5 de fev de 2014

Companheiro Tião Vancim, a luta continua

Por Sérgio de Mello, nas redes sociais: 

Caro companheiro Sebastião Vancim Filho , ainda bem que você conhece - desde as memoráveis greves dos bancários nos anos 80 - a dureza da luta de classes e do querer remar contra a maré nesse rio caudaloso e cheio de obstáculos que é a política. A oposição, no Legislativo e parte da imprensa, em Guaíra ou em qualquer lugar do Brasil, sempre foi e será muito dura com as lideranças do Partido dos Trabalhadores. Como não tenho barba, não podem me tratar como sapo barbudo, mas assim como o LULA, muita gente por aqui não me engole no poder...
O mesmo acontece com aqueles companheiros mais próximos, que demonstram fidelidade e coragem, não por uma pessoa, mas por um projeto político de mudança, liberdade e justiça social, para nossa cidade, Estado e Pais. Você foi corajoso e leal amigo Tião, nas eleições municipais de 2008, ao aceitar o "rabo de foguete" da candidatura a vice-prefeito; você não exitou em assumir a presidência do diretório municipal do PT no último período; assim como não recusou adentrar o campo minado do setor de compras, mesmo com a herança calamitosa que recebemos e as muitas situações de emergência, em vários setores da administração. E o mais grave, com um TAC-Termo de Ajuste de Conduta firmado pelo prefeito anterior com o Ministério Público, em julho de 2011, que nem mesmo ele conseguiu honrar por falta de mudanças estruturais na área de compras, estoques, frota e almoxarifado. Nosso primeiro ano foi muito difícil e vivemos muitas situações de ter que "trocar o pneu com o carro em movimento". Erros formais e até mesmo algumas falhas técnicas seriam inevitáveis. Mas nada daquilo que nossos adversários maquiavélicos propagam. Fique tranquilo Tião, eu e todos os guairenses conhecemos o seu caráter e amor por Guaíra. Seu objetivo sempre foi o de bem servir e ajudar. Agradeço de coração seu apoio de sempre, bem como de toda sua família maravilhosa e amiga. Agradeço mais ainda pelo seu gesto de grandeza de - pela necessária governabilidade - propor sua saída do governo. Não acredito, mas quem sabe agora a artilharia pesada usada diminua, mesmo sabendo que buscarão outro alvo. A luta política é assim, infelizmente. Não se abata, siga em frente de cabeça erguida, com alegria e sua FÉ inabalável Naquele que tudo vê, tudo pode e nos fortalece. Como disse o poeta Fernando Pessoa, "Tudo vale a pena se a alma não é pequena". VALEU TIÃO VANCIM. Grande abraço.

Nenhum comentário: