30 de set. de 2013

A política sem princípios.

Por Adeir Alves

 Como governar sem corrupção e sem imoralidade? São perguntas que parece não haver respostas. A governabilidade, sobretudo os laços políticos consolidados no processo eleitoral; a incorporação dos laços políticos entre as uniões necessárias para talvez abrir a porta de petrificações ideológicas dos grupos políticos que sempre tem a fórmula mágica para a governabilidade com princípios.

Reunião ampliada discutirá ações pelo Marco Civil da Internet

Por Deborah Moreira, no sítio Vermelho:

 Dando continuidade às ações em defesa do Marco Civil da Internet, acontece na segunda-feira (30), às 19 horas, uma reunião ampliada para organizar novas ações de rua e de redes. Todos estão convocados. O encontro acontecerá em São Paulo, no Auditório do Conselho Regional de Psicologia da 6ª Região. Recentemente, grupos e coletivos têm criado páginas na web e nas redes sociais para defender a liberdade de expressão na internet como "Marco Civil Já" e "Internet Sem Catracas".


25 de set. de 2013

Lei de Requião pode melhorar o jornalismo

Por Paulo Moreira Leite, em seu blog:

 Aprovado por unanimidade no Senado, o projeto de Roberto Requião, que garante o direito de resposta no prazo de até 7 dias, vai ajudar a melhorar o jornalismo e os jornalistas brasileiros.

 Vamos combinar que se vive hoje num universo de impunidade e tiro livre em direção a honra de qualquer cidadão, em especial homens públicos que são antipatizados e mesmo perseguidos pelos meios de comunicação.

 Sem nenhum controle legal, nenhuma obrigação de prestar contas por aquilo que divulgam, os meios de comunicação atiram primeiro para perguntar depois. Às vezes, nem perguntam. Ou perguntam e ignoram explicações que não lhes convém.

Entristece saber que Bolsonaro não está sozinho

Por Leonardo Sakamoto, em seu blog:

Bolsonaro é tosco? Sim, ele é. Mas não é burro. E nem está sozinho.

 Representa uma camada da população que divide com ele a visão de mundo e tem orgasmos múltiplos ao ouvir as estripulias de seu deputado. Estripulias que não vêm de rompantes do fígado, mas são milimetricamente calculadas para ganhar espaço da mídia.

 Todos os pontos de vista merecem ter voz em uma democracia. O problema é que a visão de mundo de Bolsonaro e representados torna o diálogo e mesmo a convivência pacífica impossíveis. Um estranho paradoxo: Bolsonaro e representados defendem a antítese da democracia, apesar de só continuarem podendo se expressar livremente por conta dela.


Strike Fit Consultoria Em Atividade Física e Nutrição.

24 de set. de 2013

Mello é surrado pela dobradinha Oposição X Imprensa por ter um sonho:

Foto: Martin Luther King 
Por Adeir Alves:

 Durante o processo eleitoral, Sérgio de Mello, até então candidato vencedor nas últimas eleições. Mello ganhou a confiança de seus eleitores sobre a realização de seu sonho de construir Mil Casas populares e pôr fim no déficit habitacional alavancado na gestão passada devido o grande número de loteamentos aprovados pela Câmara Municipal da época.

Fortalecendo a luta pela democratização da comunicação

Por Raquel de Lima, no sítio do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC):

Com ampla representatividade, terminou hoje, 22, a XVII Plenária Nacional do FNDC, em Brasília. No encontro foi aprovado o novo estatuto social da entidade, que possibilitará o fortalecimento da luta nos estados e facilitará o ingresso de atores sociais importantes.


 Para Rosane Bertotti, coordenadora geral do FNDC, as mudanças na estrutura, organização e participação, aprovadas no encontro, fortalecem a entidade e robustecem a luta pelo direito a comunicação. "O debate do estatuto é resultado do processo da político de crescimento do FNDC. E fortalecer o FNDC é fortalecer a luta". Ela explica que o Fórum já vinha de um processo de ampliação nos últimos meses.

"julgamento medieval"

Globo deporá na Comissão da Verdade?

Por Marcelo Semer, no blog do Miro:

 Quando peruas de transmissão da Rede Globo começaram a ser vistas em comícios da campanha das Diretas-Já, em 1984, as pessoas entoavam canto que ficou célebre: o povo não é bobo.

 O início da campanha das Diretas havia sido completamente ignorado nos telejornais da emissora. Se dependesse apenas de suas imagens, os brasileiros não saberiam o tamanho do movimento político que percorria o Brasil.


22 de set. de 2013

Momento de reflexão:

A realidade é uma só: a imprensa sempre viveu á custa da prefeitura e da Câmara – o dia que resolveram desmamar á senhora imprensa e o vovô da rádio, veja no que deu. "Uma imprensa raivosa passando por cima da Constituição, ferindo á Liberdade de Expressão e naufragando a ética do Jornalismo".

Senado aprova projeto que regulamenta direito de resposta

Por Bruno Marinoni, no  Observatório do Direito à Comunicação

 Foi aprovado pelo Senado, nesta quarta-feira (18), o projeto (PLS 141/2011) do senador Roberto Requião (PMDB-PR) que regulamenta o direito de resposta por matéria publicada por veículos de comunicação. Desde a supressão da Lei de Imprensa pelo Supremo Tribunal de Justiça, em 2009, este direito constitucional não encontra garantias de aplicação.


21 de set. de 2013

Atrizes globais vestem preto para exigir que o patrão mostre o Darf

Por Eduardo Guimarães, no blog da Cidadania:

Recentemente, descobriu-se que a Globo sonegou centenas de milhões de reais ao adquirir os direitos de transmissão dos jogos da Copa do mundo de 2002. Em 2005, a emissora foi autuada pela Receita Federal e, somando multa e juros, deve hoje mais de R$ 1 bilhão.

 O processo, porém, só começou a andar neste ano após denúncia da blogosfera que foi parar na imprensa e até na televisão. Ficou parado durante anos porque funcionária da Receita roubou aquele processo junto com os de muitas outras empresas que lhe pagavam para “sumir” com suas autuações por sonegação.


Radio Cultura AM e FM

Por Sergio de Mello, nas redes sociais:

Caro Alfredo, aproveito a madrugada de sábado para uma breve resposta, pois não tive tempo a perder durante a semana. Não pense que vou responder pelo FB esse monte de críticas ao governo municipal que sua emissora faz todos os dias para centenas de ouvintes, de forma antiética, pois não nos dá o direito do contraditório. Proponho mais uma vez uma entrevista ao vivo, no formato que você julgar melhor, pois não confio mais na Radio Cultura para programas editados. Em toda minha vida pública sempre defendi a liberdade de imprensa e de expressão e, acredite, não mudei por estar prefeito.


20 de set. de 2013

Enfim, Senado aprova projeto do Direito de Resposta

Do blog Viomundo:

Depois de mais de dois anos de tramitação, o Senado aprovou, nesta quarta-feira (18), o Projeto de Lei do senador Roberto Requião que garante a todos os brasileiros o direito de responder, nos meios de comunicação,com o mesmo destaque da notícia original, quando vítimas de notícias não verdadeiras, distorcidas ou ofensivas. Segundo Requião,” desde abril de 2009, quando, em boa hora, o Supremo Tribunal Federal extinguiu a chamada “Lei de Imprensa”, uma das últimas “heranças” da ditadura militar (1964-1985), o país não contava com uma legislação que disciplinasse o assunto”. Agora, o seu projeto preenche este vazio.

 A proposta de Requião foi longamente discutida no plenário. Segundo os senadores Humberto Costa, Anibal Diniz e Pedro Taques, que relatou o projeto, a inicativa de Requião “é histórica” e representa uma das principais leis aprovadas no Senado. Defenderam ainda o projeto de Requião os senadores Wellington Dias, Magno Malta, Ana Amélia e Antônio Carlos Valadares. Requião e os senadores que defenderam o Direito de Resposta pediram que a Camara Federal, para onde vai agora a proposta, discuta-a em regime de urgência.


Campanha para filiação de mulheres está nas redes sociais

Do Geledés Instituto da Mulher Negra:

A campanha lançada pela bancada feminina da Câmara para incentivar o ingresso de mulheres nos partidos políticos já está nas redes sociais – Facebook, Twitter e YouTube. Com o lema "Mulher, tome partido. Filie-se", a meta é aumentar em 20% o número de mulheres filiadas até o dia 4 de outubro, além de ampliar em 30% a representação da bancada feminina na Câmara e no Senado no ano que vem.

 O dia 4 de outubro é prazo final de filiação para quem deseja concorrer a um cargo político nas eleições gerais de 2014, explica a deputada Jô MOraes (PCdoB-MG), coordenadora da bancada feminina.


Momento de Reflexão

19 de set. de 2013

Ratos na garrafa de Coca-Cola?

Internet e soberania

Por Jandira Feghali, no Jornal do Brasil:

 Agiu corretamente e em defesa de nossa soberania a presidenta Dilma Rousseff, ao adiar a visita oficial que faria aos Estados Unidos. Após os gravíssimos episódios envolvendo denúncias da ofensiva imperialista, o país não poderia se curvar à prepotência que emerge em histórico trajeto de arrogância e intervenção político-econômica. Apesar de tudo o que veio a pblico por meio da imprensa nacional e internacional sobre os crimes de invasão de privacidade, não houve qualquer sinalização no sentido de uma explicação plausível, muito menos de uma retratação oficial. Era o mínimo esperado


18 de set. de 2013

Globo usa manobra contábil para sumir com dívida bilionária


Segundo a Receita Federal, a Globopar, empresa controladora da TV Globo, fez uma jogada para deixar de pagar mais de R$ 1 bilhão em impostos não recolhidos.

16 de set. de 2013

Lions Clube Guaira/SP, convida toda a população para a palestra sobre Maus Tratos e Abandonos de Animais

Momento de Reflexão:

Por Dr. Rafael Gasparino, nas redes sociais:

 Muito se tem falado, discutido, inquirido e até se afirmado sobre a situação legal do Prefeito Sérgio de Melo no que diz respeito à decisão condenatória por improbidade administrativa (caso da recondução de funcionario) proferida pelo Tribunal de Justiça Paulista. À boca miuda, vários são os pareceres advinhativos, os meios sugeridos e os fins esperados, porém, a real situação só será conhecida após manifestação das autoridades competentes, responsáveis pelo deslinde do caso, não cabendo a nós, que não conhecemos o processo ou teor da decisão, emitir qualquer juízo de valor, o que seria, senão aético, no mínimo uma deselegância impertinente.

Espaços urbanos

Por Frei Betto, no sítio da Adital:

Restam nas cidades brasileiras poucas casas erguidas antes de 1930.

A especulação imobiliária, associada à nossa insensibilidade à preservação da memória histórica, derrubou-as. Observe esses detalhes: casas antigas têm a porta de entrada colada na calçada. Tempo em que havia quintais e os moradores punham cadeiras na calçada para um dedo de prosa à hora do crepúsculo. A sala de visitas, e mesmo quartos, davam diretamente para a rua, já que quase não havia ruído exterior.

 Aos poucos, as casas recuaram das calçadas. Trocou-se o quintal da parte de trás pelo jardim na parte da frente. O ruído de bondes, ônibus, caminhões, exigiu sala na ala posterior e quartos nos fundos.

 Ainda morei em casa de esquina rodeada de jardim. O muro baixo era um detalhe estético. Criança, eu preferia saltá-lo que atravessar o portão.


Estatuto da Juventude avança no reconhecimento legal do direito à comunicação no Brasil

Por Douglas Moreira, no Observatório do Direito à Comunicação:

 O Estatuto da Juventude (lei 12.852/2013), sancionado pela Presidência da República no último dia 5 de agosto, é a primeira lei brasileira a reconhecer, expressamente, o direito à comunicação. Apesar de termos em diversas normativas nacionais, internacionais e na própria Constituição Federal elementos que integram tal direito – como a liberdade de expressão, o acesso à informação, a proibição da censura e dos monopólios e oligopólios de mídia – essa é a primeira vez que a expressão “direito à comunicação” aparece em um de nossos marcos legais.


12 de set. de 2013

Notícia de Guaíra/SP

O ‘White bloc’ também vandaliza

Por Luciano Martins Costa, no Observatório da Imprensa:

O Conselho Regional de Medicina do Ceará obteve liminar em ação na qual requer o direito de negar registro provisório aos profissionais inscritos no programa Mais Médicos. A representação dos médicos no Espírito Santo protocolou processo no mesmo sentido, e tudo indica que a iniciativa vai se repetir em outros estados, numa sucessão de manobras com a intenção declarada de atrasar e desmoralizar o projeto governamental.

 O Ministério da Saúde sentiu o golpe e seus porta-vozes demoraram a acreditar que as entidades corporativistas da medicina brasileira chegariam a esse ponto.


11 de set. de 2013

Xenofobia e racismo contra médicos cubanos

Por Simone Freire, no jornal Brasil de Fato: 

 Segundo pesquisa divulgada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), nesta terça-feira (10), a maioria da população brasileira é favorável à contratação de médicos estrangeiros por meio do Programa Mais Médicos. Das 2.002 pessoas entrevistas, 73,9% apoiam o programa e 49,6% delas acreditam que ele solucionará problemas graves relacionados à saúde no país. 


10 de set. de 2013

O que mancha a imagem do Brasil no exterior não é a falta de alta costura

Imagem Ilustrativa
Por Maria Rita Keh, no Gelédes Instituto da Mulher Negra:

Segue a carta aberta de Maria Rita Kehl à ministra Marta Suplicy. A carta é curta e profundamente objetiva. O governo precisa fazer opções. Deixar os Pontos de Cultura à míngua e incentivar a alta costura, é algo absurdo. E algo que aponta lados. Que demonstra escolhas. Ou seja, menos arte popular. Mais elitismo. E tudo em nome da economia.

 "Prezada Ministra Marta, como vai? 

Escrevo para lhe dizer que concordo com a sua afirmação: moda é cultura. Alta culinária também. No entanto, eu não penso que sejam estas as expressões culturais que precisam dos incentivos do MinC.


Os três que não deixarão saudades.

Por Adeir Alves:
A gestão Zecarlista foi marcada por inúmeras condutas autoritárias que levaram o governo do ex-prefeito a ser surrado nas urnas em 2012, foi uma lavada de votos que ficará na história do município.

O ex-prefeito soltou as rédeas de seu governo, como um bom funcionário que sempre foi na sua trajetória de vida - delegou poderes ao Ex-Chefe de Gabinete, que, sem experiência, não teve um bom aproveitamento no cargo, o resultado nas urnas nas últimas eleições, não deixaram dúvidas.


9 de set. de 2013

Pedido de desculpas da Globo: Sorria!

Quem Obama pensa que é?

Por Cadu Amaral, em seu blog:

O governo dos Estados Unidos espionam todos os países do mundo. Isso é parte de sua cultura de guerra e de sua síndrome de donos do planeta. É bem verdade que, além de relações no âmbito da diplomacia, as embaixadas de todos os estados nacionais repassam informações sobre o que acontece ao seu redor. Mas isso não lhes dá o direito de grampear chefes de estado e de governo, empresas ou pessoas comuns.

 A recente revelação de Dilma Rousseff foi alvo direto dessa prática expôs ainda mais a inconveniente – para ser elegante – mania estadunidense de ditar as regras no mundo. Tudo em comum acordo com suas grandes empresas, especialmente da área de comunicação. Além de intervenções militares, a arapongagem dá vantagem em negociais comerciais.


É que a televisão me deixou burro, muito burro, demais

Imagem Ilustrativa
Por Leonardo Sakamoto, em seu blog:

 Resolvi aperfeiçoar um roteiro, postado por aqui anteriormente, com coisas que andei vendo na TV nos últimos dias. Acho que agora está digno.

 Cena de fazenda ocupada por indígenas. Zoom na latinha de cerveja. Câmera abre até mostrar indígenas sentados em roda, rindo de algo. Locução do repórter cobrindo as imagens:

 - Eles estão festejando a invasão de trocentos mil hectares de terra. Terra que, até então, era produtiva.


7 de set. de 2013

Reunião: Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra – CMCN de Guaíra/SP

O Conselho de Participação e Desenvolvimento da Comunidade Negra – CMCN de Guaíra/SP, no uso das atribuições que lhe são conferidas, vêm através do presente, convocar todos os Conselheiros, Titular e Suplente, representante da Sociedade Civil e Poder Publico, para mais uma Reunião Ordinária, que acontecerá no dia 09/09, na próxima segunda-feira, na casa da Cidadania, às 19H00. 

 Pauta:

 Discussão do Regimento Interno e outros assuntos que vierem.

 "O combate ao Racismo passa pela Ação ou pela Inércia de todos."

Globo vomita no prato em que comeu

Por Mino Carta, no blog Viomundo:

 Ingratidão da Globo me espanta, ela vomita no prato em que comeu, com o perdão pelo uso do verbo, de eficácia indiscutível, no entanto. Aludo ao editorial com que o mais autorizado porta-voz das Organizações, O Globo, brindou seus leitores dia 1º de setembro. Diz-se ali que apoiar o golpe de 64 foi erro nascido de um equívoco. Veio a ditadura, como sabemos, provocada pelos gendarmes chamados pelos donos do poder civil, entre os quais figurava, com todos os méritos, Roberto Marinho, e os anos de chumbo de alguns foram de ouro para a Globo.

Subordinação da mídia nativa aos EUA

Por Heloisa Villela, no blog Miro:

 O que a grande imprensa brasileira diz agrada Washington há décadas. Diria mais. Não só cai bem nos ouvidos da Casa Branca e do Departamento de Estado como, fiel escudeira, defende os mesmos interesses. É o que transparece da leitura de um despacho diplomático que me chegou às mãos graças ao pesquisador Jeremy Bigwood, que há anos vasculha os arquivos norte-americanos.

 Assinado pelo então Consul Geral americano no Brasil, William Cochran Jr., o despacho de duas páginas e meia (reproduzido na íntegra no post) foi escrito quando o golpe militar estava logo ali na esquina, no dia 3 de agosto de 1960. Nele, o diplomata faz uma análise dos editoriais dos principais jornais do país a respeito da denúncia feita pelo governador do Rio Grande do Sul na época, Leonel Brizola. 

4 de set. de 2013

Regionalização da TV no Brasil

Memorial da Globo faz pirraça contra blogs!

Por Miguel do Rosário, no blog O Cafezinho:

 Eu não queria acreditar que a Globo publicou aquele mea-culpa, esfarrapado e cínico, apenas por causa das denúncias que os blogueiros estão fazendo às suas truculências, de hoje e ontem. Para mim, a razão da Globo pedir desculpas ao Brasil era puramente mercadológica, ligada à abertura de um portal de arquivos contendo suas edições antigas. Mas fiz uma descoberta hoje que me espantou. A Globo realmente está incomodada com a turma da blogosfera.


Guaíra Open 2013 (07/08) será pura adrenalina com o campeonato Rei das Ruas

Durante o campeonato você também poderá assistir a apresentação da equipe Basquete de Rua de São Paulo, a renomada equipe K 1 X, não deixe de comparecer e prestigiar mais esse grande evento que conta com o apoio da Coordenadoria de Esporte do Município.

3 de set. de 2013

A marca da desigualdade brasileira é a raça

Por Regiane Regis, no Geledés Instituto da Mulher Negra:

 Não é possível compreender a discrepante desigualdade social no Brasil, sem se utilizar do conceito de raça enquanto categoria de análise.

 Desde que o Brasil é Brasil que a pobreza e a riqueza têm cor, sendo que as políticas de exclusão nunca visaram mudar as estruturas sociais, mas sim, manter as que já existem. É com base nisso, que no fim do século XVIII, período correspondente à abolição da escravatura, as teorias raciais eclodem.

Notícias de Guaíra/SP

1 de set. de 2013

Ato contra a Globo - São Paulo

A Globo, afinal, cospe no golpe em que comeu e engordou

Por Fernando Brito, no blog Tijolaço:

 O Globo divulgou neste sábado à tarde um comunicado, em que reconhece que seu apoio ao Golpe de 64 foi um erro.

 “Desde as manifestações de junho, um coro voltou às ruas: 'A verdade é dura, a Globo apoiou a ditadura'. De fato, trata-se de uma verdade, e, também de fato, de uma verdade dura. Já há muitos anos, em discussões internas, as Organizações Globo reconhecem que, à luz da História, esse apoio foi um erro.”

Não há inocentes na imprensa

Imagem Ilustrativa
Por Luciano Martins Costa, no Observatório da Imprensa:

 A leitura de jornais já foi no Brasil, em tempos não muito distantes, uma das mais gratificantes atividades para os espíritos curiosos. Abrir um diário era como escancarar uma janela para o mundo. Apesar de encontrar interpretações da realidade com as quais eventualmente não concordasse, o leitor ou leitora tinha a convicção de que, mesmo as parcialidades que lhe impunha a imprensa, buscavam sua legitimação num esforço de objetividade. Assim, o conservadorismo do Estado de S. Paulo e a ligeireza do Globo podiam ser comparados à afoiteza impertinente da Folha de S. Paulo e à austera obsessão do Jornal do Brasil pela acuidade, e podia-se perceber o valor simbólico de seus conteúdos.