2 de mai de 2015

O dia que a sociedade civil organiza irá enfrentar o PIG

Adeir Alves 

 Exaustivamente venho tentando chamar a atenção dos leitores dessa humilde coluna sob o quanto a família-imprensa vem erguendo um jornalismo demoníaco moldado no autoritarismo, cujo interesse é conturbar o cenário político de nosso município. 

 Recentemente em nosso município, uma matéria calcada de puro ódio vinculada por um veículo de imprensa sem ética, um verdadeiro jornalão mercenário, aflou meu senso crítico e me fez refletir o quanto a família-imprensa tenta influenciar nas decisões dos homens públicos, dito isso, vamos entender o posicionamento do órgão de imprensa sem ética, que, covardemente exibiu em seu jornalão criado para viver a custa do poder público, as fotos dos nobres vereadores que votaram a favor de um projeto do executivo municipal (Projeto Temat), entretanto o cunho manipulado da matéria ensejava implicar a opinião pública contra as decisões dos nobres. Uma tentativa canalha imposta pela família-imprensa. 


 Antes mesmo de esclarecer os benefícios que o referido projeto poderia proporcionar na máquina pública, ao longo dos anos, a imprensa que faz oposição ferrenha e gratuita a todos os governos que não atendem seus desejos financeiros, declarou uma feroz guerra de manipulação para que esse projeto não fosse aprovado, sobretudo, a imprensa relinchou pelos quatro cantos da cidade e, ancorado na falta de ética produziu um besteirol atrás do outro, para tentar manipular o povo. Ficou evidente nobres leitores o que está em jogo não são os interesses públicos, e sim os interesses financeiros da família-imprensa. 

Convenhamos que quem irá julgar os nobres vereadores que votaram a favor do projeto, é o povo, o mesmo povo que optou pela mudança em 2012. A imprensa tentou manipular informações, ocultar a verdade sobre os benefícios desse projeto, ainda se não bastasse a cara de pau da família-imprensa, antes desse projeto ir à votação a manada aloprada dos membros raivosos pertencente ao jornalão, esbravejavam que iria postar nas redes sociais, as fotos dos vereadores que votassem a favor do projeto, na verdade a imprensa tentou pôr pânico nos nobres vereadores, que não se intimidaram com as ameaças. 

 Há tempos em nosso município a imprensa vem incitando o ódio, manipulando informações cujo fim é influenciar nas decisões do executivo e legislativo por conta de seus interesses escusos. É notório que a família-imprensa vem prestando um desserviço em nossa sociedade, e isso a família guairense não vai permitir, e, no gesto nobre, se exaltará em princípios e valores de nossa sociedade que culmine no ato de pressionando o governo municipal para que ele tome providências. 

 É um fato alarmante a forma que a imprensa vem agindo sob a égide de um poder absoluto que sepulta a ética jornalística e apunhala todos os valores que permeiam o jornalismo ético.

 Esclarecido esse lamentável fato, todos devem ficar atentos a esse flagelo envolvendo os desejos financeiros da família-imprensa e, se for caso, que a sociedade civil organiza cumpra seu papel quanto a exigir que Guaíra seja uma cidade livre das garras da imprensa mercenária

Nenhum comentário: