9 de nov de 2018

A união entre Iniciativa privada e Prefeitura resolveria as coberturas nos pontos de ônibus escolar

Adeir Alves: 

 A construção das coberturas nos pontos de ônibus escolares nas praças públicas, para abrigar às crianças à espera dos ônibus para ir à escola, é um assunto muito pertinente no atual memento em nosso município, que está coberto pelas águas das chuvas, que cai sem dar trégua. 

É Uma rotina diária, onde as crianças pegam os ônibus para ir à escola e, logo após o término das aulas, o transporte escolar deixe-as no ponto, em cada território, na grande maioria nas praças públicas, como é de costume.

Sem a devida cobertura, os pontos de ônibus estão à mercê das chuvas e ventos fortes, na verdade as crianças não podem sofre com a hipertrofia da intempérie. Esse é um assunto que passou despercebido pela Casa de Leis, e não pôde ficar de fora das discussões; ao retomarem os trabalhos, os Parlamentares precisam, urgentemente, evocar esta pauta, até porque os usuários do transporte escolar não podem pagar o pato e nem ficar à mercê da espera de um milagre.

 A prefeitura por intermédio da iniciativa privada pode unir forças para sanar esse problema: o Poder Público oferece o devido espaço, nas Praças Públicas e as empresa fornece o material (cobertura e bancos que vão abrigar as crianças) em troca: a empresa divulga o nome de seu estabelecimento. Uma troca justa onde a prefeitura oferece aos empresários, que também geram receitas ao município, uma oportunidade de divulgar suas empresas nos quatros cantos da cidade. Sobretudo, essa política movida pela união entre prefeitura e iniciativa privada mostra que o Gestor Púbico está atento a questões simples do dia a dia envolvendo o sistema educacional do municipal. Um Governo aberto ao diálogo! 

Como agentes fiscalizadores e eleitos para representar o povo, os nobres vereadores precisam estar de olhos abertos a todos os problemas ocasionados pela falta de visão crítica no setor, pois é visitando os bairros que os Legisladores tomam conhecimento das grandes dificuldades que o povo vem enfrentando, nesses dois últimos anos. 

 A Diretoria da Educação que tem 25% do Orçamento da Prefeitura, não queira fazer a parceria com a iniciativa privada, poderia utilizar parte desta verba para resolver esta questão que aflige nossas crianças. Isso sim seria uma tacada de mestre, e um gol de placa. É preciso agir, resolver os problemas.

A imagem é ilustrativa, retirada da internet

Nenhum comentário: