1 de out de 2018

A comunidade e os vereadores trabalhando juntos

Por Adeir Alves

 Os projetos precisam conter uma boa dose de seriedade, para não termos de contingenciar o “saber” e podemos dar sabor, segundo Rubens Alves, ao conhecimento que é transferido a todos, sem exclusão.

 O esporte é uma ferramenta fundamental no que tange incutir valores à sociedade e, para que isso aconteça, os governos municipais disponibilizam recursos oriundos dos orçamentos públicos, conforme a Lei Orgânica de cada cidade, para serem gastos com atividades esportivas em seus municípios como um todo.


 Contudo, o esporte além de ser muito benéfico à saúde, promover bem-estar, autoestima, cria laços afetivos, ensina a vencer e perder, na verdade o esporte é uma ferramenta de trabalho em equipe e inclusão social de extrema importância à administração pública.

 O esporte é uma caixa de ferramenta que, todavia bem utilizada, traz grandes benefícios à sociedade (as pessoas são protegidas do sedentarismo, melhora na qualidade de vida, baixa procura por remédios, diminuição do vandalismo aos prédios públicos, diminuição dos gastos em saúde e segurança pública, entre outros).

 Basta caminhar pelos bairros de nossa cidade para notar que ainda falta muito a fazer na área esportiva, entretanto, é evidente para que nossa cidade possa competir nos jogos regionais, estaduais e nacionais, com atletas de nossa cidade é preciso dar aos bairros o que é dos bairros. É a essência do olhar crítico de nossos vereadores em consonância com os moradores de cada região, que irá produzir o combustível necessário para que a máquina administrativa seja conduzida na direção do novo.

 É atuando em sintonia com os moradores que eles, os nobres vereadores, vão criar os mecanismos de incentivos para resolver a situação do abandono do Centro Esportivo Vicente Lacativa, no bairro Fábio Talarico (Cohab I).

 É dando a largada dessa união entre comunidade e seus representantes que Guaíra será, no futuro, um exemplo a ser seguido na área esportiva.

É assim juntos, legisladores e sociedade civil organizada, que o abandono de nossas quadras darão lugar a projetos exemplares. A quadra de vôlei de areia no Centro Social Urbano (CSU), sendo destruída pelo esquecimento, agora, com o olhar crítico da Câmara Municipal vários projetos sociais poderão contemplar as crianças, adolescentes e idosos das imediações.

 É a profícua relação de confiança, fundamentada nos princípios éticos e morais, que os agentes da mudança (povo e vereadores) vão destruir o murro (bairro/governo) da imposição de valores erguidos no lado oeste de nossa cidade nesses dois últimos anos. A região oeste do município, um grande aglomerado de bairros, sem os devidos espaços esportivos, sem incentivos, sem esperança de dias melhores, as crianças e os adolescentes acabam por serem mais uma vítima da estática .

Como agentes da mudança, os vereadores têm a responsabilidade de conhecer os anseios de cada bairro, aprendendo com as dificuldades e, juntos com a comunidade, enfrentar desafios e buscar soluções para o esporte nos referidos territórios.

 É preciso investir mais nas escolinhas de base, criar estratégias na área esportiva para alavancar o esporte em nosso município. Pois não adianta realizar eventos esportivos como o Guaíra Open, por exemplo, se a base anda esquecida, adormecida, é necessário investir em várias modalidades esportivas, principalmente em esportes individuais, não somente em esportes coletivos. Enfim é necessário ter uma visão geral e estratégica na área esportiva, o primeiro seria ouvir a população e ver quais esportes são importantes para essa população. Para depois os eventos esportivos terem significado.

 “Os esportes são meios eficazes para promover a saúde, a disciplina e a honestidade.” Dom Bosco 

“O esporte é a ferramenta de inserção social mais eficaz, pois o resultado é imediato e as transformações são surpreendentes.” Leandro Flores

Nenhum comentário: