartada, mas o tiro saiu pela culatra, ele tentou pegar carona com uma empresa particular, que irá construir as 800 casas populares no município, mas não deu certo, isso só piorou ainda mais a relação entre o POVO e a Coligação União e Progresso. Não pense que o POVO é bobo!
Estamos caminhando para o quarto ano da administração da Coligação União e Progresso, não sinalizará sua promessa de campanha a construção das 400 casas populares, a população está insatisfeita com a Coligação União e Progresso, por isso a derrota em 2012 será inevitável.
A comunidade está decepcionada com o grupo da Coligação União e Progresso, que prometeu as 400 casas populares, e até agora não cumpriu a promessa de campanha.

Nenhum comentário: