30 de dez de 2014

Mello deve buscar no coração do grupo as respostas que ele precisa para aflorar sua popularidade

Adeir Alves 

 Nesses dois anos comandando a máquina pública Mello vem gratuitamente apanhado muito da oposição e levando um baita coro da imprensa.

 O governo tentou de todas as formas construir um poder de resposta que combatesse veemente as mentiras proferidas pela imprensa sem ética, uma política de resposta que freasse a raiva da oposição, mas na verdade Mello gastou muito para manter o amadorismo nesses dois longos anos.

 Mesmo com todas as barreiras montadas pela oposição ao governo, Mello parece triunfar confiante, ainda que sob a égide de um poder de resposta pusilânime. 

28 de dez de 2014

Mello agiu como um governo futurista deixando bem claro quem é que manda

Adeir Alves 

 No primeiro ano desde que Mello assumiu o comando da máquina pública, seu primeiro ato como gestor público vai ficar cravado na história de nosso município, o terreno que há mais de trinta anos era utilizado pela APAE, na verdade o terreno é uma área de aproximadamente 19 mil metros quadrados que Mello, sem meias palavras passou definitivamente para APAE depois de muita luta, como nunca antes na história de nossa Guaíra. Após passar a área para APAE, Mello, mais tarde acenderia um certo ódio na oposição e na imprensa, Mello que não é nada bobo sabia que enfrentaria uma oposição raivosa e uma imprensa desmamada que iria atacá-lo a todo tempo.

26 de dez de 2014

Mello ganhou a cena e ficou velhaco

Imagem ilustrativa, retirada da internet
Adeir Alves

Mello tem demonstrado durante suas entrevistas certa alegria acompanhada de uma tremenda euforia tudo porque Guaíra em 2015 será um ano de grandes realizações, tudo indica que nosso município vai se transformar em um verdadeiro canteiro de obras. 

O próximo ano sem dúvida será o ano Melista e, isso, Mello não tem conseguido esconder, Mello aposta alto em sua força política junto ao Governo Federal e os Deputados Federais e Estaduais, bem como os e Senadores Petistas.

23 de dez de 2014

Carta Aberta aos Jornalistas Guairenses

Adeir Alves 

 Caros amigos jornalista é com muita alegria e fé a que venho conclamá-los para que todos juntos com a família Guairense abracem e potencializem a riquíssima idéia de realizarmos um acalorado Fórum que possa tratar de assuntos preocupantes como o descontrole da imprensa, bem como discutirmos temas como: “Que imprensa queremos para Guaíra e o que vem causando o sepultamento da ética jornalista. 


Sei que não é fácil viajar todos os dias e, no final de quatros anos, depois de muitos esforços e muita dedicação ser presenteado com um lindo diploma universitário de jornalismo e, mais tarde ver seus sonhos sendo manchados pelos besteiróis produzidos pela deficiência cognitiva da imprensa sem ética, entretanto o sonho de seguir a carreira de jornalismo sob os pilares da ética jornalista, não pode ser destruído num piscar de olhos pelas famílias mercenárias que comandam os meios de comunicação de nossa Guaíra.

17 de dez de 2014

Que imprensa queremos para Guaíra?

Adeir Alves

 Mello pensando no futuro de Guaíra deverá propor um Fórum para debater e discutir a liberdade de imprensa sob o tema: que imprensa queremos para Guaíra?

 A imprensa em nosso município vem impondo um jornalismo furibundo e de forma raivosa contra o governo eleito pela maioria, na verdade a imprensa vem agindo como se fosse um partido de oposição a Mello, convenhamos que, evidente “nenhum governo pode governar tranquilamente sob o domínio de uma imprensa raivosa que ataca, debocha, manipula informações e nega os direitos dos pobres, dos negros e oprimido quem tem direito à informação clara e verídica”. 

Construção das 1.000 casas

Da Prefeitura Municipal

 Caixa Federal vistoriou terça-feira, dia 16, área para 392 casas do Programa Minha Casa Minha Vida Entidades contradizendo mal-entendido na imprensa que acusa prefeito de descumprir promessa e baixar de 1.000 para 500 meta de construção de casas. 

 Estiveram em Guaíra na terça-feira, dia 16, de manhã, o gerente regional de governo, Carlos Augusto Bronca, o gerente regional de construção civil, Wagner Pereira e o gerente de filial de Habitação da Caixa Federal, Maurício Gauche. A comitiva do banco veio ao município para vistoriar a área que foi destinada para a construção de 392 casas pelo Programa Minha Casa Minha Vida Entidades. Uma modalidade de edificação que envolve Governo Federal, Prefeitura e entidades sindicais. 

15 de dez de 2014

Por que tu não tem falado com eles?

Adeir Alves

 Os Presidentes de Partidos que compôs a Coligação que contribuíram para que Mello comandasse sob a égide dos anseios do povo a máquina pública, sobretudo o grito soado pela Coligação aos quatros cantos da gestão surtiu efeitos, quanto ao sepultamento do poder predatório germinado no Paço Municipal pela ausência melista. 


Com uma nova proposta de governar com o povo e contra o ódio da família imprensa, Mello como um gestor futurista sabe que a união dos Presidentes de Partidos é o alicerce de sua gestão e que na hora certa essa união poderá mover montanhas.