26 de out de 2015

Percurso das políticas sociais no país é tema do segundo debate online da série Futuros do Brasil

No blog do Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz: 

 O Brasil corre o risco de viver um longo ciclo conservador e liberal, capaz de colocar por terra a cidadania social conquistada com a Constituição de 1988? As demandas sociais da democracia não cabem no orçamento? A sociedade brasileira apoia as forças que defendem um projeto de nação mais justa e democrática? O quanto caminhamos e onde chegamos, no que diz respeito a conquistas sociais para os brasileiros? Quanto falta ainda caminhar? Essas indagações vão nortear o segundo debate online da série Futuros do Brasil, realizada pelo Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz (CEE-Fiocruz) e que aborda a conjuntura brasileira em suas diversas dimensões. 


 O tema da segunda edição, As políticas sociais em uma encruzilhada, será debatido pelos professores Ligia Bahia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), e Eduardo Fagnani, da Unicamp e da Plataforma Política Social, dia 5/11, das 14h às 16h. Qualquer pessoa pode acompanhar via internet em tempo real e enviar perguntas aos palestrantes. 

 “O título do debate é provocativo e, de certo modo, embute uma metáfora espacial: caminhamos, saímos de algum lugar, e estamos diante de alternativas de rota, à esquerda ou à direita”, analisa Ligia Bahia. “Esse ponto de partida, adequado e abrangente, deve ser problematizado, quando se trata do exame de políticas de saúde. Saímos de um sistema restritivo, iníquo e segmentado, e onde chegamos? Saímos de uma coalizão de interesses hegemonizada pelos empresários setoriais, e onde chegamos? Quais são as tendências de curto, médio e longo prazos?”, pontua Ligia, ressaltando que são indagações que não admitem respostas unívocas. “Vamos ao debate!”, convoca. 

 A essas questões, Fagnani acrescenta outras. “O campo progressista tem forças para resistir ao processo em curso de construção de um projeto ultraliberal no Brasil? A gestão macroeconômica ortodoxa cumpre o roteiro traçado pelas forças do mercado e setores hegemônicos da imprensa, para criminalizar a esquerda e pavimentar o caminho para a vitória nas eleições de 2016 e 2018?”, destaca. Fagnani indaga, ainda, se Estado brasileiro que emerge a partir de 1988 não é “um ponto fora da curva” do capitalismo. “Quais seriam as estratégias defensivas a serem adotadas? Temos espaço para ir além e construir um novo projeto de transformação nacional? Como avançar nesta perspectiva?”, busca saber. 

 Coordenado pelo sociólogo José Maurício Domingues, o evento volta-se prioritariamente a uma audiência virtual. Acessando o link fiocruz.tvq.com.br, qualquer pessoa poderá acompanhar e enviar perguntas em tempo real. Os debates da série Futuros do Brasil ocorrerão periodicamente, sempre via internet, e deverão dar origem a cadernos que buscarão sintetizar essas seções, a serem veiculados também em meio eletrônico. 

Debates Online CEE-Fiocruz – Futuros do Brasil
 As políticas sociais em uma encruzilhada 

 Data: 5 de novembro de 2015 Horário: 14h às 16h 
Transmissão pelo link: fiocruz.tvq.com.br 

 Informações 
21 3882-9133
 cee@fiocruz.br

Nenhum comentário: