16 de set de 2016

Um Governo que tenha a cara de suas condições sociais

Adeir Alves: 

 Não haverá a transformação movida pelo desejo popular de mudanças em nossa política se os candidatos a prefeitos não deixarem as fantasias de lado e começarem a falar em prioridades, e que prioridades são estas que não faz parte da fala dos futuros governantes. Explico? 

Estamos ouvindo de tudo, cada barbaridade! Nas ruas e nos palanques, os candidatos prometerem colocar Guaíra nos trilhos do desenvolvimento, segundo as falas de alguns candidatos, eles vão fazer isso e aquilo, coisas impossível como comprometer até seu salário, para vencer as eleições vale de tudo, eles pensam que o povo é bobo! Lembrando que o orçamento municipal sofreu déficit orçamentário por conta da crise econômica que assola o País, por isso não há como fazer muita coisa vinda do orçamento público a não ser com força dos recursos provenientes do governo do estado, dito isso, é importante saber escolher o próximo governo!

Para vencer as eleições municipais, os danadinhos dos candidatos a prefeitos insistem, tem a respostas para tudo, cabe a nós eleitores (as) filtrar e tomarmos muito cuidado com as barbaridades, para que possamos juntos, sob o manto de nossa responsabilidade, proclamar a tão sonhada mudança. 

Voltando a falar de um assunto pertinente (políticas públicas) que têm passado batido nas falas dos candidatos, a questão importantíssima dos programas sociais direcionados á classe dos menos favorecidos, contudo, não mudaremos Guaíra e, muito menos, ergueremos uma cidade justa e mais Igualitária, senão haver propostas que preconize os programas sociais que acolham os mais pobres. 

Não haverá mudança no sistema educacional municipal, se a lei não for cumprida e implantar a Lei Federal nº 10.639/2003, que alterou a Lei de Diretrizes e Bases (Lei Federal nº. 9394/1996) e tornou obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-Brasileira no ensino fundamental e médio. Bom, se é Lei precisa ser cumprida, não é? 

A questão do Bolsa Atleta Municipal, uma ajuda de custo para os atletas mais carentes que, em sua grande maioria, deixam de praticar esporte e representar nossa cidade por conta do trabalho para ajudar nas despesas de casa, tal política proporcionaria rendimento dos competidores mais carentes, de quebra, Guaíra teria melhor representatividade nos jogos Regionais e Estaduais e Nacional, justo? 

Programas de incentivo a desigualdade social nas regiões periféricas, incentivo à cultura, à literatura nos Bairros, impulsionado pelas atribuições da Coordenadoria da Cultura, para isso, primeiro é preciso recuperar esta pasta dos desgastes em seu orçamento. 

Por que não um programa de valorização às mulheres vítimas de violência, com a criação da Secretaria dos Direitos Humanos, incutido a questão do acolhimento por parte da Secretaria da Assistência Social? 

Programa de habitação para os funcionários públicos que não têm casa própria e pagam um aluguel caríssimo, dificultando a melhoria na qualidade de vida dos mesmos. 


Caros eleitores (as) sei que vocês são inteligentes e na hora certa saberão escolher, pois está em suas mãos analisar as propostas de cada candidato e que governo você quer para governar Guaíra nos próximos quatro anos, um prefeito que tem a cara de suas condições sociais, ou não?

Nenhum comentário: