19 de nov de 2014

As três políticas Melista que irritou os furibundos editoriais da imprensa Guairense

Adeir Alves 

Infelizmente para quem não conhece Guaíra - SP acha que aqui em nossa cidade não tem saúde pública, educação, esporte, cultura, assistência social entre outras políticas públicas, pelo simples fato da imprensa desenvolver um jornalismo sem ética, sobretudo um jornalismo furibundo carregado de ódio pelo governo municipal.


 Para que possamos entender o ódio da imprensa pelo governo eleito democraticamente, voltaremos um pouco no tempo e refrescar nossa memória com algumas passagens aterrorizantes que deixaram muitas feridas em nossa comunidade, como por exemplo, nos últimos anos nosso município retrocedeu na importantíssima questão habitacional, assunto que não foi dado importância na imprensa, que brindou e protegeu o esquema sombrio da especulação imobiliária que, no entanto, deixou a família guairense pagando o aluguel mais caro da região e rendeu lucros à família da imprensa.


 As três prioridades de Mello

 Para resolver o milionário negócio da especulação imobiliária muito acentuado nos últimos anos, Mello comprou um terreno que tem condições de disponibilizar 1080 lotes para construção de casas populares e também, depois de muitas cansativas idas à Brasilia, Mello foi contemplado com 7 Milhões da Funasa no qual 20% desse montante já está cravado no caixa da Prefeitura para retirada da lagoa de dejetos, Ufa! Até que enfim Guaíra vai sepultar de uma vez por toda com muita luta o milionário negócio da especulação imobiliária que, na verdade deixou a família guairense em maus lençóis.

Nem tudo tem sido um mar de rosas para Mello, para que ele pudesse realizar o sonho da família Guairense quanto a questão de casas populares, Mello foi forçado a acabar com a farra dos contratos nebulosos entre Prefeitura e imprensa, com era antes, e, isso, rendeu economia aos cofres público que culminou com a compra dos lotes que, mais tarde realizará o sonho de muita gente, as casas populares.

Desde que Mello acabou com festona dos contratos entre Prefeitura e imprensa, Mello vem sendo injustiçado levando um baita coro da família da imprensa, mesmo que sem o consentimento da família guairense, a imprensa vem extrapolando em sua guerra contra o gestor público. Mello vem apanhando em silêncio, talvez se Mello não tivesse cortados os contratos com a velha imprensa conservadora, como era realizado antes, a história seria outra, mas Mello muito teimoso, pensou nos pobres. 

Mello também sepultou a guerra travado com nossa APAE quando, em seus primeiros atos, após assumir o Paço Municipal passou o terreno para nossa APAE, a grande área que antes impedia a APAE de receber verbas. 

 Mais uma um vez a imprensa usando de má fé tentou esconder no início da gestão Melista, os investimentos pesados na troca da rede de canos de amianto por canos de PVC, visando a questão de saúde pública de nossos munícipes, mesmo com toda essa guerrilha montada pela irritadíssima família da imprensa, Mello prefere não reagir.

Nenhum comentário: