24 de mar de 2014

Nenhum gestor público pode governar pressionado pelo desejo escuso da imprensa.

Por Adeir Alves: 

Na história de Guaíra- SP a imprensa sempre ditou as regras e ameaçou os grupos políticos que alicerçaram nosso município; há tempos a imprensa vem agindo covardemente, atacando gestões que recusam seus contratos milionários. 

Na verdade o município de Guaíra foi conduzido por grandes gestores, que fizeram história alinhada à política de
desenvolvimento da cidade, mas, entretanto, todos foram pressionados pela imprensa ou pelo raivoso Jornalão que a quase um século vive a custa do dinheiro público (claro que sobre pressão); naquela época, aproximadamente há uns 80 anos atrás, porém, a família do Jornalão exercia uma pressão feroz pelo dinheiro público sobre os gestores que acuados cediam os contratos milionários, até porque, senão, o jornalão atacava com inverdades.

 Outra face da Estória de Guaíra: 

O tempo passou e Mello é eleito pela maioria pobre, que desejavam o sonho da casa própria e sair dos aluguéis caríssimos - a promessa de Mello de acabar com a especulação imobiliária, fato que está culminando em uma guerra da imprensa pelo governo Melista. Alguém teria que frear essa fome insaciável da imprensa pelo dinheiro público? 

O poderoso mequetrefe Jornalão defendeu nos últimos quatros anos seu sepultado partido político sobre o domínio dos contratos milionários, abocanhando a robusta quantia de R$ 500 mil em 2011 e 2012, por isso houve um crescente déficit habitacional e um alavancamento na especulação imobiliária que favoreceu a classe rica de loteadores e deixou a classe pobre em maus lençóis. 

Mello sabia que, ao olhar para a classe pobre, seria fuzilado pelo Jornalão, porém, Mello não pensou duas vezes para cortar os contratos milionário com a imprensa, sobretudo desmamou a família inteira do Jornalão. Mello fez o que fez porque sabia de seu compromisso com os pobres.

 Desde que Mello cortou os contratos com o Jornalão para comprar da área para construir casas para a classe menos favorecida, o Jornalão vem afrontando a ética jornalística e conduzindo a liberdade de imprensa ao fundo poço, tudo pelo ódio do Prefeito que resolveu olhar para os pobres.
 Guaíra não é mais a mesma com propagação do ódio da imprensa pelo Gestor. 

Alguém tinha que enfrentar a imprensa em nosso município, nenhum gestor pode governar pressionado pelo desejo escuso da imprensa.

Nenhum comentário: