12 de jun de 2015

O Vice Prefeito precisa ser mais bem aproveitado na gestão pública

Adeir Alves 

 Nosso município sofreu nas últimas décadas com a escassez de habitação. Com o crescente negócio lucrativo envolvendo a venda de lotes em nossa cidade, não houve por parte do gestor, á época, interesse na construção de habitação culminando com a queda na construção de casas populares e, sem um mecanismo que potencializasse a política habitacional, Guaíra retrocedeu.


 Sem política habitacional nossa cidade ficou a mercê dos loteamentos, que induziram a família Guairense a pagar o aluguel mais caro da região, e, com o negócio meteórico da especulação imobiliária a todo vapor, os lotes espalhados pelos cantos da cidade eram vendidos a preços de ouro, por tanto naquela época predominou a lei do mais forte: quem de melhor poder aquisitivo comprava seus lotes e construía, quem de menor poder aquisitivo pagava um aluguel caríssimo, esse mecanismo que priorizava os loteadores triunfou por décadas. Com a imprensa lucrando com a venda de lotes e seus anúncios, não havia mecanismo para denunciar e frear esse negócio que gerava muito dinheiro na época.

  O sepultamento da especulação imobiliária e início da construção de casas populares.

 O governo municipal saiu do armário e fez uso de sua ferramenta única e absoluta que é o facebook, para anunciar que agora irá priorizar a construção de casas populares, até porque havia pendências jurídicas que implicava o início da construção das mil casas (plano de governo), está tudo certo para começar a construir as casas populares, isso segundo o governo, certamente que a potencialização de políticas habitacionais equaciona a problemática do déficit habitacional muito acentuado em nosso município nos últimos anos. 

Com o inicio de construção de casas populares, é hora de virar o disco e colocar Guaíra na rota do desenvolvimento. O governo deverá, entre outros problemas que precisarão ser resolvidos, solucionar o problema do centro da cidade: a questão das enchentes que vêm se arrastando há tempos entre outras gestões, quando chove é um Deus nos acuda, contudo as enchentes é um problema que causa um dano danado às lojas e aos moradores do centro da cidade quando chove, e isso precisa ser resolvido. 

O governo municipal tem demonstrado que é muito batalhador e gosta de ir à luta e resolver tudo sozinho, na verdade é um governo polivalente, mas como o tempo é curto e o ano que vem é um ano de eleições, não dá pra ficar bancando o super-herói. 

 Com a aproximação do pleito eleitoral, o gestor tem que correr contra o tempo, para isso ele tem uma ferramenta de grande utilidade que está sendo pouco usado, que é à força do Vice Prefeito junto ao governo do Estado de São Paulo, explico: 

 O atual Vice Prefeito pertence à mesma sigla partidária que o Vice Governador Márcio França (PSB), que é a ponte que precisa ser erguida junto ao governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que equacionaria o problema das enchentes no entro da cidade.

 Guaíra poderia ser mais feliz ainda sendo contemplada pelas verbas do governo de São Paulo, para isso o Vice Prefeito que anda sumido do cenário político de nosso município precisa ser melhor aproveitado na gestão pública.

Nenhum comentário: