30 de abr de 2012

Aécio Neves defende Demóstenes Torres

29 de abr de 2012

Alexandre Pires é convocado a prestar esclarecimentos ao MP sobre vídeo acusado de conteúdo racista e sexista

Decisão do MP atendeu a solicitação de providências da Ouvidoria da Seppir, que acatou denúncias de diversas entidades sobre o vídeo que compara pessoas negras a macacos

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou procedimento administrativo na Procuradoria da República, em Uberlândia, Minas Gerais, para que o cantor Alexandre Pires preste esclarecimentos sobre o vídeo Kong, denunciado por exibir conteúdo racista e sexista. A convocação do artista foi motivada por solicitação de providências encaminhada pela Ouvidoria da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir) ao MPF.

Além do Ministério Público, o órgão oficiou a gravadora Sony Music, o Departamento de Polícia Federal e a Ouvidoria da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM). Esta última, em função da exposição de mulheres na peça publicitária, reforçando o estereótipo de símbolo sexual.

De acordo com o Ouvidor da Seppir, Carlos Alberto Júnior, o MP foi acionado em função de denúncias oriundas de várias entidades entre as quais o Observatório do Racismo Virtual, que acusa a postagem do vídeo no site youtube, com “conteúdo racista e sexista, comprometendo as lutas do movimento negro na superação do racismo, e das mulheres na superação do sexismo. Combinando artistas e atletas, o vídeo utiliza clichês e estereótipos contra a população negra”.

Em sua argumentação, o ouvidor da Seppir observa: “ao expor pessoas negras vestidas de “macaco”, o referido cantor contribui para a permanência histórica do racismo e práticas eugenistas, de inferiorização da população negra, tendo em vista que a maioria das denúncias feitas à Ouvidoria Nacional da Igualdade Racial são ofensas às pessoas negras comparadas a “macacos”.
Devassa
Processo semelhante, envolvendo a cervejaria Devassa do Grupo Schincariol, foi arquivado recentemente, após o cumprimento de determinações do MP pela empresa. Além da realização de seminários para discutir formas de solucionar o conflito configurado nas propagandas de cerveja e os direitos das mulheres, a Schincariol foi condenada a pagar multa e divulgar contrapropaganda por prática de campanhas publicitárias discriminatórias.

A peça que originou a reclamação contra a Devassa utilizava uma frase associando a imagem de uma mulher negra à cerveja, reforçando o processo de racismo e discriminação a que as mulheres negras estão submetidas historicamente no Brasil. O processo foi encaminhado pela SEPPIR, que cumpriu os acordos internacionais de violações aos direitos das mulheres, a partir das denúncias referentes à propaganda que divulgava a frase: "É pelo corpo que se reconhece a verdadeira negra. Devassa negra encorpada. Estilo dark ale de alta fermentação. Cremosa com aroma de malte torrado".

De acordo com o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), as infrações cometidas no anúncio da Devassa encontravam-se previstas em inúmeros artigos do Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária.
Fonte: http://www.seppir.gov.br

Cotas raciais aprovadas por unanimidade no Supremo Tribunal Federal (STF) - Ponto Final!



Após dois dias de julgamento, na última quinta-feira (26), os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), analisaram a ação ajuizada pelo partido Democrata (DEM), em 2009, contra o sistema de cotas, adotado pela Universidade de Brasília (UnB). O Supremo Tribunal Federal (STF) foi unânime, em manter o sistema de cotas raciais nas universidades públicas. Dez votos a zero foi o resultado do julgamento. Dos 11 ministros do STF, dez participaram do julgamento, apenas o ministro Antônio Dias Toffoli se declarou impedido de votar, porque quando era advogado-geral da União posicionou-se a favor da reserva de vagas. Entretanto, o sistema de cotas raciais, foi implantado como políticas afirmativas para diminuir as diferenças sociais existentes entre brancos e negros no País. 

Sobre a Globo e a sintonia com DEM: 

Será que agora a Globo e o DEM vai mudar seu discurso, e afirmar que o sistema de cotas raciais é considerado constitucional no País, e que a classe negra tem seus direitos assegurado pela Constituição Brasileira!? O jornal nacional mencionava rapidamente, em suas edições diárias, o assunto cotas racial nas universidades Brasileiras, com isso, houve uma aglutinação dos opositores, em torno da emissora, contra ás cotas raciais. Contudo, a emissora tentou convencer a opinião pública sobre a tese gerada pelo partido do Demóstenes Torres, ficou clara a sintonia da emissora com o partido do Demóstenes Torres . 

Sobre divulgação:

 Os jornalões que ostentam o poder da manipulação, por esse Brasil a fora, fez questão de não dar ênfase no resultado do julgamento  do Supremo Tribunal Federal (STF), demonstrando seu descaso com a classe negra. 




27 de abr de 2012

Interpol acrescenta Paulo Maluf á sua “Lista Negra”

26 de abr de 2012

VEREADORES APROVAM PROJETO QUE DÁ PODER DE POLÍCIA À GUARDA CIVIL MUNICIPAL

Os vereadores de Santa Bárbara d’Oeste aprovaram, hoje (24), durante a realização da 15ª Reunião Ordinária do ano, uma proposta de emenda à lei orgânica, um projeto de lei, dez moções e 24 requerimentos. Por unanimidade, a Câmara aprovou, em segunda discussão, a Proposta de Emenda à Lei Orgânica nº 02/2012, de autoria dos vereadores Ademir da Silva (PT); Ducimar Cardoso, o Kadu Garçom (PR); Edison Carlos Bortolucci Júnior, o Juca (PSDB); e José Luis Fornasari, o Joi (PPS), que dispõe sobre as atribuições da Guarda Civil Municipal. A matéria aprovada estabelece que a corporação destina-se a manter a ordem pública, a proteção de seus bens, serviços, instalações e a integridade física dos cidadãos, obedecendo aos preceitos da lei. Essa alteração visa fornecer amparo legal para as ações desenvolvidas pelos patrulheiros junto à comunidade barbarense. Um grupo de guardas municipais, incluindo o secretário de Segurança, Eliel Miranda e o comandante Joel Soares, acompanhou a votação da propositura. Guardas municipais de Iracemápolis, Elias Fausto, Charqueada e Monte Mor acompanharam a votação com o objetivo de propor a matéria para aprovação em seus municípios. Ao final da votação, o secretário de Segurança, Trânsito e Defesa Civil, Eliel Miranda, usou a tribuna para agradecer aos parlamentares pela aprovação da emenda. “Trata-se de um momento histórico. Esta Câmara foi muito corajosa em encampar este projeto. Santa Bárbara d’Oeste é a primeira cidade do Brasil a conceder poder de polícia à Guarda Municipal para que ela possa cuidar da integridade física do cidadão. Esta Câmara faz história e dá exemplo aos outros municípios”, agradeceu.
Fonte: http://www.camarasantabarbara.sp.gov.br

Padilha responde questionamento da folha

25 de abr de 2012

Cota racial e o sentido da igualdade

Por Marcelo Semer, no blog Sem Juízo:
 Se as escaramuças públicas entre os ministros permitirem, o STF começa hoje a votação de outra importante questão de cidadania: a constitucionalidade das cotas raciais. O DEM ajuizou ação no Supremo (ADPF 186) buscando derrubar o sistema de cotas introduzido em 2009 na Universidade de Brasília. Segundo o partido, a regra representaria um abalo ao princípio da igualdade, além de estimular o crescimento do conflito racial. Mas será razoável atribuir o conflito justamente a quem busca minorar suas consequências? A segregação racial no país pode não ter sido inscrita em leis como nos Estados Unidos ou no apartheid sul-africano. Mas isso nem de longe nos absolve dos séculos de discriminação. O fato de que, entre os onze ministros a decidirem a questão, exista apenas um negro, é um claro indicativo das sequelas deste processo, em um país com uma população tão expressiva de afrodescendentes. A participação mínima dos negros, todavia, não se restringe ao plenário de nossa Corte Suprema. No Judiciário como um todo sua presença é irrisória. Como o é nas firmas de engenharia, nos consultórios médicos ou nas redações dos jornais –reflexo direto da insignificante presença de afrodescendentes nos bancos universitários, justamente o que a norma da UnB busca combater. Não é a toa que isso acontece. Existem séculos de opressão por trás dessa desigualdade. O Brasil foi um dos últimos países do continente a abolir a escravatura, com a qual conviveu por mais de trezentos anos. Curiosamente, um dos obstáculos mais fortes à abolição também repousava numa interpretação jurídica, por via da intransigente defesa do direito adquirido. Direito a uma mão-de-obra que até então era considerada coisa. É certamente uma pena que naqueles tempos ainda não gozássemos de uma Constituição Federal que declarasse de forma tão contundente a defesa da igualdade. A questão é de saber se agora que temos essa norma, devemos usá-la para manter intacta a desigualdade que a sua ausência criou ao longo do tempo. A ação afirmativa, de natureza compensatória, não é nenhuma jabuticaba –não existe apenas no Brasil. E tampouco se refere só aos negros. A cota para deficientes físicos em postos de serviços ou mulheres em candidaturas são esforços para reequilibrar situações concretas de desigualdade. Elas não visam o imaginário ou o abstrato, mas a correção de desvios que dominações longevas e discriminações perenes provocaram na sociedade. No caso das cotas na Universidade nem mesmo eliminam o fator de mérito –só os mais capazes poderão usufrui-las. Ninguém pode dizer com precisão qual será o resultado de uma política de ação afirmativa. Mas a omissão no caso tende a ser ainda mais custosa, pela reprodução das desigualdades. De pouco adiantará ter uma Constituição com tantos predicados humanistas (inclusive o que afiança a repulsa ao racismo) se a sua interpretação sufoca as injustiças que ela nasceu para desatar. O Supremo Tribunal Federal vem amadurecendo uma interpretação mais moderna e cidadã das normas constitucionais. Já afirmou a incompatibilidade da Lei da Imprensa com a liberdade de expressão, garantiu o direito à manifestação mesmo em defesa do que é proibido pela lei, assegurou a amplitude da família para alcançar relações homoafetivas. A seguir esta jurisprudência humanista que vem construindo, as ações afirmativas, que dão sentido ao princípio da igualdade, não devem ser consideradas discriminatórias.

24 de abr de 2012

Esta é a verdadeira capa da Veja desta semana!

Fonte: www.tudo-em-cima.blogspot.com.br

A CPI da mídia vai sair?

Por Mino Carta, na CartaCapital:
  Recheada de anúncios, a última edição da Veja esmera-se em representar à perfeição a mídia nativa. A publicidade premia o mau jornalismo. Mais do que qualquer órgão da imprensa, a semanal da Editora Abril exprime os humores do patronato midiático em relação à CPI do Cachoeira e se entrega à sumária condenação de um réu ainda não julgado, o chamado mensalão, apresentado como “o maior escândalo de corrupção da história do País”. A ligação entre o inquérito parlamentar e o julgamento no Supremo Tribunal Federal é arbitrária, a partir das sedes diferentes dos dois eventos. Mas a arbitrariedade é hábito tão arraigado dos herdeiros da casa-grande a ponto de formar tradição. Segundo a mídia, a CPI destina-se a desviar a atenção da opinião pública do derradeiro e decisivo capítulo do processo chamado mensalão. Com isso, a CPI pretenderia esconder a gravidade do escândalo a ser julgado pelo Supremo. O caso revelado pelo vazamento dos inquéritos policiais que levaram à prisão do bicheiro Cachoeira existe. Pode-se questionar o fato de que o vazamento se tenha dado neste exato instante, mas nada ali é invenção. Inclusive, a peculiar, profunda ligação do jornalista Policarpo Junior, diretor da sucursal de Veja em Brasília, com o infrator enfim preso. Não é o que se espera de um qualificado integrante do expediente de uma revista pronta a se apresentar como filiada ao clube das mais importantes do mundo. Pois é, o Brasil ainda é capaz de dar guarida a grandes humoristas. Não faltam, nesta área, os alquimistas, treinados com requinte para cumprir a vontade do patrão. Jograis inventores. Um deles sustenta impávido que a presidenta Dilma despenca em São Paulo para recomendar a Lula toda a cautela em apoiar a CPI do Cachoeira, caldeirão ao fogo, do qual respingos candentes poderão atingir o PT. É possível. E daí? Certo é que a recomendação não houve. E que o Partido dos Trabalhadores escala, no topo da pirâmide, um presidente, Rui Falcão, tão pateticamente desastrado ao rolar a bola na boca da pequena área para o chute midiático. Disse ele que a CPI vinha para “expor a farsa do mensalão”. De graça, ofertou a deixa preciosa aos inimigos. Só faltava essa… De todo modo, o mensalão. Se o inquérito policial falou claro a respeito de Cachoeira e companhia, o mensalão ainda não foi provado. É este um velho argumento de CartaCapital, pisado e repisado. É inaceitável, em tese, antecipar-se ao julgamento, mesmo que no caso haja razoável clareza para admitir outros crimes, como uso de caixa 2 e lavagem de dinheiro. Não há provas, contudo, de um pagamento mensal, mesada pontual a irrigar o Congresso. A sentença compete ao Supremo, e a presença de Ayres Brito na presidência do tribunal representa uma garantia. O mesmo Ayres Brito que não aceita declarar mensalão enquanto carece de provas. Sobra a CPI do Cachoeira. Veremos o que veremos. Resta, de minha parte, a convicção de que poderia tornar-se o inquérito da mídia nativa. Outros são os jornalistas (jornalistas?) envolvidos, além de Policarpo Junior, de sorte a configurar a chance de naufrágio corporativo. Entendam bem, evito ilusões. Não creio, infelizmente, que o Brasil esteja maduro para certos exames de consciência entre o fígado e a alma. Casa-grande e senzala continuam de pé e, por ora, falta quem se atire à demolição. No fundo, os graúdos sempre anseiam aparecer no Jornal Nacional e nas páginas amarelas de Veja. Um convescote promovido por João Dória Jr., de próxima realização, conta com a presença de 14 governadores. Nem ouso me referir ao ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos, advogado de Cachoeira. O qual, obviamente, está em ótimas mãos. Igual a Daniel Dantas. Resta algo mais, merecedor de destaque e, suponho em vão, da atenção da mídia nativa. Passou oito anos a agredir o presidente Lula e o agredido contumaz deixou o governo com quase 90% de aprovação. A presidenta Dilma, embora ex-guerrilheira não é ex-metalúrgica, e tem merecido alguma condescendente compreensão. Mesmo assim, se houver oportunidade, não será poupada. Por enquanto, cuida-se, de quando em quando, de colocar pedras em seu caminho. Não são o bastante, ela cresce inexoravelmente em popularidade. Não me arrisco a crer que os alicerces da senzala comecem a ser abalados, já me enganei demais ao longo da vida. Por parte da mídia, não valeria, porém, analisar os fatos com um mínimo de realismo?

22 de abr de 2012

Joaquim José da Silva Xavier - O Tiradentes e o atual cenário político

Por Dr. Lucas Benedito Saraiva Leite
Se fosse possível que as partes esquartejadas do Joaquim José da Silva Xavier. - O Tiradentes. Se reunissem e voltasse à vida como será que ele encontraria o atual cenário social e político? Um povo feliz e pacato; afinal ser enforcado e esquartejado funcionou muito bem até hoje como exemplo de quem se rebela contra um sistema cancerígeno pelas inúmeras formas de surrupiar o dinheiro público. No país do ziriguidum, do samba à festas de peões estamos evoluindo para o abismo social e político com uma aceitação tácita da própria desgraça alheia. Uma nação que tem que trabalhar 6 meses só para pagar os inúmeros impostos contrasta com os salários vultuosos dos nossos representantes legais que em suas reuniões públicas ou não fazem questão de aumentar seus próprios salários. E ai Tiradentes o que está achando do cenário político!? Olha de fato o que fizeram com você funcionou! Ou seja, mesmo depois de morto ganhou um feriado nacional e a certeza do que pode acontecer com quem faz o que você fez; lutar por políticas sociais mais justas no Brasil é tão difícil quanto foi em 1792 só que agora a luta não para se libertar de Portugal e sim dos políticos corruptos numa nação submissa e extremamente pacata e medrosa de se envolver com tudo que diz respeito à política em geral, vendo a mesma com desdém e repulsa deitado eternamente em berço esplendido ao som do mar e a luz do céu profundo... Acordar pra quê!? Se tem futebol, samba, festas de pão e circo está tudo bem. E ai Tiradentes se sente ainda enganado? Nós também os conformados e os inconformados vivemos num país tropical abençoado por Deus e bonito por natureza... Com ou sem uma nega chamada Tereza. CPIs e intermináveis pizzas – Imprensa marrom numa democracia onde o direito ao voto não é facultativo a todos. É obrigatório! Onde as leis são diferenciadas na prática. Em crime comum X crime de colarinho branco. E ai Tiradentes... Ideologia eu quero uma pra viver (Cazuza), já dizia meus heróis morreram de overdose e os meus inimigos estão no poder... E aí Tiradentes? Valeu por termos um feriado que lembra o que fizeram com o Sr. Fizeram um grande e inesquecível exemplo! Vai ver que é por isso que temos um povo tão pacato, uma imprensa tão mercenária e uma política tão pior quanto foi Portugal como colônia em sua época. Valeu véi na boa! Feriado pra comemorar o quê!? Essa nossa vergonha social e política de cada dia nos daí hoje!? E ai Tiradentes vão ter esquartejar ainda mais e quem sabe expor pelas redes sociais para servir mais uma vez de exemplo!? Ou afinal o povo merece o governo que tem!? E ai povo!? Dormindo ainda... Entendo. Lucas Benedito Saraiva Leite.

Novo protesto contra Marconi - "Fora Marconi"

Acompanhe os gastos da Câmara Municipal de Guaíra/SP.

No ano de 2007, foi adquirido pela nossa Câmara municipal duas fotos aéreas medindo 1 metro de largura por 3 metro de comprimento, com painéis, que estão fixado no Plenário da Câmara, no valor de R$ 5.500,00 ( cinco mil e quinhentos reais), também no ano de 2007, a Câmara gastou com combustível a quantia de R$ 12.350,87, e no ano de 2008, a Câmara teve gasto com combustível a quantia de R$ 8.231,32, em 2010, a Câmara Municipal gastou a quantia de R$ 7.933,35, com produtos de limpeza, higiene e gênero alimentícios.
Em 2011, a nossa Câmara também realizou um contrato junto ao Jornal Editorial O GUAIRA LTDA, no valor de R$ 44.287,80, com o objetivo de publicar os atos e fatos do legislativo.

Acompanhe os gastos da Câmara Municipal pelo site: www.camaraguaira.com.br

Trabalhador protesta e coloca fogo na Câmara de São Francisco - Se essa moda pega!?

20 de abr de 2012

Homenagem a Tiradentes pelos integrantes do PNM na Câmara Municipal


Amanhã 21, na Câmara Municipal, ás 19h, acontecerá uma homenagem a Tiradentes pelos integrantes do PNM (partido da Mobilização Nacional), o 33. Toda comunidade está convidada para celebrar o dia 21 de Abril ( Dia do Tiradentes, patrono do partido) e conhecer os membros do partido e possíveis candidatos a vereador pelo 33.

Cartão Social – Famílias que rendem – Valor Apenas R$ 60,00

Fonte do cartão Social - Famílias que redem: www.novositeprefeituraguaira.com
Após três anos á frente da pasta da Promoção Humana, o gestor exonerado, Rafael Braghirolli, acrescentou junto á sua pasta, um único “Cartão Social – Famílias que Rendem” , o valor, apenas R$ 60,00, enquanto isso: os valores gastos em casas alugadas pela prefeitura, aproxima os R$ 500 mil reais ao ano.

Rainha da Festa do Peão de Guaira-SP 2012

Foram Eleitas as representantes da Festa do Peão de Boiadeiro de Guaira-SP, disputa de 16 Belíssimas Garotas, resultado do Concurso de Beleza:


Larissa Spimpolo Rainha da Festa do Peão de Guaira-SP 2012.

Fernanda Braga Sanches Miss Simpatia da Festa do Peão de Guaira 2012.

Keila Ferreira Alves Nascimento Princesa da Festa do Peão de Guaira 2012.

Vídeos do Concurso Rainha da Festa do Peão de Boiadeiro de Guaira-SP
Fonte: TV TáOkey
Apresentação das Candidatas.


Finalistas do Concurso Rainha da Festa do Peão de Guaira-SP 2012.


Show de Nando Moreno Rainha da Festa do Peão de Boiadeiro de Guaira-SP 2012.



Fonte:http://ernaniguaira.blogspot.com.br/

A Veja logo será O Cruzeiro

Por Fernando Brito, no Blog Tijolaço:

Houve um tempo em que O Cruzeiro era a flor do império de Assis Chateaubriand.

Terminou, como se sabe, reduzida a uma circulação pífia, vendido o título a um ex-colaborador do regime militar, Alexandre Von Baumgarten, e usada para obter vantagens do Governo.

Baumgarten, o coveiro da revista, terminaria ele próprio assassinado em circunstâncias obscuras, no que parece ter sido uma queima de arquivo dos anos finais da ditadura.

A Veja parece querer seguir o mesmo caminho, que começa muito antes da decadência das vendas e do faturamento.

Inicia-se da demolição do patrimônio maior de qualquer publicação: na demolição de sua credibilidade.

Ainda imperará, por bom tempo, dividindo com a Caras as salas de espera dos consultórios médicos e dentários.

Mas sua capacidade de pautar a mídia se foi.

A isnstalação da CPI do Cachoeira, sabe-se hoje um misto de fonte e editor de pauta da revista, exporá inevistavelmente as vísceras de uma ligação espúria.

Não haverá corporativismo midiático que possa omitir a revelação das cumplicidades entre ela e o esquema mafioso montado pelo bicheiro pelas TVs da Câmara e do Senado.

Puderam “segurar” a nota do presidente da Câmara, Marco Maia, denunciando os métodos totalitários da revista. Não publicarão nada sobre o fato de o tópico #Vejabandida ter sido o mais presente no Twitter durante o dia de ontem no Brasil e, aliás, em toda a rede mundial de computadores, como você vê na imagem.

Esse corporativismo não é mais capaz , nos tempos de internet de massa, de baixar uma cortina de silêncio sobre os fatos.

Não vão poder segurar o que surgirá na CPI, associando dezenas de matérias – inclusive a que iniciou a temporada de ministros no Governo Dilma – revelando que o esquema de arapongagem de Cachoeira vivia em simbiose com a pauta da revista, que se prestava à demolição dos esquemas que obstavam os apetites de Cachoeira e seus aliados.

É certo que a revista ainda fará muito barulho.

Quem é da roça sabe que certos bichos berram desesperadamente quando sentem que vão morrer.
A magem é ilustrativa

19 de abr de 2012

Aniversariante

O Ex-Prefeito de Guaíra Sérgio de Mello (PT) está completando mais um ano de vida. Toda comunidade Guairense deseja que Deus lhe dê toda a felicidade do mundo, tudo de bom neste seu aniversário e que todos os seus sonhos sejam realizados e todos os seus desejos alcançados, ainda esse ano. Parabéns!

18 de abr de 2012

Governo vai tentar ter o controle das gravações feitas pela PF operação Monte Carlo. CPI sai ou não sai? Eis a questão! Os políticos estão aprendendo a não anunciar datas para fazer o que é preciso ser feito. Brasil tem dessas inércias.

Veja será colocada no banco de Réus

Caixa de Pandora Aberta.

JOSÉ REINALDO LIVROU-SE DE LAIO MAS NÃO CONSEGUIU DECIFRAR A ESFINGE

Por nosso truta Conrado Vitali, em seu blog
Faça-se justiça. O ex-vereador e atual chefe de gabinete do governo guairense, José Reinaldo dos Santos Júnior, fez o que seu chefe (de direito; não de fato), o prefeito José Carlos Augusto, jamais teve coragem : matar simbolicamente o pai político para seguir, “livre”, o próprio caminho. Apadrinhado do ex-prefeito Aloizio Lelis Santana, que o introduziu no universo político, José Reinaldo teve o “timing” correto para livrar-se da influência opressora de Aloizio, rompendo com ele no tempo certo. Na verdade, estava muito claro que não havia outra saída. O estilo dominador do ex-prefeito e sua paranóia controladora sempre foram capazes de sufocar personalidades relegando-as a um papel coadjuvante (não me surpreenderia se algum filho seu precisasse de terapia para suportar o peso da mala – ou “do mala”). Um dos exemplos clássicos da doença controladora de Aloizio foi o livro sobre a história de Guaíra escrito pelo atual secretário de Cultura, Marcelo Freitas. A obra teve Aloizio como mecenas político e apesar de trazer bons e memoráveis registros históricos, parou, não por acaso, na última gestão do ex-prefeito, deixando de fora toda a rica e conturbada história recente do município (Aloizio não iria apoiar um livro que mostrasse que depois de sua época existiu vida inteligente na cidade). Voltando ao rapaz que se achava de Corinto, o problema é que José Reinaldo, apesar de superar o conflito edípico, teve dificuldades, na sequência, em decifrar o enigma da Esfinge na entrada de Tebas. Depois de providencialmente matar “Laio”, José Reinaldo não teve o mesmo refinamento intelectual de Édipo. Parou na entrada de Tebas por não conseguir entender – apesar de, pretensioso, achar que sabe tudo sobre o assunto – o segredo do monstro da política e sua cabeça de mulher num corpo de leão. Costuma ser fatal. Começar bem na política e parar pra cagar no meio do caminho é um convite ao atropelamento A Esfinge bem que deu seus sinais na tentativa de dar uma ajudinha. A derrota nas últimas eleições municipais mostrou que José Reinaldo cometeu algum erro no percurso. Foi um Édipo no início mas deixou-se transformar , ainda na metade do caminho, num Sísifo, personagem da mitologia grega (genialmente explorado por Albert Camus) condenado a repetir sempre a mesma tarefa de empurrar uma pedra de uma montanha até o topo, só para vê-la rolar para baixo novamente. Nessa perspectiva, até a covardia de seu chefe mostrou-se mais produtiva, ainda que premiada pela sorte. José Carlos, que nunca teve saco roxo para ser um Édipo e “assassinar” Minininho , acabou prefeito. Muito embora tenha entrado em Tebas pela porta dos fundos, José Carlos conseguiu ser o que José Reinaldo parece estar fadado a apenas desejar. É a pedra que insiste em rolar montanha abaixo. A impressão que se tem é que o garoto promissor descoberto por Aloízio, e de quem se livrou no tempo correto, perdeu o astrolábio enquanto caminhava. Salvo do ostracismo por um político fraco, paga o castigo imposto pela Esfinge, sempre impiedosa: achar que pode levar a pedra até o cume sem que ela role para baixo. Vai continuar achando.

Opções de capa para a Veja

Do blog Tudo em cima



Fonte: http://www.tudo-em-cima.blogspot.com.br

Deputado Protógenes fala sobre o banditismo da mídia

17 de abr de 2012

Você pode deter a Corrupção:

Ong Guaíra Transparente Combate á Corrupção

Momento de Reflexão - Extrato de Contrato:



Prédio Público continua abandonado, em Guaíra/SP




O prédio da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) Ainda Continua Abandonada em Guaíra/SP.

16 de abr de 2012

Façam vocês mesmo suas reflexões – Sobre as 400 casas populares prometida durante a campanha em 2008, pelo Prefeito José Carlos Augusto (DEM).





Cadê Prefeito José Carlos Augusto (DEM) as casas prometidas em palanque? Como fica a situação do povo em relação à casa popular? A população está cansada de esperar por seu sonho de ter uma moradia, por isso elegeu seu grupo, porque foi dito em palanque na campanha de 2008, seriam construídas 400(Quatrocentas Casas Populares), logo que começassem o ano após serem eleitos. Cadê?

Manifestações em Goiânia contra Marconi.

Marco Maia acabou com Veja

Do sítio do Deputado Federal Marco Maia:
Tendo em vista a publicação, na edição desta semana, de mais uma matéria opinativa por parte da revista Veja do Grupo Abril, desferindo um novo ataque desrespeitoso e grosseiro contra minha pessoa, sinto-me no dever de prestar os esclarecimentos a seguir em respeito aos cidadãos brasileiros, em especial aos leitores da referida revista e aos meus eleitores:
- a decisão de instalação de uma CPMI, reunindo Senado e Câmara Federal, resultou do entendimento quase unânime por parte do conjunto de partidos políticos com representação no Congresso Nacional sobre a necessidade de investigar as denúncias que se tornaram públicas, envolvendo as relações entre o contraventor conhecido como Carlinhos Cachoeira com integrantes dos setores público e privado, entre eles a imprensa;

- não é verdadeira, portanto, a tese que a referida matéria tenta construir (de forma arrogante e totalitária) de que esta CPMI seja um ato que vise tão somente confundir a opinião pública no momento em que o judiciário prepara-se para julgar as responsabilidades de diversos políticos citados no processo conhecido como "Mensalão";

- também não é verdadeira a tese, que a revista Veja tenta construir (também de forma totalitária), de que esta CPMI tem como um dos objetivos realizar uma caça a jornalistas que tenham realizado denúncias contra este ou aquele partido ou pessoa. Mas posso assegurar que haverá, sim, investigações sobre as graves denúncias de que o contraventor Carlinhos Cachoeira abastecia jornalistas e veículos de imprensa com informações obtidas a partir de um esquema clandestino de arapongagem;

- vale lembrar que, há pouco tempo, um importante jornal inglês foi obrigado a fechar as portas por denúncias menos graves do que estas. Isto sem falar na defesa que a matéria da Veja faz da cartilha fascista de que os fins justificam os meios ao defender o uso de meios espúrios para alcançar seus objetivos;

- afinal, por que a revista Veja é tão crítica em relação à instalação desta CPMI? Por que a Veja ataca esta CPMI? Por que a Veja, há duas semanas, não publicou uma linha sequer sobre as denúncias que envolviam até então somente o senador Demóstenes Torres, quando todos (destaco "todos") os demais veículos da imprensa buscavam desvendar as denúncias? Por que não investigar possíveis desvios de conduta da imprensa? Vai mal a Veja!;

- o que mais surpreende é o fato de que, em nenhum momento nas minhas declarações durante a última semana, falei especificamente sobre a revista, apontei envolvidos, ou mesmo emiti juízo de valor sobre o que é certo ou errado no comportamento da imprensa ou de qualquer envolvido no esquema. Ao contrário, apenas afirmei a necessidade de investigar tudo o que diz respeito às relações criminosas apontadas pelas Operações Monte Carlo e Vegas;

- não é a primeira vez que a revista Veja realiza matérias, aparentemente jornalísticas, mas com cunho opinativo, exagerando nos adjetivos a mim, sem sequer, como manda qualquer manual de jornalismo, ouvir as partes, o que não aconteceu em relação à minha pessoa (confesso que não entendo o porquê), demonstrando o emprego de métodos pouco jornalísticos, o que não colabora com a consolidação da democracia que tanto depende do uso responsável da liberdade de imprensa.

Deputado Marco Maia,
Presidente da Câmara dos Deputados
Em 15 de abril de 2012

Veja tenta desviar o foco:

Novas denúncias do mau uso do dinheiro público:

Moral da história: O dinheiro acabou; A teta secou; A caixa de pandora está sendo aberta.



15 de abr de 2012

Debate sobre corrupção parte 1:



Debate sobre corrupção parte 2:
OBRAS DO PARQUE DE EXPOSIÇÕES ADEMIR JOVANINI AUGUSTO SEGUEM EM RITMO ACELERADO - COM A APROXIMAÇÃO DA FESTA DO PEÃO JÁ ESTÁ SENDO PINTADA TODA DE AZUL.

Foto - http://www.novositeprefeituraguaira.com/

Saúde da Família José Adalberto Léllis Garcia continua sem os cuidados por parte da Administração Pública, em Guaíra/SP

Desde que a Unidade Saúde da Família ( José Adalberto Léllis Garcia), foi construída, em outra administração, ainda não passou por uma boa pintura, no governo do prefeito José Carlos Augusto.
A comunidade periférica que reside nas proximidades do Bairro Aniceto Carlos Nogueira, e necessita utilizar diariamente a Unidade Saúde da Família, convive com o despreparo por parte da administração pública.


Operação Monte Carlo PF apresenta novas evidências gravadas – Será que tem outras pessoas envolvidas quem é o 01?

14 de abr de 2012

Show de Prêmios no CEREA.

Neste domingo dia 15/04 a partir das 14:00hs acontece no CEREA na Avenida 29 nº 940 (Entre Ruas 26 e 28), um Show de prêmios e você é o nosso convidado. Prestigie e colabore com esta entidade social que tanto faz pela nossa cidade.

Banheiro Público que será Utilizado Pelos Turistas Durante a Festa do Peão - Continua Abandonado!





12 de abr de 2012

Ex-Prefeito Sérgio de Mello estará no Programa OPINIÃO sábado na Rádio ALTERNATIVA FM 88,9.


Sábado é a hora em que a população de GUAÍRA-SP, através do Programa OPINIÃO fica, de fato, bem mais informada sobre os problemas, soluções e dúvidas em geral que a população tenha sobre o andamento do nosso município.
O Programa OPINIÃO é um programa sério, ético e responsável. Diríamos que é um programa que faz o BEM para a população no sentido de fazer exercer o direito do CIDADÃO. O programa vai ao ar todos os sábados das 11h ás 12h através das ondas da Rádio ALTERNATIVA FM 88,9 (www.alternativafmetv.com). Fone: 3331-4000. Participem, ao vivo.
O programa é bem descontraído, bem informativo e com uma boa dose de visão democrática no sentido de empreendedorismo, educativo, social e fiscalizador.
O programa tem como âncora o empresário e amigo do POVO, Denir Ferreira dos Santos,"O Denir Barulho” O OPINIÃO, também conta com as presenças do operador de som Adriano Silva, os comentários da educadora Cida Ferreira, que neste sábado ( 14), estará recebendo a ilustre presença do Ex- Prefeito Sérgio de Mello ( PT), que irá abordar vários assuntos pertinente a nossa comunidade.
Os internautas já sabem, quer se informar sobre como anda a real situação econômica, cultural, esportiva, social e principalmente sobre as políticas públicas e a política em nosso município: Programa OPINIÃO. Não almocem sem ouvir esse programa. Ele tem muitas informações quentíssimas!

Essa não! Demóstenes Torres disse que é inocente.

Estudantes de Guaíra/SP sofrem com Transporte Universitário:


Sobre o Transporte Universitário:

11 de abr de 2012

TV Record esclarece mensalão

Greve na Usina Guaíra


Teve início na manhã de hoje, uma greve de trabalhadores da Usina Açucareira Guaíra.

A mobilização é comandada pelo Sindicato dos Trabalhadores na Fabricação do Alcool de Guaíra e Região, presidido por Célio Pimenta.

A greve teve início hoje por volta das sete horas, paralisando 450 funcionários o que representa até o presente momento 95% (noventa e cinco por cento) da indústria paralisada.

Os trabalhadores reivindicam a incorporação de 34% de abono já recebido durante a safra na carteira de trabalho.

Segundo o Presidente do Sindicato, Célio Pimenta, a empresa foi notificada sobre a solicitação e possibilidade de greve dos trabalhadores. Até por volta das nove horas, a diretoria da Usina Guaíra ainda não havia se manifestado sobre as negociações com o sindicato.

Fonte: www.taokey.com.br

Contrato Celebrado Junto a Câmara Municipal de Guaíra/SP

10 de abr de 2012

A popularização do livro "Privataria Tucana"

O Bairro Jardim Ligia, continua sem Sinalização de Trânsito e sem os cuidados por parte do serviço de Limpeza Pública, em Guaíra/SP

Momento de Reflexão:

A construção do Calçadão e a implantação da academia a céu aberto - até o exato momento, nada foi concluído!


Deputado Gilson de Souza consegue R$ 200 mil para bairro Vivendas
Foto: site Câmara Municpal.
O Deputado Gilson de Souza ao lado dos vereadores Renato Moreira, João Barbosa e prefeito José Carlos Augusto durante reunião na Câmara Municipal

Avenida que devera receber o investimento

Foto do projeto que mostra como ficará a avenida após os investimentos

O Deputado Estadual Gilson de Souza (DEM) acaba de anunciar a conquista de R$ 200 mil junto ao Governo do Estado para serem utilizados pelo Governo Municipal em obras de melhorias no bairro Vivendas do Bom Jardim.

A notícia foi repassada pelos vereadores Renato César Moreira, João Francisco Barbosa e o presidente do diretório municipal do Democratas, o ex-vereador Marco Antônio Pugliesi. “É mais uma conquista importante que vai beneficiar uma região de nossa cidade carente de investimentos governamentais”, disse o vereador Renato.

O valor que devera ser liberado após o pleito eleitoral, será utilizado pela prefeitura municipal para a construção de um calçadão na avenida Leozino Dias Campos que margeia o ribeirão do Jardim, bem como implantação de uma academia a céu aberto para a prática de esportes dos moradores daquela região, além de outros investimentos, como iluminação baixa e bancos.

Para o vereador João Barbosa, a obra proporcionará qualidade de vida aos moradores. “Esta obra será muito útil para aqueles moradores. Além de se tornar mais uma área para a prática de esportes, a urbanização do local favorecerá a valorização do bairro”, comentou Barbosa.

Além deste recurso, o Deputado Gílson de Souza já disponibilizou para Guaíra, os seguintes repasses: R$ 200 mil para construção do Centro do Idoso, R$ 150 mil para campo de Bocha e Malha, R$ 100 mil para a Santa Casa, além de apoiar o município na implantação do projeto Nota Fiscal Solidária que irá beneficiar entidades do município.

De acordo com informações dos vereadores, a verba a ser destinada para o Bairro Vivendas do Bom Jardim já foi incluída no orçamento como Emenda Parlamentar e deverá ser liberada até julho do próximo ano.
Fonte: www.camaraguaira.com.br

Deputado Estadual Luiz Claudio Marcolino (PT/SP) destina recursos de R$ 30.000,00, para Cerea.


Na reunião do Cerea desta noite, a diretoria fez questão de prestar contas e agradecer os recursos de R$ 30.000,00 destinados a entidade junto a SEADS pelo deputado estadual Luiz Claudio Marcolino (PT/SP), a meu pedido e da vereadora Cida Armani. A D. Janete Barini e o engenheiro Edvaldo Dantonio também foram convidados. Valeu presidente Carlinhos e coordenador Tião Malta. Obrigado companheiro Luiz Claudio.
Fonte: Facebook - Sérgio de Mello

9 de abr de 2012

Teatro de Arena após ser soterrado pela Administração Pública, é pintado de azul.




Com a aproximação da Festa do Peão, Já esta concluído o estacionamento que fica ao lado do soterrado Teatro de Arena.