22 de nov de 2013

UPA COMEÇA A SER CONSTRUÍDA

Da Prefeitura Municipal- Guaíra/SP 
 A UPA – Unidade de Pronto Atendimento – já é realidade. Na próxima quinta feira, dia 28, será lançada a pedra fundamental deste primeiro prédio que deverá compor o Quarteirão da Saúde, no bairro Campos Eliseos. A cerimônia terá a participação do deputado federal petista, Newton Lima. Parlamentar, que também, destinou recursos no valor de R$ 400 mil para construção de outro posto de saúde, voltado para a atenção especializada. A UPA é um equipamento de atendimento ao público, que representará um avanço nos procedimentos de urgência e emergência no município.
Terá um investimento total de R$ 2,2 milhões. Destes R$ 220 mil já estão na conta da Prefeitura para executar a primeira etapa da edificação. A UPA é mais vantajosa para o município e de maior eficiência para os usuários, porque o governo federal destina R$ 170 mil por mês para o seu custeio. Atualmente este serviço de saúde é praticamente todo pago com recursos do orçamento do município. Além deste aporte a UPA contará com suprimentos imprescindíveis no suporte à vida como raio-X, eletrocardiografia, pediatria e leitos de observação. Unidade que também trabalhará integrada ao Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – que é a porta de entrada para os casos de emergência. Como o Samu, a UPA é realidade devido à influência do prefeito Sérgio de Mello na alçada federal do governo. O Ministério da Saúde só prevê a instalação de UPAs para os municípios com população superior a 50 mil habitantes. O Quarteirão da Saúde deve abrigar também: o Ambulatório de Referência e Especialidades Médicas, o CAPS – Centro de Atenção Psicossocial – e o Centro Administrativo da secretaria da Saúde com Almoxarifado e Farmácia. Somente a UPA ocupará uma 700 m². Os pacientes que procurarem atendimento na UPA serão avaliados por uma equipe multiprofissional que fará o acolhimento com avaliação e classificação de risco. Após a avaliação do paciente, ele é direcionado, de acordo com sua classificação para os setores de atendimentos de urgência e emergência, consultas, observação, reidratação e exames, podendo o mesmo ficar em observação por até 24 horas

Nenhum comentário: