4 de jan de 2014

Cada político tem sua privada?


Por Adeir Alves:

 A alegria de vencer eleições, depois de um cansativo processo eleitoral expondo seu plano de governo, por esse imenso Brasil a fora, entre abraços, longos apertos de mãos, tudo acompanhados pelos capangas defensores, que mais tarde, serão chamados de privadas.

 Na verdade o que era para ser uma verdadeira maravilha após vencer as eleições, sobre o domínio dos capangas defensores de seu miserável pão, mas antes de prosseguirmos com esse imaginativo texto que tem em seu fundo uma verdadeira mensagem, iniciaremos uma história, neste momento, solte sua imaginação liberte se para o mundo da fantasia, pois bem: o político salvador da pátria após vencer seu concorrido pleito eleitoral, sempre ao ser questionado quanto à conduta defensiva de seus capangas, sem meia palavras ele sempre vai dizer que esta é a minha privada que eu terei que
carregar, esfregando seus bagos, afirma o político que foi preciso esquecer os princípios da política e se alinhar aos capangas conhecidos por privada e, sem ela, quem irá me defender , neste momento você está sobre o poder da imaginação procurando entender quem é a privada desse ou daquele político?

Na política tem lá seus mistérios, tem lá suas incógnitas, seus segredos escondidos a sete chaves, porém quando lemos ou assistimos no teatro sinistro da política o desesperos dos capangas em defender sistematicamente seu miserável pão, entendemos que a privada faz parte do sistema oriundo dos laços políticos germinado no processo eleitoral por esse Brasilzão a fora, e, com clareza, vem à nossa memória a história contada pelo santo político salvador da pátria, é a privada que muitos políticos tem que carregar, ao longo de seus quatros anos. 

Na vida pública de muitos políticos, de um modo geral, cada um tem a sua privada, geralmente gestada no processo eleitoral, seja defensiva ou enxerida, lá está a privada à sombra do político e à margem do dinheiro público, a imaginação fica por conta de cada leitor, e na sua cidade, existe uma privada?

Nenhum comentário: