5 de set. de 2020

Zé Eduardo nunca precisou de menina e menino de recado para defendê-lo

Adeir Alves:

 Não é novidade para os munícipes que o Prefeito José Eduardo Coscrato Lélis (PSDB) nos últimos três anos e meio, confinou-se ao gabinete e governou sob baixa popularidade; e isso, portanto, não lhe impediu que tomasse as decisões antipopulares como, por exemplo, os empréstimos com a iniciativa privada. 

 Com a base Legislativa formando a maioria em suas votações, o chefe do executivo sempre logrou êxitos em seus projetos junto à Casa de Leis. Todos os seus projetos de cunho administrativo receberam o aval de sua bancada Parlamentar, entretanto os vereadores da junção nunca foram à dor de cabeça para o atual Governo. 

 Quando tudo pareceria estar tão ruim que nada que viesse acontecer na Gestão Pública poderia piorar, o Prefeito Municipal sempre gravou seus vídeos nas redes sociais para explicar seu desencontro com seu eleitorado - essa tática sempre funcionou, embora não há o porquê a imprensa defender seu grupo político. 


 Recentemente, criado a menos de três meses das eleições deste ano, nasceu o “Programa A Hora da Notícia” e também jornal proclamando à defesa ferrenha a Zé Eduardo; esse jornalismo raivoso, não faz bem à sociedade. 

 O “Programa A Hora da Notícia” pró Zé Eduardo faz contínuas defesas à Gestão do atual Governo e é, sobretudo, uma trincheira contra a oposição, como nunca antes na história de nosso município houve um jornalismo manco que mostra somente o lado do prefeito. 

 Convenhamos que toda essa proteção acaba por ter um lado político (é a balança da informação pesando para o lado do mais forte), sepultando a voz dos mais pobres, contudo Zé Eduardo tem a obrigatoriedade, como representante de um povo, a tarefa de, para refazer uma sociedade crítica consciente nas escolhas de seus representantes políticos, pensar melhor sobre que Guaíra seu juntado quer erguer sob a égide esse Jornalismo tendencioso. 

 Não é fácil entender a perversa cegueira da Santa do Pau Oco do Jornalão e do Vovô Tagarela da Rádio Fuleira, agora, mais um Moleque de recado; esse jornalismo direcionado atrapalhar o Governo, pois sufoca a população com tanto desserviço, até porque a família Guairense é inteligente e saberá avaliar o que está acontecendo com os caninos órgãos de imprensa, com a aproximação das eleições municipais? 

 Um jornalismo que age gratuitamente como um moleque de recado, não ajuda, pelo contrário enterra na estirpe todo o processo constituído no campo da democratização às informações e, supostamente abre uma porta sombria para que os eleitores tomem decisões acerca de sua posição política; na verdade, isso contrapõe os dizeres de Zé Eduardo sobre uma imprensa livre. 

 A imprensa tem que ser nutrida no conceito ético da liberdade, e andar na mão única à construção de uma sociedade próspera e crítica, capaz de escolher seus representantes sem serem induzidos. 

 Claro que esse desserviço é gratuito, será? Cabe aos vereadores fazendo uso de suas atribuições legais iniciar uma devassa no Portal da Transparência!? 

 Na verdade Zé Eduardo caminhando para o final de seu mandato, passou a usar mais a rede social para aproximar de seu eleitorado e, com isso, tentar construir uma ponte pavimentada no diálogo entre governo e governados, anunciando inúmeras obras e investimentos na cidade, tudo tendo as redes sociais como meio, ele nunca precisou de um programa tendencioso para bajulá-lo e defender cegamente seu governo, como o “Programa A Hora da Notícia”, que é um absurdo!

 Talvez se o Prefeito fizesse o que ele mesmo prometeu em campanha de ir às casas das pessoas comer um bolinho de fubá, e olhasse nos olhos das pessoas mais humildes e visse o que eles passam e sentem, e levasse pessoalmente o que acontece com sua administração, não precisaria desse menino de recado, faria diretamente a divulgação de seu governo e ainda poderia contar com a participação da população no seu governo opinando, dando sugestões. Fica a dica!

 Momento de reflexão: A pergunta é: por que nós nunca haveremos de ver um dia neste Programa pró Zé Eduardo "A Hora da Notícia" entrevistar os pré-candidatos representantes dos mais pobres, bem como os vereadores de oposição: a Dra. Ana Beatriz Coscrato Junqueira (Podemos), Moacir João Gregório (PSB) e Maria Adriana Gomes (MDB), para ouvir o outro lado da razão, isso é o devido processo legar do contraditório, é dar voz ao Povo acima de tudo é, por vias de regras, ouvir a comunidade. Mas a nossa população é inteligente, e na hora certa ela saberá tomar a decisão política correta sem ser influenciada por este. 

 “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer” Gerald o Vandré

Nenhum comentário: