28 de jan de 2014

Secretária de Educação afirma que Processo Seletivo será mantido

A secretária de Educação Cida Ferreira afirmou que o processo seletivo para contratação de professores substitutos e profissionais que vão atuar nos CECONs (Centro de Educação Continuada), aplicado no domingo 26, será mantido porque não houve nenhuma irregularidade capaz de forçar seu cancelamento. Durante coletiva para a imprensa, ocorrida na manhã de segunda-feira 27, ela rebateu os questionamentos e disse que todos os procedimentos adotados até a aplicação das provas seguiram o que estava previsto do edital. No dia do exame, alguns candidatos chegaram atrasados e foram impedidos de realizar as provas, que começaram a ser aplicadas às 8h. Eles alegaram que não foram informados com antecedência da alteração do horário, antes previsto para às 9h. De acordo com Cida Ferreira, o item 4.1.2 do edital foi retificado e publicado no dia 9 de janeiro. A alteração avisava que o horário de aplicação das provas seria definido depois da homologação das inscrições. Cida Ferreira esclareceu que essa alteração foi necessária devido a quantidade de candidatos inscritos, que ficou acima do esperado. “O candidato já deveria estar em alerta, porque após a homologação haveria indicação da escola e do horário a ser realizada as provas”, afirmou a secretaria. A homologação aconteceu no dia 22 e o horário e local das provas foram publicados no dia 23 de janeiro.
Cida Ferreira informou ainda que o item 9.3 do edital deixou claro que a responsabilidade de acompanhar a publicação de todos os atos, avisos e comunicados relativos ao processo seletivo era inteiramente do candidato. Ela acrescentou que o processo seletivo foi divulgado nos sites da Prefeitura e empresa que aplicou as provas — a Persona Capacitação —, no Diário Oficial, nas redes sociais, emissoras de rádio, carro de som, nos murais do Paço Municipal e Secretaria de Educação e também por meio de atendimento telefônico. O edital informou, no item 9.4, que não haveria avisos emitidos por meio das agências dos Correios. “Quem faz uma inscrição para qualquer tipo de processo seletivo ou concurso, é necessário fazer a leitura na íntegra do edital e acompanhar suas retificações”, acrescentou a secretaria. Todas as inscrições foram feitas por meio da internet, no site da empresa que aplicou as provas do processo seletivo. Quem não tinha acesso à rede poderia utilizar o laboratório de informática disponível ao público, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Cida Ferreira também explicou que não foi incluído no edital a quantidade de vagas disponível para cada cargo porque não era possível prever com antecedência o número de profissionais que eventualmente precisariam ser substituídos ao longo do período. São profissionais que pedem afastamento pelos mais diversos motivos, como saúde e gestação, por exemplo. “Não podemos contratar mais do que a necessidade da rede”, acrescentou a secretaria. Fontes: DireCom Guaíra.

Nenhum comentário: