23 de jun de 2013

Globo derruba a grade. É o golpe!

Por Paulo Henrique Amorim, no blog do Altamiro Borges:

 A Rede Globo, em tevê aberta, nesta quinta-feira, um dia depois de os prefeitos do Rio e de São Paulo reduzirem as tarifas, derrubou a grade de programação e se dedicou, sem comerciais!, a abrasileirar o Golpe pela tevê que a Direita conseguiu, por 48 horas, contra o Chávez, na Venezuela.

 Clique aqui para ler “tem um monte de Cabo Anselmo nas ruas”.

 A Globo, tão boazinha, fala em democracia, não violência, paz, luta contra a corrupção e entra no Brasil inteiro com imagens ao vivo do quebra-quebra, do desmando, da falta de Governo!

 É a pseudo – informação.

 Porque a Globo não desce lá embaixo. 

 É do alto, do helicóptero. 

 O repórter fala do que vê na tevê. Não vê o que se diz lá embaixo. 

 A “cobertura” não tem contexto. Não tem outro lado. 

 Outra versão. 

 Não tem uma autoridade. 

 Por duas horas seguidas, a Globo não põe no ar uma única palavra de alguém, com o manto da autoridade, para jogar água na fervura.

 É pau, ao vivo.

 Pau! 

 O desmando, a desorganização.

 A saturação do caos. 

 Os repórteres, coitados, vítimas do gás lacrimogêneo. 

 É o “jornalismo catástrofe”! 

 Invadam o Itamaraty! Subam no Congresso. Fechem a ponte Rio-Niterói. Esculhambem o Governo! 

Porque o William Bonner esta aqui, desde cedo, para dar visibilidade! 

 Ponham fogo que fica mais “televisivo”. 

 Lamentável, diz a repórter! 

 E tome fogo! 

 Lamentável.

 E tome pau!

 O Palácio do Planalto cercado!!!

 É um Golpe. Manjado. 

 Na Venezuela, deu certo, por 48 horas.

 Lá não tinha Copa do Mundo que a Globo não pode permitir que dê certo – clique aqui para ler “Globo boicota e fatura com a Copa”. 

 Aqui tem. 

 De repente, o brasileiro passou a odiar futebol. 

 A próxima cobertura da Globo, depois de derrubar a grade de programação, é o impeachment da Dilma.

 Palavra de ordem que já se viu na Avenida Paulista, ao lado de “ditadura, já !

” Viva a Democracia! 

Como disse o Conversa Afiada, a Globo embolsou o Movimento do Passe Livre. Não existe passeata de 50 mil pessoas apartidária. 

 Ou não dá em nada, ou derruba o Governo. 

 A Globo vai derrubar!

Nenhum comentário: