7 de jun de 2012

Ledo engano de quem pensa que a imprensa está do lado do povo.

Enquanto a imprensa estiver nas mãos de uma única família, com um único propósito de não criticar os governos, e surrupiar os direitos da comunidade menos favorecida. Muita calma nesta hora. Vocês viram isto: a família que detém o monopólio da informação é politiqueira, manipula as notícias e brinca com a cara do povo.

A família que detém o monopólio da imprensa, há quase um século, protegem os atos de corrupção através de sua prática mais abominável, a manipulação da verdade, com isso ela favorece um grupo político que ostenta o poder do autoritarismo, isso sem o consentimento da comunidade, falando nisto, a família imprensa vive a custa do dinheiro público a base dos contratos, com Prefeituras e Câmaras Municipais, a ação manipuladora e perversa da família que detém o monopólio da informação está evidente no humilde cotidiano, contudo, a classe menos favorecida (esclarecida) está a mercê de governos corruptos.

O sinistro a arrogância da imprensa está sendo encobertado nas suas atitudes antidemocráticas, o Bichão na pele de cordeiro, há quase um século - uma história de manipulação é pago com dinheiro público, sendo assim, ela a família imprensa é omissa, ela não vê, não ouve, e muito menos registra os fatos pertinentes a comunidade, uma imprensa sinistra e politiqueira. Até entendo o amigo leitor quando abre um jornal e não consegue entender o porquê – apesar de tantas irregularidades e denúncias de corrupção, nada sai no jornal. Agora após lerem esse texto, você nobre leitor desse humilde blog entenderá o porquê.

Esse ano é um ano de eleições, é um ano de muito trabalho para imprensa: eleger seu candidato ou seu patrão, o trabalho da imprensa mercenária é a politicagem em suas páginas, um trabalho disfarçado menos sutil, ao que transgride a falta de ética jornalística, mas cadê o direito da comunidade menos favorecida? São respostas que nunca veremos nas páginas dessa mesma imprensa politiqueira.

O surgimento de uma Imprensa cujo fim é tratar de interesses da comunidade, do progresso do município, uma imprensa com cara de democracia, uma imprensa que não vive a custa do dinheiro público, uma imprensa que não seja politiqueira, uma imprensa que não seja o Bichão na pele de cordeiro, uma imprensa honesta - o surgimento de uma imprensa com estas qualidades, será sempre bem-vindo.

O que estamos lendo diariamente é a manipulação, o favorecimento a um grupo político, esse lamentável fato tem perpetrado na ousada atitude da imprensa, que ao mesmo tempo, se julga a dona da verdade, mas esconde um escuro, um abismo de corrupção por trás do seu cotidiano. Lendo engano de quem pensa que a imprensa está do lado do povo.

O progresso de um município, a construção da cidadania, os direitos da comunidade menos favorecida, não pode ficar a mercê de uma manipulação favorecida a um grupo político, entretanto, a regularização da mídia se faz necessário, para pôr fim aos monopólios pertencente a uma família mal intencionada que detém o poder da informação manipulada.

O povo não está pronto para conviver com a nova cara da imprensa, cujo fim é politicagem.


"Quando a imprensa não fala, o povo é que não fala. Não se cala a imprensa. Cala-se o povo." (William Blake)

Nenhum comentário: