25 de set de 2011

Em 2009 não existia contrato com a imprensa, os ataques eram freqüentes.

Imagem ilustrativa retirada da internet.

Em meados de 2009, tudo parecia real, a velha imprensa exercia sua função fiscalizadora, as perseguições ao gestor público eram freqüentes e, ao ficar acuado, cedia ao jogo sujo da imprensa, é notório que, com um contrato milionário, a imprensa cessaria os ataques.
A inversão de valores, sempre foi o carro forte dessa imprensa sem ética, que há anos vive a custa do dinheiro público, essa manobra conduzida pela imprensa e aderida pelos gestores públicos, parece não ter fim.
O que é mais engraçado neste jogo sujo da imprensa pode faltar dinheiro nas áreas da saúde, educação, esporte, laser cultura e infra-estrutura dos munícipes, mas o dinheiro para sustentar a família imprensa, não pode faltar, vocês já sabem BEM o que acontece se faltar dinheiro, esse jogo sujo da imprensa se arrasta há anos.
O poder de manipular está evidente na capa da imprensa, que não mede esforços para proteger seu patrão, enquanto isso a falta de informação, a falta de ética da imprensa, está conduzindo um público tão vil quanto ela.
Paga se BEM fala se BEM, essa não é nossa imprensa que desfalcando os cofres públicos, para ela, tanto faz, Prefeituras ou Câmaras Municipais desse Brasil de todos, o dinheiro público está sendo usado para silenciar a imprensa, ninguém fiscaliza ninguém, e tudo fica muito melhor para imprensa.
O direito a informação está sendo negado nas páginas da imprensa, o cerceamento a crítica ao governo está evidente na imprensa, elogios são sempre BEM vindos. A imprensa está no bolso de alguém que paga BEM.

Nenhum comentário: