15 de jun de 2016

O silêncio da família Guairense

Adeir Alves: 

 A imagem de nosso município nesses últimos quatros anos está sendo manchada pela falta de ética de alguns órgãos de imprensa mercenários (jornalões e revistonas) que têm feito das informações manipuladas ferramentas para induzir nossa população tomar decisões à custa de seus interesses escusos. 

Por que só agora ergueu uma imprensa tão raivosa, tão mequetrefe? São perguntas que advém do sepultamento dos robustos contratos com a velha imprensa, rompeu-se o cordão umbilical entre a prefeitura e família-imprensa, que, na verdade, os contratos há anos sustentavam esse círculo vicioso impetrado, contra a vontade dos pagadores de imposto,  na história política de Guaíra.


 Qual político ousaria repudiar veemente a falta de ética orquestrada pela família-imprensa, claro que é mais fácil pôr a culpa em alguém, menos na velha imprensa? Quem ouve ou lê as notícias de Guaíra pensa que aqui é o pior lugar de se viver, e não é! O desserviço que a imprensa vem prestando gratuitamente a nossa comunidade é algo que deveria ser pauta em todas as sessões de nossa Câmara Municipal, o porquê inda não é quem sabe você leitor possa ajudar-me a entender? 

Há um vocalismo perverso gotejado nos relinchos da velha imprensa, que tenta com toda clareza, induzir a opinião pública ir contra o cenário político municipal; nossa cidade nunca passou por esse vexame acalmado pelo descontentamento de família acostumada a viver à custa do dinheiro público, até parece um seriado de terror que tem duração de quatro anos.

 Eu quis escrever esse texto para mostrar a guerra que vem sendo travada nas redes sociais, entre os internautas, por conta das postagens irresponsáveis da imprensa, imaginem quando for à véspera da eleição, o que nossa cidade irá transformar? 

Sem meias palavras, não temos uma imprensa que serve nossa comunidade, pelo contrário, há um jornalismo alarido que impulsiona um estado de beligerância entre governo e governados, um jornalismo que tem sido uma trincheira contra os valores que permeia nossa sociedade. 

 É importante que a família Guairense esteja antenada a tudo isso que vem acontecendo envolvendo os veículos de imprensa de nosso município, não é só as urnas que irão resolver o problema de nossa cidade, a imprensa também é um problema de todos nós!

 “O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética... O que me preocupa é o silêncio dos bons.”

Nenhum comentário: