30 de nov. de 2010

Reproduzindo a Fala do Vereador Renato César Moreira.

Na última Sessão Ordinária do dia 23/11, foi votado por sete votos a um, o Projeto de Lei que dispõe sobre o Zoneamento de nossa cidade, votado na ordem do dia, ele entrou em discussão, a questão dos terrenos que compõem o Anel Viário, que segundo o Vereador Renato César Moreira, há mais de trinta anos está irregular.

A área que estaria irregular, com esse projeto aprovado sanaria os erros do passado, bom até ai tudo bem, o que temos que ressaltar que nesse projeto, que incluem nas proximidades do Córrego do Bom Jardim, alguns loteamentos que poderiam se beneficiar com a aprovação deste projeto, de quem são esses loteamento não sabemos, mas alguém pode se beneficiar com a aprovação desse projeto, junto com as empresas que compõe o anel viário.

A Vereadora Cida Armani (PT) votou contra esse projeto, entendendo que poderia trazer riscos a comunidade, com uma futura urbanização naquelas imediações, sem contar com a Lagoa de dejetos que há naquelas proximidades.

O Vereador está equivocado, pois o mesmo não está pensando no povo e no futuro da cidade e seu crescimento, com casas sendo construídas a beira do Córrego Bom Jardim, será inevitáveis futuras inundações, por isso, qualquer projeto que venha trazer conseqüências nas futuras gerações precisam ser repensados, antes de ser novamente aprovado, com o loteamento aprovado, teremos um custo para o município que gastará mais com o transporte, unidade de saúde, saneamento básico, pavimentação, esgoto, iluminação e ainda escolas que o município teria que construir naquelas imediações, isso exoneraria os cofres públicos graça ao voto do Nobre Vereador Renato César Moreira.

Esse projeto poder ser aprovado, mas com algumas alterações no qual as empresas seriam beneficiadas por contribuírem com o desenvolvimento do município, aquela área deveria ser exclusivamente usada como área industrial, até porque, não queremos ver casas sendo construídas ao lado das empresas ao lado do Córrego Bom Jardim e em volta da pista dividindo a cidade, podemos até citar o município de Ribeirão Preto e a grande São Paulo dentre outros municipios, por isso, devemos pensar no futuro da nossa Guaíra, para que as inundações como no centro da cidade seja extinta.

A comunidade precisa se manifestar contra esse projeto, que com certeza não beneficiaria, as futuras gerações, mas aqueles que têm terrenos naquela proximidade, por isso devemos tomar muito cuidado ao aceitar esse projeto do jeito que ele está, porque não queremos ver uma cidade no futuro vivendo um retrocesso.

Bomba Atômica: Avenida 5, em um ano já dá sinais de que não está curtindo a Felicidade.

A Avenida 5 já apresenta problemas após apenas um ano de sua reconstrução.
Os moradores que residem naquela região solicitaram a presença da equipe do blog nossaguaira.com para registrar o lamentável fato.
O cruzamento com a Avenida 5 com rua 02 volta então a causar transtornos para os moradores.
Nossa equipe confirmou a denúncia e agora apresenta para toda sociedade o resultado de uma obra que pode ser mais um indício de mau uso do dinheiro púbico.
O prefeito que recentemente, ainda enquanto as obras estavam sendo concluídas, disse que aquela avenida seria o caminho da Felicidade, mas o que podemos ver não é bem isso.
A avenida 5 se transformou no verdadeiro ponto da amargura e descontentamento não só moradores, mas de toda comunidade e visitantes que transitam pela via pública.
Assim como disseram os moradores para nossa reportagem, todos nós pagamos impostos e merecemos o mínimo de consideração por parte dos governantes. Que os R$20 mil reais que o Prefeito ganha por mês, sejam suficiente para garantir a qualidade dos serviços prestados para a população.
Esperamos a manifestação do Prefeito e dos Vereadores, que possuem a responsabilidade de fiscalizar o uso do nosso dinheiro.
Toda equipe do nossaguaira.com e também a população, que está nos cobrando por respostas, aguardam um retorno das Autoridades.




Caso Dr. Lucas: 2 meses de silêncio e impunidade.

Veja essa matéria e outras notícias pertinentes ao município de Guaíra-SP no blog: http://sergiodemello.wordpress.com.

29 de nov. de 2010

Aumenta o preconceito, o racismo e a intolerância.

Neste mês da consciência negra de 2010 observamos fatos e acontecimentos reveladores e estarrecedores. Freqüentemente o preconceito toma as páginas dos jornais, numa verdadeira agressão em relação ao diferente, como se verificou no caso de homofobia que ocorreu na avenida paulista e na parada gay no rio de janeiro.

De Zumbi/Dandara até os dias atuais passaram-se 315 anos de história de lutas, resistências e caminhos novos. Da escravidão negra como fonte rentável na triangulação comercial, posteriormente o racismo cordial dissimulado, porém vivo e operante nas relações de dominação, até os marcantes e nefastos estereótipos raciais contidos nos livros didáticos, tem sido a história denegada do negro, da sua cultura banalizada e da religiosidade ainda invisível ao longo desses séculos.

Esse ano completa 100 anos da revolta da chibata que foi liderada pelo negro João Candido, o Almirante negro, cantada em versos e prosa inspirado nas lutas e movimentos internacionais e revolucionários. Inúmeros personagens figuram na nossa relação de lutadores sociais, que ao longo da história resistem ao extermínio dos índios, a escravidão negra e a tentativa de aliciamento dos operários.

Vários livros relatam cenas históricas horripilantes como o Capitão Mouro, DOM OBÁ II e dezenas de outros livros que contribuem para a tomada de consciência e ação diante desta realidade execrável. Durante esses quatrocentos anos, os negros resistiram a matança capitalista, enfrentando os senhores de engenho e a escravidão urbana, exigindo igualdade de oportunidades e disputam espaços institucionais como condição indispensável para alavancar e reparar os danos causados ao sistema de tragédia e morte que representou e representa a opressão do capital.

Após o processo eleitoral 2010 com a ampla votação de Dilma no nordeste o preconceito foi expresso em manifesto assinado por centenas de internauta: “A gravidade da situação é tamanha que estes cidadãos se sentem à vontade, sem qualquer pudor, para aprofundar seu preconceito e propor ações que beiram ao fascismo. É o caso do grotesco manifesto “São Paulo para os paulistas”, que já conta com milhares de assinaturas na internet. Para seus autores e signatários, então entre as responsabilidades da migração dos nordestinos para São Paulo a alta criminalidade e os hospitais superlotados em nosso estado. São incapazes de enxergar a brutal desigualdade social em nosso país, que força milhares de famílias a deixarem o pouco que tem em busca de alguma dignidade. Tampouco enxergam essa mesma desigualdade como a raiz da violência em todo o Brasil – e não apenas em São Paulo.

O manifesto propõe barbaridades como:

– Restringir o acesso a serviços públicos como saúde e educação a pessoas que comprovem residência e trabalho fixo no Estado de S Paulo há pelo menos dois anos.

– Acabar com a cobrança de taxas diferenciadas de água, luz e IPTU nas favelas.

– Suspender a distribuição de medicamentos gratuitos, de auxílio-aluguel, do programa mãe-paulistana, de quaisquer “bolsas por número de filhos”, de entrega de “casas populares”, de acesso ao “leve-leite”, de entrega de uniforme, material e transporte escolar, de cestas básicas.

– Proibir totalmente qualquer tipo de “comércio ilegal”, com apreensão e prisão em caso de reincidência.

E justificam: “São Paulo deve cuidar dos SEUS pobres”.

Atitudes como esta requerem uma resposta enérgica da sociedade, sob o risco de perpetuarmos um terreno fértil para o florescimento da xenofobia e aprofundamento do preconceito étnico-racial e regional em São Paulo, já tão arraigado entre a elite paulista.

A prática de racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito a prisão, previsto pela Lei 7.716 de 1989. A lei define como crime de racismo não apenas a prática, mas também a indução ou incitação à discriminação ou preconceito, e estabelece um agravante se esses crimes são cometidos por intermédio dos meios de comunicação.” (pronunciamento publicado no site do Deputado federal Ivan Valente).

Outra polêmica que tomou conta das manchetes dos jornais recentemente foram as citações de Monteiro Lobato no livro “Caçadas de Pedrinho”, que segundo o parecer do Conselho Nacional de Educação, a negra Tia Anastácia é comparada a urubu e macaco, o que levou esse órgão colegiado na redação da conselheira Nilma Lino Golmes a afirmar que : "Estes fazem menção revestida de estereotipia ao negro e ao universo africano" e a não recomendá-lo como livro de leitura nas escolas publicas brasileira.

Entendo que censurar a obra não se faz necessário, porém distribuir e difundir livros didáticos que reforça os estereótipos raciais com dinheiro público, deve ser revisto mesmo, pois, nos encontramos num processo de luta de classe e além de combatermos o racismo, as releituras são exatamente para, a luz da realidade rever conceitos, criticar conteúdos e mandar para a lixeira da história autores e personagens que por vários motivos e caminhos são abjetos ao processo educacional atual.

Personagens como João Ramalho, Domingos Jorge Velho e outros bandeirantes, Filinto Muller e ditadores militares precisam ser condenados historicamente, pois foram dizimadores e traficantes de índios, capturadores de negros, algozes dos lutadores Revolucionários e assassinos dos povos que ousaram lutar contra a ditadura militar no Brasil . Por vezes nos deparamos com literaturas que desumanizam, criminalizam e ofendem a dignidade humana.

Este e outros momentos são propícios para debatermos todas as formas de ataques, resquícios autoritários, fragmentos ideológicos dominantes e os estereótipos raciais ainda existentes em nossa sociedade.

Nesse contexto, os 315 anos de Zumbi e os 100 anos de João Candido expressam mais do que nunca a necessidade de resgatarmos a história a partir dos índios, negros e operários, livre da pseuda “naturalidade” justificadora da dizimação dos nativos , da escravidão e da opressão do capital.

Faz parte desse processo de libertação de nossa classe as leituras e releituras atentas, com o olhar critico e ação contextualizada, pois as praticas raciais, discriminatória e intolerantes acontecem no aqui e agora.

“Muito se pergunta por quê? e para que o 20 de novembro?

Sabemos que na história da humanidade sempre houve controvérsias nas interpretações históricas, desde Tucídides e Heródoto até os dias atuais.

Mas segundo um grande pensador social, Karl Marx, a história da humanidade é a história das lutas de classe, onde a classe dominante tenta impor sua verdade sobre os fatos. No caso do 20 de novembro não podia ser diferente. Por muito tempo prevaleceu a história dos vencedores, contada na concepção factual e heróica das elites”. (Prof Cido, Membro da executiva da Subsede da APEOESP SBC e professor de História das escolas: Mizuho “Abundância” e Brazilia Tondi de Lima – SBC).

A caminhada é longa e são inúmeras as pontes que devemos destruir e construir para essa e futuras gerações, apontando necessidades coletivas e plataformas de lutas tais como:

·Criar nas prefeituras as Secretarias de gênero e etnia;

·Que o Presidente da República oficialize o feriado nacional de 20 de novembro;

·Pela imediata implantação da lei 10.639/2003;

·Pela implantação das cotas como políticas de reparação aos jovens pobres e negros nas universidades pública/autárquicas e privadas ;

·Por uma novo estatuto da igualdade racial;

·Por políticas de Saúde pública preventiva e curativa;

·Pela ampla divulgação das leis que condenam a prática de racismo, como crime inafiançável.

Repensar e reescrever uma nova História é preciso!!!
Aldo Santos, Ex-vereador SBC, Coordenador da Corrente política TLS, Presidente da Associação dos Professores de filosofia e filósofos do Estado de São Paulo, membro da Executiva nacional do Psol. (20/11/2010)

Conselho Municipal da Comunidade Negra convida para reunião.


O Conselho Municipal da Comunidade Negra através de seu Presidente Reginaldo Aparecido Izaías convida a toda comunidade guairense para a reunião deste Conselho que ocorrerá nesta quarta-feira dia 01/12/10 às 19:30hs na Casa da Cidadania, no qual discutirá vários assuntos pertinentes a comunidade negra. Por isso todos estão convidados, o Presidente agradece a toda comunidade guairense pela compreensão nessa luta por uma sociedade livre de qualquer tipo de PRECONCEITO.

28 de nov. de 2010

Antiga Sede da Delegacia de Defesa da Mulher ( DDM ) Continua Abandonada em Guaíra- SP.


Aonde deveria ser um cenário de cultura, educação, programas sociais e Lazer, está sendo um cenário de destruição, com a falta de investimentos na periferia de Guaíra-SP.

Crateras Assombram o Bairro Jardim Eliza.

O morador do bairro Jardim Eliza Roberto Emídio, solicitou a presença da equipe do blog nossaguaira.com para registrar o tamanho do descaso por parte da Administração Pública quanto aos moradores desse bairro, que estão esquecidos.
Com tantas crateras pela rua fica difícil transitar aqui, os veículos precisam desviar das crateras e quase atropela as pessoas e os ciclistas, segundo Emídio, nós estamos esquecidos pela Administração Pública, que até hoje não fez nada para tapar essas enormes crateras, pagamos nossos impostos e queremos ver os mesmos sendo revertido em nosso bairro também, ressaltou Emídío.




Palestra.

Nos dias 26 e 27/11, o Presidente do Conselho da Comunidade Negra de Guaíra- SP Reginaldo Aparecido Izaías e os Conselheiros Adeir Alves e Altair Severino Dias (Piti), assistiram várias palestras, sobre Encontro de Conselheiros Municipais e de lideranças de Comunidades Negras no Estado de São Paulo. Aguardem a matéria!

26 de nov. de 2010

Cadê a Calçada?

Avenida que tem início no Bairro Abdala Elias (Mutirão IV) ligando o Bairro Campos Elíseos e adjacências, agora ficou difícil trafegar nessa Avenida, os munícipes correm risco de vida, pois não têm calçada nessa Avenida por isso são obrigados a caminhar na rua dividindo espaço com os veículos, o espaço de terra que antes existia e servia de calçada, agora ficou ainda intransitável, com a plantação que dificulta a passagem dos pedestres. Em nosso município foi aprovado recentemente à Lei da Calçada, o que precisa agora, que quem fez a Lei fiscalize, pois a comunidade dessas imediações, está sofrendo com essa falta de coerência por parte dos responsáveis

25 de nov. de 2010

Grande Evento na cidade

Dra Ana Lucia

Quem comemorou mais um ano de vida no dia 20 de novembro foi a Dra. Ana Lucia. Mãe, esposa dedicada, advogada e presidente da ONG Guaíra Transparte, Dra. Ana Lucia é uma mulher preocupada com a comunidade e o bem estar da família guairense. Queremos desejar a ela, muitas felicidades, saúde e sucesso. Que consiga vencer todas as batalhas que a vida impõe. São os votos de toda equipe do NossaGuaira.com

Problema ainda não resolvido pela Administração Pública em Guaíra-SP.


Cratera na Rua 44, Bairro Padre Mário Lano, está causando muito transtornos na vida dos moradores desse Bairro.

Rotary Clube realiza Jantar Dançante

Neste sábado dia 27/11, o Rotary Clube realizará no Kai Kan, um jantar dançante, você não pode perder esse evento do Rotary Clube, os ingressos estão sendo vendidos ao preço de R$ 50,00 por pessoa, que está incluso comida e bebida, você não pode perder!
O evento será abrilhantado pela Banda Scala Show da cidade de Viradouro-SP, maiores informações, pelo telefone 3331-1595 ou 8811-0388 para reserva de mesa.

Presidente do Conselho Tutelar promove Palestra sobre Drogas.

Aconteceu na Escola Estadual "Dava Lélis Garcia do Prado", nessa quarta-feira 24/11, uma importante palestra, onde o Conselho Tutelar de nosso Município, através do Presidente Evaldo Gabriel Marcelino e a Conselheira Lauriane dos Santos Vilas Boas, juntamente com o Policial Militar Rossi, falaram para os alunos da escola sobre as drogas, principalmente enfocando a questão preventiva desta, assim como a importância da comunidade em auxiliar por meio da denúncia, ajudando também a quem quer sair das drogas, mas o essencial é não entrar neste mundo. O Policial Militar Rossi falou sobre a questão criminal das drogas, assim abordou a questão preventiva. Os Conselheiros Evaldo e Lauriane falaram o que as drogas acarretam na vida de quem usa, assim como falaram da importância da prevenção, e ressaltaram sobre a rede de atendimento que o município dispõe para atender estes casos.
É muito significativo o trabalho preventivo desenvolvido pelo Conselho Tutelar, são ações como essa, pequenas, porém importante que podem trazer resultados pequenos, mas muito valorosos para a nossa sociedade no contexto atual, em que tudo parece estar caminhando para o lado negativo, quando parece não haver mais luz no fim do túnel.


24 de nov. de 2010

Opinião.

O cidadão que caminha pelo Jardim Elisa, loteamento construído pelo empreendedor conhecido como Junão, tem contato com duas realidades distintas: O Condomínio dos Vereadores, cujas ruas foram revestidas de pavimentação novinha, em benefício da qualidade de vida, e o Condomínio dos Desvalidos, que mais parece o sonho dos ratos, não daqueles que são presentes nos contos de Foucault, e sim aqueles que habitam as galerias hoje ocupadas por enchentes (bem, essa é outra história). Ratos adoram queijo. E queijo bom é queijo suíço. Pensando bem, poderíamos reconsiderar e dizer que é a Vila Suíça!
Aliás, falar em investimento não é pecado. Pecado é agredir ou ameaçar a população que busca colaborar com a política da transparência. Pecado é quando assessores (que são ou se julgam) ameaçam em plena feira livre aqueles que expõem a verdade nos Blogs. Se ainda tivessem o curso de jornalista...mas, essa também é outra história.
Pensando bem...pensando BEM melhor, acho interessante que a gente não estenda muito as toalhas dos quadrinhos, pois Mickey Mouse ficaria ofendido.
Para bom entendedor, meia palavra basta. Para maus administradores ou gerentes de crise, qualquer crítica mata.

Francisco Pagotto

23 de nov. de 2010

Após a catástrofe o Lixo toma conta da Construção.

Após a catástrofe que ocorreu nesse domingo 22/11, onde a água encobriu o local da construção, depois de muito tempo que as águas baixaram, o local ficou completamente cheio de lixo, e até agora nada está sendo feito pelo Serviço de Limpeza Pública. Até quando será que nossa comunidade pagadora de impostos, sofrerá com o descaso da Administração Pública?

Hoje Tem Sessão Ordinária na Câmara Municipal de Guaíra-SP.

Acontece nesta terça-feira dia 23/11/10 as 20:00hs na Câmara Municipal, mais uma Sessão Ordinária, até que enfim publicaram com antecedência a pauta desta Sessão Ordinária na imprensa local, não fazendo mais do que obrigação dos nobres vereadores, já que o Regimento Interno em Artigo 106, Parágrafo 1º determina tal ato, que bom seria que isto ocorresse sempre e não precisássemos cobrar, uma vez que os nobres vereadores devem primar sempre pela transparência de seus atos. Convidamos toda a população a comparecer nesta Sessão, cuja pauta principal será a votação da Lei Orçamentária Anual de 2011 da Prefeitura Municipal e do DEAGUA.

Desfile Orgulho Negro.

Nesse sábado 20/11 aconteceu no Centro de Lazer às 19:00 hs, o Desfile Orgulho Negro (Lojas Pernambucanas), o evento foi abrilhantado com a apresentação do grupo de samba e pagode “Mais um Hits”. Durante o evento, o Presidente do Conselho Municipal da Consciência Negra do Município, Reginaldo Aparecido Izaías comentou seu trabalho nesses quatro anos a frente do Conselho, sua luta incessantemente em busca de melhorias para a Classe Negra será infinita, afirmou o Presidente, ainda ressaltou o Feriado de 20 de Novembro, e a morte de Zumbi dos Palmares, e sua importância na história do nosso País, agradeceu a presença dos Conselheiros Clodoaldo, Francis, Adeir e a Conselheira Cida, agradeceu também, a presença da Comunidade Negra que compareceram no evento, ainda afirmou, é muito importante que todos nós estejamos juntos nessa luta incessantemente em busca da igualdade entre Negros e Brancos. A comunidade Negra se emocionou diante das palavras de seu líder. O Conselheiro Adeir Alves foi questionado por várias pessoas que ali estiveram, sobre a presença do Prefeito José Carlos Augusto (DEM), assim como o Assessor de Gabinete que é Conselheiro deste Conselho, que não compareceram no evento.


22 de nov. de 2010

Construção Feira Livre x Futuros Transtornos.

Feira Livre, desde que essa construção iniciou na Avenida José Flores trouxe desconfiança na comunidade, que está insegura quanto essa obra, que custará muito dinheiro, e não sabemos até o quanto trará benefícios, mas o malefício já aparece no olhar da comunidade insegura quanto esta obra.
Bem antes desta obra ter inicio já estranhamente a opinião pública alertava quanto futuros transtornos que esta construção poderá trazer para comunidade pagadora de impostos, antes a feira livre era apenas uma feira livre, sem transtornos aos domingos.
Mas, esse sossego pode estar sendo ameaçado com essa construção, que está gastando mais de 500 mil, e poderá gastar muito mais ainda, tudo indica, através dessas fotos com o canal transbordando, que já apresenta o transtorno que a população da periferia do município passou após uma pequena chuva, o que diremos de uma grande chuva.
Não sabemos ainda até quantos transtornos essa construção trará à vida dessa comunidade, tudo está indicando para um retrocesso nessa construção, que colocará a vida dos moradores em risco, e suas casas serem alagadas com as enchentes e proliferação de bichos peçonhentos.
Com o transtorno que essa obra causará à vida dos moradores desse bairro, será evidente os investimentos nessa obra para consertar o estrago que ele fará na vida dos moradores desse bairro, fora o desgaste que os moradores passaram, e o dinheiro público que será gasto para reparar os estragos.
O Prefeito José Carlos Augusto (DEM) faz jogo duro e insiste em construir essa obra que já apresenta problemas com o escoamento das águas pluviais e o tapamento do canal de captação de água pluvial.
Sabemos que a máquina administrativa precisa ser enxugada, para atender áreas como educação, saúde, esporte, cultura, programas sociais, habitação, ainda mais com a catástrofe que essa construção causará, será inevitável o exoneramento dos cofres públicos, começaremos o ano de 2011 com déficit no orçamento devido essa obra mal planejada.
Ressaltamos a fala do jovem José Pugliesi no Jornal da Alternativa FM do dia 22/11/2010, onde disse que era necessário que tivesse tido feito um estudo sobre a questão da impermeabilização do local nas proximidades da construção da Feira Livre, o que poderia auxliar na amenização do problemas com águas pluviais, nos perídos chuvosos, mas como não foi pensado sobre isto, e como não há terrenos vagos por perto, fica díficil de pensar nesta questão.
O município está vivendo um retrocesso com a administração União e Progresso, a comunidade não está sendo ouvida quanto a essa construção, até porque se fosse ouvida, não aceitaria tal construção, bom seria se a Câmara de Vereadores opinasse sobre essa obra, afinal a Câmara foi eleita para fiscalizar, e se essa obra trará transtornos aos moradores e desgaste aos cofres público, seria a hora de embargar essa construção, e fazer um levantamento quanto aos transtornos que acarretará na vida da comunidade desse bairro.

21 de nov. de 2010

Um alívio

Vejam a foto. A enchente foi inevitável. Mas existe algo que nos conforta nesse momento. Ao pensarmos que serão gastos mais de 500 mil reais nessa obra, que ela poderá, além de não beneficiar o povo, trazer problemas, nós nos lembramos de uma velha frase: "VOCÊS NÃO SÃO ENGENHEIROS."E é verdade, pois caso contrário, essa obra não teria nem começado nesse local.

Tragédia Anunciada

Desde quando foi anunciada a idéia de tampar parcialmente o canal de captação de águas pluviais da Avenida José Flores, para construção de uma feira, nossa equipe iniciou uma grande discussão sobre a viabilidade da obra.

Apresentamos fotos da chuva do ano anterior, fizemos questionamentos em relação ao preço e colocamos para nossos leitores a grande probabilidade da ocorrência de enchentes naquela região.

Como se nós, e os moradores do local não fossemos cidadãos de Guaíra, e como se nossa voz não tivesse valor perante aos governantes, fomos mais uma vez ignorados.

Agora, ainda no mês de novembro, várias pessoas que moram ou passavam na região, puderam constatar com seus próprios olhos uma tragédia anunciada.

Pra quem ainda dúvida, observe as fotos. As imagens falam por si só.




Foto: Adeir Alves, vereadores Moreti e José Renato.

Foto: José Pugliesi, da rádio Alternativa FM, também compareceu ao local.









Quadra do Bairro João Vaccaro Está Sem Condições de Praticar Esporte Em Guaíra-SP.

A quadra do Bairro João Vaccaro há tempos está precisando de manutenção, desde que o Prefeito José Carlos Augusto (DEM) assumiu a Administração Pública, nada foi feito para os moradores desse bairro em relação a área esportiva, certo disto, que essa quadra está abandonada, sem condições de praticar esporte, os moradores estão indignados, eles disseram a nossa equipe, nós estamos esquecidos pela Administração Pública, durante a campanha prometeu investimentos no esporte aqui no bairro, hoje não podemos praticar esporte aqui do jeito que se encontra essa quadra sem manutenção, o morador ainda afirmou, na campanha de 2008, existia um Vereador que lutava pelo nosso esporte, agora não lembra mais da gente, mas as eleições estão aí novamente, eles voltarão aqui, aí vamos cobrar deles novamente afirmou o morador indignado.
Realmente este vereador que tinha como bandeira o esporte, agora nem fala mais nada sobre o esporte, e o pior nem fiscaliza o que anda ocorrendo na Secretaria de Esporte, uma vez que nossos esportistas tem que vender rifas para poderem ir as competições, já que a administração não auxilia mais, mas em compensação tem o Secretário desta área vive viajando.