16 de set de 2014

Mello e o Pai de Santo

Adeir Alves

 Mello se prepara para depois das eleições desse ano dar uma injeção de ânimo na gestão Melista e tudo estão indicando que Mello irá mexer mais uma vez nas Secretarias que não estaria caminhando de encontro ao desenvolvimento da gestão Melista.


Com um governo inovador e futurista, Mello tem compreendido as necessidades que venham a ser incorporadas junto aos anseios do povo, certo disto, Mello ouviu o povo durante as plenárias sobre o Orçamento Participativo que ocorreram no mês de agosto desse ano nos Bairros da cidade, por isso Mello não tem medido esforços no tocante a atender o crescimento da máquina pública, mexendo nas devidas Secretarias quantas vezes for necessário. Mello tem arregaçado as mangas por Guaíra.

A título de lembrança esse ano Mello visando economias aos cofres públicos cortou na carne aproximadamente 20 cargos de sua gestão, fato que turbinou o poder de investimento na cidade, com recursos oriundo dos impostos, Mello também teve o cuidado de sepultar qualquer embrião que viesse a ser gestado em seu comando a frente da máquina administrativa, um Primeiro Ministro. 

Outro fator importantíssimo que Mello deve ficar atento depois de ter enterrado para sempre a possibilidade da gestação de um novo Primeiro Ministro da gestão Melista, Mello deverá estar atento ao embrião do Pai de Santo e suas penças, dito isso, Mello não deverá admitir Secretário ventríloquo do Pai de Santo, Mello, mesmo viajando em busca de recursos pra Guaíra, não tem tempo pra muitos detalhes que atravancam o andamento do plano de governo da gestão Melista, para tanto, na verdade, nesta altura da gestão, Mello deverá não ficar confuso e aflorar um olhar crítico na pasta da Cultura, é por amor á Guaíra? 


Mello tem apresentado para família guairense um governo futurista, de sonhos, de crescimento econômico e igualitário, e, se for preciso, Mello tem deixado bem claro que irá mexer quantas vezes for preciso nas devidas Secretarias até que as engrenagens da máquina pública rodem conforme os anseios do povo.

Nenhum comentário: