29 de fev. de 2012

Um peso duas medidas = incoerência total! O município está na mesma condição que esteve durante mais de 33 anos o terreno da APAE.

Projeto prevê repasse do imóvel do CSU de Proposta de doação por parte do Estado está na Alesp desde a última sexta (24)


O projeto de lei 80/2012, de autoria do Poder Executivo do Estado de São Paulo, prevê que o município de Guaíra receba, em doação, imóvel de 17 mil metros quadrados (na Rua 28), onde funciona o CSU (Centro Social Urbano). A proposta deu entrada na Assembleia Legislativa de São Paulo na última sexta-feira (28) e inicia tramitação dentro da Casa, devendo levar alguns meses para ser aprovada.O projeto teve como articulador o deputado estadual Roberto Engler (PSDB), que, depois de pedidos feitos pelo prefeito José Carlos Augusto (DEM), por seu vice Edvaldo Morais (PSDB) e pelo vereador José Reginaldo Moretti (PSDB), atuou para acelerar a formalização da doação. No fim do ano passado, Engler se reuniu com o secretário estadual de Esporte, Lazer e Juventude, Benedito Fernandes, e obteve dele esse compromisso. “O próprio secretário disse que o CSU já é administrado pelo município e que não haveria razão para colocar objeção ao repasse do imóvel”, lembra o deputado. Desde a reunião, os trâmites necessários para elaborar o projeto de lei foram desenvolvidos pela Casa Civil. Há cerca de dez dias, o prefeito José Carlos Augusto esteve em São Paulo reiterando, ao Palácio dos Bandeirantes, a necessidade urgente do envio do projeto de lei à Alesp. A intenção é efetuar reformas e adequações no prédio do CSU. “Para os investimentos da Prefeitura possam ser ainda maiores do que têm sido, é preciso que o município tenha a titularidade do imóvel”, afirma o prefeito.O deputado Roberto Engler promete acompanhar e trabalhar para acelerar a tramitação do PL 80/2012 dentro do Par-lamento Paulista. “Claro que vamos permanecer de olho e, dentro dos limites de atuação interna, nos empenhar para que vá a votação o quanto antes”, garante. “Não creio que teremos problemas para obter o apoio dos colegas parlamentares”, completa ele.Curiosamente, a aprovação da proposta devolverá a Guaíra a titularidade do espaço, uma vez que o mesmo imóvel foi cedido pelo município ao Estado há mais de 20 anos. “Pelo que o secretário Benedito Fernandes nos disse há cerca de três meses, este é o último CSU que ainda está em posse do Estado. O desejo do Governo é repassar administração e titularidade para as Prefeituras”, revela o deputado Roberto Engler.Hoje, o Centro Social Urbano de Guaíra já é administrado pelo município
Fonte: Jornal O Guaíra dia 28 fevereiro pág. 03
Um peso duas medidas!
Ora! Então a prefeitura está no mesmo caso que se encontrou a APAE de Guaíra SP a mais de 33 anos. Só não fez construções e ampliações no terreno remanescente, porque não tinha o título do terreno. O pior disso, é a incoerência da prefeitura municipal, segundo o próprio jornal do dia 28 de fevereiro de 2012, palavras do prefeito: "Para os investimentos da Prefeitura possam ser ainda maiores do que têm sido, é preciso que o município tenha a titularidade do imóvel", afirma o prefeito. Por acaso, a prefeitura do município de Guaíra - SP tem a titularidade do imóvel do prédio da secretaria da educação? para fazer reformas no valor de R$142.964,88???? Fora os outros imóveis que são alugados e que também passaram por inúmeras reformas, ou adequações como queiram. Pelo menos o Estado, tem noção de que o CSU não fará falta para o Estado, e deverá ser repassado para o Município de Guaíra - SP. Quem sabe, este exemplo possa servir para que o Município faça o mesmo com o terreno da APAE - Guaíra SP?

REFORMA DO PRÉDIO DA SECRETARIA EDUCAÇÃO (PRÉDIO ALUGADO PELA PREFEITURA) CUSTARÁ AOS COFRES PÚBLICOS R$ 142.964,88. E deve ter custado mais.
Extrato de aditamento de Contrato; Contratante: Pref. Mun. De Guaíra/SP; Contratada: FE-BASI CONSTRUTORA LTDA. EPP. CNPJ nº 10.271.809/0001-01; Contrato nº 133/2011 D/C; Objeto: REFORMA PRÉDIO DA SECRETARIA EDUCAÇÃO, neste Município; Prazo: 60 (sessenta) dias; Valor: R$ 142.964.88. Modalidade: Convite: 49/2011; Data Assinatura: 08/06/20.
FONTE: Guaíra-SP, Sexta-feira, 17 de Junho de Março de 2011 PÁG. 11

Disse que iria instalar até elevador panorâminco! Será que instalaram!? Eu não vi ainda! Ou instalaram elevador na parte interna do prédio? Foi pago este elevador? Atenção senhores vereadores(as)! Fiscalização nessas obras do prédio da secretaria da educação urgente!
Fonte:www.guairaemfoco.blogspot.com

28 de fev. de 2012

Até quando José Carlos Augusto a quadra da Cohab I vai continuar abandonada na periferia de Guaíra/SP?


A quadra esportiva do bairro Padre Mario Lano – Cohab I, está abandona desde que o grupo da coligação “União e Progresso” assumiu o paço municipal. Esta afirmação é feita pelos próprios moradores do bairro. O abandono é visível nos rostos dos moradores, falar então sobre o descaso fica até repetitivo, haja vista que, a vereadora Cida Armani (PT) já esteve presente neste local e, como vereadora, ela não consegui sensibilizar o insensível prefeito municipal, senhor José Carlos Augusto (DEM).
A quadra não tem manutenção; a iluminação á noite é precária, os alambrados estão totalmente enferrujados, ás traves, bem como a tabela da bandeja do basquetebol estão sem ás devidas redes, a fiação expostas, a quadra de vôlei de areia e o campo de bocha e malha esta totalmente deteriorada (infelizmente, o poder público prefere construir um novo campo de malha do mesmo se sensibilizar em manter o que já existe). A quadra esta sem banheiros e sem água (olha que o esporte a cultura alem da família, é a primeira etapa de prevenção contra as drogas) fica difícil a prática esportiva nesta quadra que, carinhosamente, vem recebendo por parte de seus moradores o nome de “Quadra prefeito José Carlos Augusto”. Ou seja, não tem esporte, não tem cultura, não tem lazer, não tem entretenimento e não tem nada. Bom, desse jeito, acredito que, em outubro, esse povo vai dizer que Guaíra não tinha prefeito e que já é hora de mudar para melhor.
Parece até poético, mas “ao cair da noite”, a realidade é assustadora, com a falta de segurança e iluminação, a movimentação é grande por parte de pessoas que não tem atividades esportivas, culturais e nem cursos profissionalizantes para os jovens. E sem incentivo no esporte e no laser, o caminho desses jovens, todos já sabem qual será no final dessa história?! Por outro lado, o gasto em publicidade na “Campanha Craque Nunca Mais” esta a todo vapor. Mas prefeito, como combater esse mal que tanto assola a comunidade, sem os devidos investimentos no social? Quando José Carlos Augusto que os responsáveis por essa campanha, ira conhecer a realidade dos bairros que carecem tanto a presença do poder público no sentido de implantar, de fato, essa campanha? Depois não adianta tapar o sol com a peneira através das publicidades: “Campanha Craque Nunca Mais”. De coração José Carlos, invista no seu povo e não nos poucos que lhe cerca esperando as coisas acontecerem naturalmente. Você não pode ser tão insensível assim a ponto de ter esquecido que boa parte dos moradores dessa comunidade acreditou muito em você, em outubro de 2008. Ainda de coração, não seja tão ignorante a ponto de desafiar aquele velho e sábio provérbio: “O povo que elege é o mesmo povo que troca!”
Para finalizar: José Carlos Augusto, se você se compromete a vir conferir está realidade, eu pago o combustível do veiculo da prefeitura, o mesmo que você comprou com o dinheiro público para usar em viagens para a busca de recursos para o município, acredito que gastar alguns reais em combustível não é nada comparado ao que essa comunidade tanto precisa de você e pode oferecer no aspecto social, cultural, esportivo e HUMANO!!!




27 de fev. de 2012

O carnaval de Guaíra foi um fiasco, segundo alguns foliões.


Um carnaval que tinha tudo para ser o melhor carnaval de todos os tempos, mas ficou clara a falta de organização e planejamento por parte dos responsáveis: poucos banheiros químicos comprimindo em um pequeno espaço, ás filas era grandes, por isso, as pessoas acabavam por trocar o banheiro químico pelas laterais do fechamento, o constrangimento foi grande. Os ambulantes, que paga sua taxa anual, ainda tiveram que desembolsar a robusta quantia de R$ 800 reais, para trabalhar ás cinco noites de carnaval, em troca: uma barraca muito pequena que, segundo os próprios ambulantes, mal dava para eles se locomoverem, a falta de organização era tanta que faltou até água nas barracas, os ambulantes tiveram que trazer água de suas casas, foi um sufoco. Já pensou se a vigilância sanitária resolve dar uma passadinha para desenvolver o trabalho de fiscalizar as questões sobre higiene? Coitados dos ambulantes!
Nunca antes na história do município, presenciamos um carnaval com tanta falta de organização e planejamento (olha que a organização contava até com um número grande de pessoas), esperamos que, para o ano que vem a próxima administração, que assumir o paço municipal, possa fazer um carnaval para o povo de Guaira e não contra a população como, infelizmente, o grupo “União e Progresso” já estivesse pressentindo os resultados das urnas, em outubro.
Acreditamos que é possível sim organizar um carnaval popular sem ter que escalpelar os ambulantes, um carnaval em que a própria população possa escolher através de pesquisa popular os cantores que devera abrilhantar as noites (no rodeio, os organizadores aparecem para deixar a população escolher). E falando sobre o rodeio: Será que a imagem de Guaíra vai mais longe através do rodeio do que a festa que é tão popular e aceita pela maioria da população guairense. Ou será porque a prefeitura investe mais dinheiro público no rodeio que, diga de passagem, é festa particular?
É possível sim realizar uma festa popular boa e barata. O que falta é ter uma equipe mais compromissada com os aspectos de ORGANIZAÇÃO, ao invés de ficar preocupada em fazer política ás custas do divertimento popular.
Há alguns anos atrás, quem não se lembra das criticas feitas pelo ex-vereador e hoje assessor de gabinete que, durante a administração passada, utilizou várias vezes os microfones da Câmara Municipal para criticar a equipe organizadora que, trouxe inovações através do camarote.
Eu estava na avenida para prestigiar o carnaval popular, mas felizmente ás pessoas vinha conversar comigo, reclamando, criticando, etc. Apesar da grande frustração por parte da população mais humilde, eles sempre brincavam dizendo: “É durante o carnaval que você tem condições de ver muita gente que sobe em palanque, mas só sai de casa utilizando suas mascaras e, na avenida, se via gente que trabalha no atual governo, que no dia-a-dia é praticamente uma missão quase impossível de se ver. Mas é só termina o carnaval, muitas dessas pessoas, ainda continua utilizando as suas mascaras quando se refere ás políticas públicas voltadas para a população guairense.

26 de fev. de 2012

Paulo Henrique Amorim entrevista Amaury Ribeiro Jr. autor do livro "A Privataria Tucana"

Deputado Protógenes Queiroz busca assinaturas para a CPI da “Privataria Tucana”


Conheça o Blog GAJA Grupo Ajuda Animal:



Acesse o Blog GAJA Grupo Ajuda Animal : http://gajaguaira.blogspot.com/

Nem sempre onde o dinheiro circula não há crise! Se não houver planejamento e fiscalização a coisa fica bagunçada e o prejuízo é certo.



Por Lucas Benedito Saraiva Leite, em su blog
Em uma cidade do interior de São Paulo – Cujo dizem que é o melhor e maior carnaval do interior de São Paulo, onde o governo local prezando por justiça para com os ambulantes reuniu-se com os mesmos e planejou o seguinte:

Todos os ambulantes poderão participar do recinto do carnaval 2012, as barracas serão padronizadas, serão menores do que as do ano passado, e os ambulantes, somente os ambulantes deverão participar. A taxa será de 800 reais para os interessados que forem inscritos na prefeitura como ambulantes participarem pelos 5 dias de carnaval. Tudo acordado, todos satisfeitos. E o preço da cerveja irá ser único para todos poderem trabalhar com justiça e dignidade a todos, ambulantes e foliões.

Ficaram a cargo de cada ambulante comprar as suas mercadorias, cervejas de várias marcas para serem oferecidas a preço X combinado. Mas na primeira noite do carnaval e nos dias seguintes, alguns locais que eram comercio, nada a ver com ramo de alimentação, alugaram os mesmos para donos de restaurantes locais, que possuem endereços fixos em outras áreas da cidade. Instalaram-se; montaram em estrutura melhor e maior, comércio local; ofereceram promoções 3 cervejas por x, e ofereceram outros produtos de consumo na área de alimentação. Os feirantes ambulantes, não venderam quase nada do que compraram à vista. E no final estavam vendendo a preço de custo e mesmo assim, sobraram geladeiras e geladeiras de cervejas. Ficaram no prejuízo e muitos ainda estão criando coragem de fazer o levantamento de suas vendas. Detalhe: quando chovia molhava tanto dentro como fora das barracas dos ambulantes.

Apesar da cidade receber muitos foliões da região.

Moral da história: Onde não há planejamento e a devida e justa fiscalização a classe pobre e trabalhadora é sempre a mais prejudicada, pois apesar do dinheiro circular, criaram um desvio para os mesmo não chegar até os ambulantes. A justiça nestes locais passa longe! E a injustiça prolifera a largos passos pelas ruas ao ritmo das marchinhas de carnaval! Ajuda aí ou!!!?

24 de fev. de 2012

23 de fev. de 2012

Momento de Reflexão:

DE OLHO NO ARREPENDIMENTO OU TRAIÇÃO. SERÁ QUE GUAÍRA-SP PRECISA DISSO, EIS A QUESTÃO ?

NÃO GANHEI A ELEIÇÃO PARA O JOSÉ CARLOS

“...eu ainda continuava sendo o melhor comunicador da cidade.”

Ganhei para mim. Quase quatro anos depois daquele setembro vibrante que passei em Guaíra e após 17 meses da "quarentena" que impus ao meu próprio blog depois de deixar a esfera de aconselhamento de comunicação institucional do prefeito José Carlos Augusto, retomo hoje, com prazer, as postagens nesta plataforma. O distanciamento temporal dos fatos e a própria extensa ponte física que atualmente me separa do cenário político guairense permite que eu seja mais eu mesmo. Em outras palavras, não danço mais sob os arranjos musicais do baile de máscaras. Aviso logo: se você, por algum motivo, duvida da própria capacidade intelectual ou seja culturalmente mediano, fuja desta espaço e fale mal deste blog. Nos próximos meses este espaço poderá ser tudo, menos lugar para leitores medíocres. Seja, pelo amor de Deus (se você acredita nele, é claro) , autocrítico e pergunte a si mesmo: sou inteligente o suficiente para ler o que o Conrado escreve? Tenho estômago para suportá-lo? Preciso realmente perder tempo lendo um sujeito arrogante que se acha o último biscoito do pacote? Se, ao responder a si mesmo, pintar alguma dúvida, por obséquio, caia fora. Não preciso de você como leitor. Entretanto, se o interesse pelo que vou escrever o encorajar e se você de fato acredita que pode expandir sua capacidade de reflexão lendo o que tenho a oferecer, seja bem-vindo. Voltando à afirmativa da primeira linha deste artigo: não ganhei, em 2008, a eleição para o José Carlos; ganhei para mim. Explico: quando fui convidado a colaborar com a campanha do então candidato José Carlos Augusto faltavam pouco mais de 30 dias para a eleição. Recebi o telefonema de um amigo, que em nome do "grupo", sondava-me sobre a possibilidade de passar um mês em Guaíra atuando na comunicação de campanha do candidato. Na verdade, o "grupo" jogava sua última cartada. José Carlos estava perdendo de lavada nas pesquisas - fato que foi ocultado da maioria de seus acólitos durante todo o tempo para evitar dispersão e não baixar o moral da tropa - e nuvens de uma possível tragégia (mais quatro anos do PT no poder) escureciam o horizonte de outubro. Naquela época fazia exatos dez anos que eu havia deixado Guaíra para tentar a vida em Brasília e era o primeiro convite de trabalho da minha "terra" em uma década de "exílio profissional". Para um sujeito que sempre foi guiado pela vaidade e por um egocentrismo descomunal, aquilo soou como música clássica. É como se, ao atender o telefonema do convite eu estivesse ouvindo Tristão e Isolda, de Wagner. É lógico que dei uma de difícil para que não percebessem o gosto de sangue na minha boca. Impus algumas condições e prometi "pensar no caso". Na verdade, sabia que iria aceitar. Não pelo candidato - para quem jamais havia trabalhado e inclusive criticado muito em outros tempos - mas por mim mesmo. Sabia que se conseguisse virar uma eleição praticamente perdida - se não me falha a memória o então candidato Sérgio de Mello estava algo em torno de 18 pontos à frente de José Carlos faltando esquálidos 30 dias para a votação - eu teria orgasmos intelectuais múltiplos. Mais do que isso, provaria que depois de 10 anos fora, eu ainda continuava sendo o melhor comunicador da cidade. Foi algo doentio e justamente por isso infalível. Não vim para Guaíra como um profissional de comunicação para atuar na campanha de José Carlos (embora fingisse isso); tomei o avião (é lógico que eu tinha de chegar por cima; voei até Cumbica e peguei uma conexão para Uberlândia, onde foram me buscar) como um fanático disposto a explodir tudo em nome da própria vaidade. O Mossad, o treinadíssimo serviço de inteligência israelense, jamais conseguiu conter árabes fanáticos que se explodem em nome de uma causa e de um paraíso povoado por dezenas de virgens. Na campanha de 30 dias em que atuei, satisfazer o próprio ego era minha causa e exibir minha capacidade de virar o jogo era meu paraíso recheado de virgens nuas. Lembro-me que ao receber-me nos fundos de sua casa, para nosso primeiro encontro , José Carlos - muito educado e polido, tenho de reconhecer - ouviu-me com extrema atenção e entendeu que deveria seguir, com precisão milimétrica, minhas orientações. Dei a ele e aos assessores que o cercavam, o exemplo dos americanos , em 45, ao decidir a guerra com o Japão. Naquela época, as batalhas no Pacífico se arrastavam com centenas de mortes de ambos os lados e uma invasão por terra do arquipélago custaria muito tempo e, nos cálculos dos generais americanos, mais de um milhão de vidas. A solução era uma só: a bomba atômica. Precisa, assustadora e com poder suficiente para jogar a resiliência moral dos asiáticos no chão. Funcionou. O Enola Gay subiu aos céus no dia 6 de agosto de 1945 levando a bordo a "Little Boy" (nome da primeira das duas bombas jogadas sobre o Japão) , arremessando-a sobre Hiroshima. Na sequência, três dias depois, no dia 9, a "Fat Man", a segunda bomba, dizimava Nagasaki. A primeira matou 140 mil pessoas; a segunda, outras 80 mil. O Japão rendia-se incondionamente menos de uma semana depois, no dia 15 de agosto. Em linguagem figurada, disse a José Carlos que se ele quisesse ocupar o poder pelos próximos quatro anos e, diante de sua situação nas pesquisas, não havia outra saída: ele teria de me autorizar a jogar as bombas. O candidato topou e concedeu-me poderes discricionários para tocar a comunicação de campanha. Desnecessário dizer que,depois desse aval, tive orgasmos dia após dia durante toda aquela campanha quase suicida de 30 dias. Sem mentir, levantamos documentos e jogamos luz sobre fatos aparentemente inofensivos ligados ao líder das pesquisas e os transformamos em nitroglicerina pura. Abalamos a estrutura da campanha de Sérgio de Mello que demorou muito para reagir. Quando ele, diante dos novos números, percebeu que estava numa curva descentende na preferência dos eleitores, já era tarde. Foi nesse momento que surgiu um Sérgio de Mello rabugento e agressivo, totalmente na defensiva, ao mesmo tempo que José Carlos, ao concluir o lançamento de suas bombas (encerrando o ciclo de críticas pesadas), passou a posar de pacificador, vencedor provável e natural a poucos dias da eleição. Era, pois, o "José Carlos do Bem" contra o "Sérgio de Mello do Mal". A população e os formadores de opinião captaram e assimilaram este clima e o reproduziram nas urnas. Ingênuo e com a visão turvada pela própria soberba, Sérgio de Mello terminou sua campanha perguntando, ainda atordoado, onde errou. O resto, é de domínio público. No dia da eleição, logo pela manhã, voltei para Brasília a tempo de justificar meu voto numa das zonas eleitorais do DF (meu título de eleitor continua sendo de Guaíra). Não quis votar no candidato em cuja campanha atuei para não misturar as coisas. Na véspera da eleição, no sábado à noite, cheguei a ser cobrado por isso: "mas você ficou um mês inteiro aqui e não vai ficar para votar?". Respondi, com ar de superioridade: "não fui chamado por vocês para votar no José Carlos e sim para fazer com que as pessoas votassem nele". Tive mais um orgasmo.
Fonte: http://conradovitali.blogspot.com/2012/02/nao-ganhei-eleicao-para-o-jose-carlos.html

DE OLHO NAS COISAS QUE VALE A PENA ACREDITAR, EM GUAÍRA-SP
Aluno da Escola Dalva Lellis fez a diferença

Imagem meramente ilustrativa, retirada da internet

O aluno da Escola Estadual Dalva Lellis Garcia Prado, Álvaro Bruno da Silva,16 anos, da 2ª série do Ensino Médio,participou da Promoção Natal de Cinema 3D LG e ficou classificado em 3º lugar. O prêmio foi uma TV LG de 47 PL.

É importante destacar que o aluno concorreu com dez mil pessoas e dentre elas um professor da Bahia classificado em 1º lugar e um professor DF em 2º lugar.A inscrição foi feita através do nome da mãe, Josiane Cristina da Silva, pois Álvaro não sabia se poderia concorrer.A promoção foi divulgada pela internet e por ser um internauta,logo se interessou em participar.

Nesta última quinta-feira (9), o aluno acompanhado de sua mãe, foi até São Paulo,conhecer o parceiro da LG, o Instituto Criar, que proporcionou a promoção e conta que foi muito bem recebido por todos.

Toda direção da Escola Dalva Lellis parabeniza o aluno Álvaro, pelo mérito recebido e que essa força, garra e determinação perdure ao longo de sua vida.
Fonte: www.deolhoemguaira.blogspot.com

20 de fev. de 2012

Residencial Tháis II X R$ 400 Mil no Cercamento do Parque de Exposição Ademir Giovanini e de quebra R$ 1,5 Milhão, com cargos de confianças.


O bairro Residencial Tháis II há muito tempo está abandonado, desde que o grupo da coligação “União e Progresso” assumiu o Paço Municipal, eles, infelizmente, dão prova que, este bairro, não terá os seus impostos convertidos em melhorias.
Viver no Residencial Tháis II, não tem sido fácil; com ás ruas sujas e cheias de buracos, sinalização precária e o caos é constate. E a política pública voltada para o social, como por exemplo, as praticas esportivas e culturais é trocada pela ociosidade para não dizer: abandono!
Ainda, aqueles moradores que acreditaram no grupo “União e Progresso”, infelizmente, hoje vivem no bairro dos sem nadas: sem quadra, sem praças, sem ruas devidamente asfaltadas, sem representantes junto dos poderes Legislativos e Executivos guairense.
O abandono é total por parte do poder público, ao anoitecer, por exemplo, o clima é tenso, sem segurança, cada um é cada um. Cada um se vira do jeito que dá. Tudo isso acompanhado da falta do incentivo para o lazer e no esporte, os jovens estão jogados as ruas com um futuro incerto, migrando de bairro em bairro em busca de lazer. O que essa juventude vai dizer nas urnas em outubro?
A internet gratuita, muito enfatizada em cima do palanque, em 2008, pelo até então candidato da época, e hoje, chefe de gabinete, que demonstra claramente que a internet foi apenas um lindo e politizado sonho sonhado junto com os humildes moradores dos Bairros do município, inclusive o Residencial Tháis II. Assim como foi com os outros lindos e politizados sonhos, como o hospital Infantil e a Clinica da Mulher, citada nas palavras da vereadora, Maurília Landim (PDT), em 2008. Hoje, a população guairense também sente na pele que tudo isso foi apenas mais um sonho.
Ainda sobre o Tháis II, os moradores desse bairro, estão sentindo na pele que tudo pra eles é diferente, tudo é mais difícil, com a falta de política pública e, pior, com a falta da presença por parte do prefeito, José Carlos Augusto (DEM).
Um prefeito que prefere gastar, por enquanto, R$ 400 Mil para cercar o Parque de Exposição, faz com que os moradores do Thaís II, venham a se questionar: quem irá ser beneficiado com esse cercamento? O triste disso tudo mesmo, é engolir que o prefeito gasta a robusta quantia de R$1,5 Milhão com cargos de confiança; aqueles que, infelizmente, deveram ir até os bairros mais carentes, somente em épocas de eleição.
Esse ano é um ano em que teremos eleições por aqui, por isso, é muito importante que a comunidade avalie a falta de investimentos nos bairros da periferia do município, como por exemplo, o Residencial Tháis II, que vocês moradores e pagadores de impostos posam refletir sobre como vocês foram tratados nesses últimos quatro anos do atual governo.
Quem reflete sobre quatro anos de governo, consegue fazer a diferença, em menos de dois minutos diante das urnas!

Somos racistas e nem percebemos

Por Leonardo Sakamoto, em seu blog:


Imagem Ilustrativa


O brasileiro não é racista.

Nem machista.

Muito menos homofóbico.

Ricos e pobres têm acesso iguais a direitos.

O shopping Higienópolis, em um dos bairros mais ricos de São Paulo, tornou-se palco de manifestação antirracismo neste sábado. Uma arquiteta ouvida pela Folha de S. Paulo discordou do protesto: “Achei ridículo. Afinal de contas, esse negócio de racismo onde é que está?” Questionada a respeito da reclamação dos manifestantes sobre a pequena quantidade de negros no shopping, ela respondeu: “Você viu a quantidade de seguranças negros, de empregados?”
A sinceridade foi tão grande que ela nem se ligou que sua declaração foi como uma cobra comendo seu próprio rabo.

Só havia uma negra na minha sala de aula na graduação em jornalismo na USP.

O que faz sentido. Até porque, como todos sabemos, os negros representam 4% da população brasileira.

Mas isso não importa, porque não existe preconceito por cor de pele.

Ignorar um machucado não faz ele desaparecer.

Confiar no mito da democracia racial brasileira, construído para servir a propósitos, é tão risível quanto ser adulto e esperar um mamífero entregador de chocolate (a.k.a. Coelho).

Encarar pessoas com níveis de direitos diferentes como iguais é manter em circulação coisas que a gente ouve por aí:

- Tinha que ser preto mesmo!…

- Amor, fecha rápido o vidro que tá vindo um escurinho mal encarado.

- Olha, meu filho não é preconceituoso, não. Ele tem amigos negros.

- Eu adoro o Brasil porque é um país onde não existe racismo como nos Estados Unidos. Aqui, brancos e negros vivem em harmonia. Todos com as mesmas oportunidades e desfrutando dos mesmos direitos. O que? Se eu deixaria minha filha casar-se com um negro? Claro! Se ela conhecesse um, poderia sem sombra de dúvida.

- Vê se me entende que eu vou explicar uma vez só. A política de cotas é perigosa e ruim para os próprios negros, pois passarão a se sentir discriminados na sociedade – fato que não ocorre hoje. Além disso, com as cotas, estará ameaçado o princípio de que todos são iguais perante a lei, o que temos conseguido cumprir, apesar das adversidades.

Mas o brasileiro não é homofóbico.

Nem machista.

Muito menos racista.

O blogueiro, um japonês safado e escurinho, é que é um idiota.

PELO FIM DO AMIANTO : Condenação da Eternit dá novo fôlego à luta contra amianto

Nesta segunda-feira (13), em Turim, na Itália, os donos da Eternit, fabricante de telhas, caixas d’água e outros produtos à base de amianto, foram condenados a 16 anos de prisão pelas mortes de cerca de 3 mil pessoas, entre trabalhadores e população do entorno da fábrica, em razão da contaminação por exposição ao mineral altamente tóxico.

A Confederazione Generale Italiana del Lavoro (CGIL), parceira histórica da Central Única dos Trabalhadores (CUT), e o Istituto Nazionale Confederale di Assistenza (INCA-CGIL) tiveram um papel preponderante na realização deste julgamento, que contou também com o apoio de outras centrais em todo o mundo. Este julgamento é histórico e demarca um novo impulso nas lutas pelo banimento do amianto em todo o mundo, em especial no Brasil, que está entre os poucos países que ainda extraem e manufaturam esta fibra cancerígena que já matou e continua matando milhões de pessoas. Demarca também uma referência sem precedentes em outras lutas pela saúde dos trabalhadores.

O amianto já foi banido em 52 países. O fato de o Brasil estar entre os maiores produtores mundiais, juntamente com o Canadá, Rússia e China em um mercado altamente lucrativo está entre os argumentos que explicam a resistência ao banimento. No caso do Brasil o consumo interno, em especial no uso doméstico na construção civil, é o principal mercado. Já o caso do Canadá, por exemplo, o destino é a exportação, posto que o uso do amianto no mercado interno está proibido.

Frente aos projetos de lei pelo banimento em tramitação do Congresso Nacional e à pressão da sociedade, a indústria do amianto brasileira faz um pesado lobby pelo uso controlado do amianto, sob o argumento controverso de que a produção segue padrões de segurança. Este foi inclusive o argumento usado pela Eternit do Brasil em nota divulgada ontem pelo Jornal Nacional.

Reconhecidamente responsável pela asbestose (enrijecimento do tecido pulmonar causado pela deposição das fibras do asbestos – amianto - nos alvéolos pulmonares); câncer de pulmão (em sua maioria associado à asbestose); câncer de laringe, do trato digestivo e de ovário; e mesotelioma, forma rara de tumor maligno que atinge mais comumente a pleura, membrana serosa que reveste o pulmão, mas também outras partes do organismo, além de outras doenças malignas e não malignas.

De acordo o Instituto Nacional do Câncer, o mesotelioma está se tornando o tipo de câncer mais comum no país em decorrência no amianto, porque agora passa a eclodir as repercussões de mais 30 anos de utilização do amianto em escala industrial, período considerado de latência para o aparecimento da doença.

A contaminação ocorre, sobretudo, através da inalação e a principal forma de exposição e contaminação é a ocupacional, atingindo trabalhadores da mineração, que extraem e processam as fibras e de setores que utilizam produtos manufaturados, em especial trabalhadores da siderurgia e da construção civil, onde a fibra é largamente utilizada na fabricação de telhas, caixas d’água, materiais de vedação, etc.

Também se verifica exposição ambiental, da população do entorno fábricas, minerações, em decorrência de solo e ar contaminado pelo amianto; locais onde haja produtos de amianto degradados etc.

Considerando que não há limites de tolerância seguros para substâncias cancerígenas, a CUT defende o banimento, bandeira histórica que retornou com força na agenda da Central em 2010, nas mobilizações de apoio à iniciativa italiana promovidas pela Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto (ABREA) e outras entidades, e que agora será revigorada frente a esta importante vitória. (escrito por CUT NACIONAL)
Fonte: site oficial do Deputado Federal Vicente Paulo da Silva – Vicentinho – PT/SP
http://www.vicentinho.com/wp/?p=708

Fonte: http://www.guairaemfoco.blogspot.com

Jornalistas preso por corrupção

19 de fev. de 2012

Cleusa Piane Munícipe diz que não foi devidamente tratada pelo chefe do gabinete


Fonte: www.guairaemfoco.blogspot.com

2112 é o ano da mudança!?

Imagem ilustrativa, retirada da internet.
A Corrupção é um mal que deixa conseqüências nocivas altamente prejudiciais na vida da comunidade de baixa renda.
Esse ano, é um ano de eleições, e você CIDADÃO de BEM, pode fazer a diferença na hora de apertar a tecla, não esqueça!
Sim nós podemos! Podemos acabar com Corrupção, Nepotismo, Coronelismo, Autoritarismo, com os esquemas de licitações favorecida, que acontece nas prefeituras desse Brasil a fora.
Não resta nenhuma dúvida que a corrupção deve ser combatida entre a sociedade civil organizada e ás ONGs de Combate á Corrupção, com todas as formas e meios.
A não clareza nas compras públicas, principalmente nas prefeituras desse Brasil a fora, a morosidade e a omissão por parte de muitos Legislativos, têm deixa uma lacuna nos investimentos nas áreas que compõe o desenvolvimento da classe menos favorecida.
Não esqueça CIDADÃO de BEM, esse ano, é um ano de eleições, por isso, de uma lição de CIDADANIA, vamos juntos retirar os maus políticos do cenário da política, e acabar com a CORRUPÇÃO que assola muitas cidades por esse Brasil a fora.

Sobre a Feira Livre:



Sobre o Blog:
http://www.nossacidadeguaira.com

18 de fev. de 2012

Lei Da Ficha Limpa Já Vale Para Eleições De Outubro

Audiência Pública no Guairafoco.Com

Veja o vídeo da Audiência Pública - Plano Habitacional que aconteceu no último dia 15/02, na Câmara Municipal, e fique BEM informado sobre esse importante assunto.
Acesse www.guairaemfoco.blogspot.com

16 de fev. de 2012

Para o Vereador lider do prefeito na câmara, aprender a ter mais respeito e competência, não basta falar que tem profissão e carteira da OAB - E daí!?

"Ele ficou bestificado com a cidade

Saíndo da rodoviária, viu as luzes de natal"

Com a internet todos podem e devem participar no exercício da cidadania. Fiscalizem seus municípios, seus vereadores e prefeitos. Se o vereador é processado por dizer a sua opinião? Então a Lei deve ser igual para TODOS! O vereador que diz a sua opinião sem ter provas, pode até não ser processao, quem sabe!? Mas deve sim fazer uma retratação na tribuna e aprender a não disperdiçar o seu tempo com coisas que não são de interesse da população e que não irá ajudar a melhorar a realidade da nossa cidade. Apenas está enchendo linguíça e desviando o foco. Será incompetência do mesmo!? Por essas e outras, que a população precisa aprender a participar e a escolher melhor seus representantes, para que os mesmos, possam ser mais competentes e possam representar devidamente a população que o elegeu e confiou nele. Se qualquer cidadão faz lambança no trabalho o resultado é o olho da rua. E o representante legal pode fazer inúmeras lambanças e não acontece nada!? Palhaçada heim!? Haja paciência, é por essas e outras que muitas pessoas não dão a devida credibilidade às sessões da câmara municipal de suas localidades. Para não ficarem ouvindo ou vendo ladaínhas. Ladaínhas por ladaínhas preferem assistir a televisão ou qualquer outra coisa.

Vá para o site http://www2.planalto.gov.br/ lá no final do site, você irá encontrar: Fale com a Presidenta. Mande seu recado, a sua sugestão, a sua reclamação ou indignação. Receberá a seguinte informação da figura dois. Depois receberá no seu e-mail a confirmação da mesma. Muito simples. E fiquem de olhos e ouvidos bem abertos. Porque tem gente que ainda acredita que estão vivendo a época dos coronéis na cidade de Guaíra SP? Será que são os Ditadores do Poder - Alienados pelo poder a qualquer custo? E a população fica como!? Fica sem assistência e com promessas vazias. Assim como é as palavras de certos políticos que se diz lider de prefeito e usam a tribuna para difamar a chefe do Estado Maior da Nação. Tem provas!? Então não perca as oportunidades de ficar calado, para os outros não perceber que você não é competente. Para quem sabe ler um pingo é letra. Ou tem outro representante lider do governo na câmara? Sem querer ofender a palavra lider.





Fonte: www.guairaemfoco.blogspot.com

15 de fev. de 2012

Projteto Dona Terezinha parte 1 e 2 - Por Gustavo Ferreira.



Gustavo Ferreira mais uma vez surpreendendo os cidadãos da cidade de Guaíra SP; mostrando a vida desta batalhadora senhora, que apesar das dificuldades ainda segue na jornada da grande vida com muita determinação, coragem e carinho para com as pessoas que brilham ao seu redor. Para àquelas pessoas que desistem diante dos seus inúmeros problemas, esta matéria poderá fazer você refletir melhor sobre a vida de outras pessoas, seus problemas, suas dores, suas batalhas e suas conquistas, que baseiam-se na luta diária, na busca constante do equilíbiro e na fé. Cidadão na matéria faz um apelo de ajuda ao Gugu. Quem sabe, esta humilde e batalhadora senhora possa receber tão valoroso apoio? A perseverança é imensurável e a esperança também. UM DIA DONA TERESA PODE TER CERTEZA QUE AS PESSOAS QUE TIVEREM COMPAIXÃO DA SUA LUTA IRÃO LHE OFERECER AJUDA NECESSÁRIA.
Fonte: www.guairaemfoco.blogspot.com

14 de fev. de 2012

Audiência pública / Plano Habitacional

Séra que agora as casas populares saem do papel ?

Na próxima quarta-feira dia 15 de fevereiro de 2012 acontecerá na Câmara Municipal a partir das 19h, 2ª Audiência Pública do Plano Local de Habitação de Interesse Social na ocasião será apresentado o Diagnóstico Habitacional do Município de Guaíra. E toda população esta convidada a participar.
Fonte: http://souguaira.blogspot.com

Comentário:
AnônimoFeb 14, 2012 10:50 AM
Eu quero saber do meu dinheiro que paguei pra me cadastrar nas casas populares. Eu ligo na construtora pra pedir meu dinheiro e eles não informam nada essa empresa que esta no meu recibo essa tal ORV empreendimentos êh parece q nem existe mais o q eu faço??

Bombeiros expulsam a TV Globo


Na manhã do último domingo (12), um grupo de aproximadamente 200 Bombeiros e familiares, protestava em Copacabana, no Rio.
Com a chegada da TV Globo, que pretendia fazer uma simples cobertura, mas a revolta dos trabalhadores contra a manipulação da poderosa emissora que parece ser contra qualquer luta dos trabalhadores.
Os gritos de revolta dos trabalhadores foram inevitável, “Fora Globo”, a festa foi grande quando a poderosa TV Globo deixo o local da manifestação pacífica, promovida pelos trabalhadores.

Rede Globo, poder e corrupção:

Por João Gabriel Vieira Bordin, Correio da Cidadania

A recente declaração do ex-braço direito do imperador midiático Roberto Marinho, o executivo José Bonifácio Sobrinho, não deve nos impressionar. Trata-se de uma cortina de fumaça para camuflar a verdadeira natureza da Rede Globo: corrupta, monopolizadora, discricionária, obsedada pelo poder. Numa entrevista concedida para a Globonews, José Bonifácio Sobrinho, o Boni, comenta sobre a influência da vetusta platinada (como a Globo procura se apresentar ao público, ou seja, como incorruptível, de moral ilibada etc.) nas eleições de 1989, primeira após a abertura democrática. O episódio diz respeito ao último debate entre Lula e Collor, ambos candidatos ao segundo turno. A Rede Globo teria sido, segundo Boni, responsável pelas jogadas de marketing do então “caçador de marajás”, assessorando-lhe em coisas como retirar a gravata, plantar suores falsos e ostentar pastas vazias que supostamente continham denúncias contra Lula.

Tais alegações são risíveis. Não porque talvez não sejam verdadeiras, mas porque estão muito longe de representar a real história do quarto poder no Brasil. Na verdade, a relação promíscua entre a Rede Globo e o poder político e econômico vai muito além da maquiagem no pescoço e no semblante de um jovem Collor no auge de sua carreira política; vai muito além, portanto, da simples assessoria à imagem de um político. Roberto Marinho e seu canal de televisão participaram ostensivamente do poder político, imiscuindo-se diretamente nos rumos do Estado brasileiro tendo em mira interesses econômicos e ideológicos próprios. Parafraseando a confissão que, em certa ocasião, fez seu fundador, podemos afirmar que “sim, a Globo usa o poder”.

A ficha policial da Rede Globo é extensa, embora muita coisa esteja ainda escondida debaixo dos tapetes. De fato, ela já nasce fecundada pelo projeto ideológico imperialista estadunidense, interessado em conter uma possível contaminação da América Latina pelo socialismo soviético. A ascensão da Rede Globo ao canal de televisão mais poderoso da América Latina, em tempo tão diminuto, não teria sido possível se não fosse a injeção de um montante enorme de capital ianque na empresa, através do grupo Time-Life, durante a década de 1960. Os negócios entre a Rede Globo e a Time-Life não significaram apenas uma violação às regras econômicas impostas pela constituição brasileira, mas sim a criação de uma arma de propaganda ideológica burguesa e imperialista no Brasil. E Roberto Marinho manteve-se sempre fiel a essa orientação ideológica.

Todo o império midiático da rede Globo foi construído em harmonia perfeita com os mais de vinte anos de Regime Militar no Brasil. Uma declaração do general-presidente Médici, em pleno AI-5, expressa muito bem essa relação: "Sinto-me feliz todas as noites quando assisto o noticiário. Porque, no noticiário da Globo, o mundo está um caos, mas o Brasil está em paz". Não à toa, a Globo resistiu até o último minuto ao lado dos militares contra o movimento pela abertura democrática. Em janeiro de 1984, uma passeata na Praça da Sé, na qual compareceram mais de duzentas mil pessoas exigindo eleições diretas para presidente, foi noticiada pelo Jornal Nacional como se tratando de uma comemoração pelo aniversário da cidade de São Paulo. Hoje, a sempre vetusta Globo, pinta sua imagem como se fosse um exemplo de luta pela democracia e pela justiça.

Mas a ingerência da Globo nos processos político e social vai muito além da manipulação da informação. Sabe-se que pelo menos durante as eleições de 1982 Roberto Marinho partiu para a corrupção ativa – contudo, dificilmente este deve ser um caso isolado. O escândalo ficou conhecido como Proconsult, nome da empresa privada contratada para apurar os votos das eleições no estado do Rio de Janeiro. A Rede Globo teria se mancomunado com a empresa para fraudar o resultado da eleição para governador, fraude que, se não descoberta, teria levado à derrota de Leonel Brizola ante o candidato conservador do PDS, Moreira Franco. Até hoje a Globo nega que tenha participado de qualquer ato fraudulento na contagem dos votos no Rio de Janeiro, admitindo apenas que noticiou equivocadamente, e sem qualquer má-fé, a vitória de Franco sobre Brizola. Tanto a fraude operada pela Proconsult quanto a deturpação na veiculação do resultado da eleição foram conscientemente orquestrados por Roberto Marinho.

O mesmo pode-se dizer quanto às eleições de 1989. O papel da Globo na eleição de Collor foi o de empreender uma campanha de manipulação de dados, de difamação, de informações desencontradas, e assim por diante, contra Lula, que tinha, no segundo turno, chance real de vitória (o resultado final foi de poucos pontos percentuais de diferença a favor de Collor). O último debate foi deliberadamente manipulado pelos jornais da rede, favorecendo evidentemente o candidato da direita. Em que medida essa ação pesou no resultado das eleições é difícil determinar, mas é certo que deve ter exercido algum impacto real. Além disso, embora tenha sido este caso o único denunciado, é certo que muitas outras formas sutis de manipulação devem ter passado despercebidas.

Em suma, a declaração do antigo executivo da Rede Globo não nos deve enganar, retirando o foco da verdadeira questão. Roberto Marinho e seu canal de TV exerceram e, decerto, exercem ainda uma atividade criminosa no país, atentando contra a soberania nacional e à independência do Estado. Não se trata de uma influência indireta, mas direta e ostensiva, e que só terá fim com a extinção do oligopólio e com a democratização do espectro radiodifusor no país. O que devemos ter em mente é a necessidade de lutar por um novo marco regulatório no âmbito das telecomunicações. De fato, há um projeto nesse sentido sendo construído no legislativo, mas trata-se de uma nova forma de garantir os mesmos privilégios e a mesma estrutura corrupta e privatista.

A revelação de Boni deve nos lembrar que a Globo tem de acabar, ou pelo menos tem de se transformar em um canal de proporções modestas, concorrendo com centenas de outros canais no interior de uma radiodifusão democratizada.

João Gabriel Vieira Bordin é cientista social.

10 de fev. de 2012

Internet Gratuita - Promessa de Campanha ainda não realizada no município de Guaíra/SP.

marcham contra racismo neste sábado, em São Paulo

Rede Brasil Atual:
Manifestantes liderados por 26 movimentos sociais farão passeata na tarde deste sábado (11) do bairro Santa Cecília a Higienópolis, na região central de São Paulo, para protestar contra o racismo presente no cotidiano da população negra, inclusive nas ações policiais que ocorreram recentemente no estado. Entre as bandeiras de protesto, estão a luta contra a higienização sócio-racial e criminalização da pobreza.

O movimento é integrado pela União de Núcleos de Educação Popular para Negros (Uneafro), Coordenação Nacional de Entidades Negras (Conen), Movimento Negro Unificado (MNU), a União de Negros pela Igualdade (Unegro) e a Juventude Socialista e o Círculo Palmarino. Essas entidades, entre outras, como o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e Mães de Maio, participam de um manifesto que está sendo entregue à população. Os militantes reuniram-se para um pequeno aton na última quinta-feira (9), em frente ao Theatro Municipal, no centro da capital.

As entidades destacam três casos recentes de discriminação. O primeiro ocorreu em dezembro passado, quando Ester Elisa da Silva Cesário, negra de 19 anos, recebeu ordem de que alisasse o cabelo para permanecer em seu estágio, em uma instituição de ensino. Na primeira quinzena de janeiro, mais dois casos. Um menino etíope de seis anos foi expulso de um restaurante em São Paulo, ao ser confundido com criança de rua. Também o estudante da Universidade de São Paulo (USP) Nicolas Barretos foi agredido, sem motivo aparente, por um policial militar dentro do campus.

Os ativistas denunciam também traços de racismo nos episódios da ação policial na desocupação da região da Luz, conhecida por "cracolândia", na reintegração de posse na comunidade Pinheirinho, em São José dos Campos, e no incêndio da Favela do Moinho, também no centro de São Paulo. A abordagem feita nos locais, segundo manifesto do Uneafro, investiu na repressão e sofrimento. "Não há dúvidas de que o racismo também marcou essas histórias, como sempre, lado a lado com a exploração econômica e a marginalização social", diz o manifesto. O fator determinante para tais ações, de acordo com eles, seria a predominância de negros nos locais.

Segundo Honório da Silva, coordenador do Movimento Novo Quilombo Raça e Classe,
os manifestantes vão cobrar postura mais firme das autoridades. “Nós vemos que todas as leis que são votadas não saem do papel”, declarou. Espera-se que o ato reúna centenas de militantes.

A concentração será às 14h, na praça em frente ao metrô Santa Cecília, no centro. Além da manifestação, as entidades já programam para 21 de março (Dia Internacional pela Eliminação da Discriminação Racial) um outro ato de protesto.

9 de fev. de 2012

A questão da água do Ribeirão Jardim; água tratada pelo Deágua; os inúmeros casos de câncer no município; o meio ambiente e até o ar.‏





Registro em vídeo abaixo é referente à colheta da água do Ribeirão Jardim, ETA e da água tratada pelo Deágua por uma torneira residencial. 14 dezembro de 2011.











Água tratada pelo Deágua está ápta para consumo. Será que se pode dizer o mesmo da água do Ribeirão Jardim e em toda a sua extensão!? Outras análises serão necessárias para verificar se o Ribeirão Jardim, está precisando de ajuda ou de socorro? O bom é que hoje está se falando em análises diárias da água e do ar. Num futuro não muito distante, espero que encontre quais as causas possíveis no município que podem causar doenças graves? E que o índice de tais doenças, em especial o câncer, possa diminuir e ser erradicado nos próximos anos. Hoje se questiona até o ar!? Espero que ninguém seja processado por questionar o ar da cidade de Guaíra SP.
Colaboração Dr. Lucas Benedito Saraiva Leite.

VEREADOR RENATO CESAR MOREIRA AGORA É PMDB.

Uma Câmara que não consegue enxergar seus próprios erros, como ela irá corrigir os erros da administração pública, entretanto, esse ano é um ano de eleições, lembrando que os vereadores são inquilinos na Câmara Municipal, e a comunidade pode quer trocar e colocar novos inquilinos, em 2013.

Vereador João Francisco Barbosa DEMOCRATAS - Mostra como ser inconveniente e infeliz nas suas colocações na Câmara Municipal.


É preciso ter muito respeito e muito jeito, maneira, carinho para falar de um artista nacional como o Wando. Que faleceu dia seguinte deste infeliz pronunciamento, depreciativo da fisiologia de qualquer ser humano. Todos merecem respeito. Que Deus o tenha!

Colaboração Dr. Lucas Benedito Saravai Leite.

ALERTA GERAL !

Por: Boris Laudino

O título de eleitor é um documento tão importante apesar da sua validade ser questionada somente em épocas eleitorais, isto é, durante 4 anos além de outras instituições que solicitam a sua validade não dispensando á sua complementação.


Mas ele o título eleitoral alcança seu status na hora do voto. São nesses momentos que ele se torna dentre outros documentos o valor de destaque porque decide. Cobiçado, questionado, o título assume involuntariamente um valor não jurídico nem cidadanico, mas um papel de mercado. Na cabeça dos corruptos torna-se considerado e visto como mercadoria de transações múltiplas. Questionado, disputado, arrebatado vilipendiado e por vezes ameaçado pelo seu direcionamento, quando é colocado em duvida o vacilo, pelo clientelismo corrupto. Ou pela pirataria política. Sabem eleitores que o título e o voto declaram o chefe e os destinos das nações democráticas. E que poderá legislar nossos estados e municípios e nossa hegemonia?


Faça valer o seu voto não aceitando propostas ilusionistas que não combinam com os nossos anseios e nossas necessidades atuais não se iludam com esses mágicos ilusionistas vamos viver a realidade. Abaixo á pirataria política.

7 de fev. de 2012

Jornal da Rádio Alternativa FM do dia 01 de fevereiro de 2012 divulga a análise da água de Guaíra SP.


A que sai pela torneira está em condições adequadas. Já a da captação, que fica no Ribeirão Jardim não se pode afirmar o mesmo. Confira e entenda o que é levar graxa e óleo da água do Ribeirão Jardim.
Fonte: www. guairaemfoco.blogspot

6 de fev. de 2012

DE OLHO NA REFLEXÃO POLÍTICA 2012: "VENDA DE VOTO"

Você ainda está pensando em vender o SEU voto? Brinca NÃO !!!

Não venda seu voto hoje, porque amanhã, lamentavelmente, você vai descobrir o mostro que você libertou através da política !!! Muito cuidado mesmo, porque os próximos quatro anos podem ser os quatros anos mais assustadores da vida de tua cidade !!! Fique de olhos bem abertos nessas próximas eleições.
Fonte: www.deolhoemguaira.blogspot.com

3 de fev. de 2012

Não Venda Seu Voto! Tenha dignidade acima de tudo!


Com a aproximação das eleições municipais, em todo o Brasil, há uma preocupação muito grande por parte da sociedade civil organizada, como percebe-se através das ONGs que combatem á corrupção, no que diz respeito à compra de voto.
Infelizmente, com a chega de mais um pleito eleitoral, muitos candidatos a cargos públicos tentam burlar o processo DEMOCRÁTICO através de pratica mais abominável existente na vida política, ou seja, utilizando de mecanismos inescrupulosos, ele (político) tenta de várias formas apossar-se do voto daquele eleitor menos esclarecido e, muitas das vezes, sem condições financeiras, acaba sendo obrigado a aceitar aquela oferta ofertada por aquele que se diz ser o político justo.
Esse homem que, em minha opinião, não passa de um político sem pudor e muito menos sem caráter, que chega, ás vezes, a ponto absurdo de falar na cara dos eleitores, que ao comprar aqueles votos por um valor “x” antes das eleições, em seguida, se vencer as eleições, ele pagará outro restante com um valor mais atrativo.
É por essas e por outras más condutas nas ações por parte de alguns samaritanos disfarçados como políticos que, infelizmente, aquelas pessoas que não tem o devido conhecimento e informação sobre a “verdadeira política”, acabam por se vender, ou seja, se rende e por causa dessa rendição política, ele acaba comprometendo o futuro de sua cidade, sua comunidade e a sua própria qualidade de vida.
Esse processo irresponsável envolvendo a compra de voto em nosso país, infelizmente, ainda, acaba por incluir pessoas mal intencionadas á frente dos poderes Executivos e Legislativos, sobretudo, oferecendo os “nossos recursos públicos” que deveriam ser destinados as comunidades que o elegeu. Mas o que é feito pelo político mal intencionado: acabam sendo desviados para o bolso do mesmo, que ainda continua pagando de bom samáritano, através dos seus discursos, dos ideais do partido (nessa hora o partido sempre é lembrado...!), das idas e vindas até os grandes centros do país onde se localizam o governo federal, hora ou outra, o governo estadual, mas que só trazem fotos tiradas ao lado dos outros políticos em suas bagagens.
A classe de baixa renda é a mais procurada pelos políticos mal intencionados, principalmente, em épocas de eleições, pela falta de informação, ela (classe de baixa renda) acaba sendo vítima de boas propagandas e, muitas das vezes, coagida pelos políticos mal intencionados que sempre dizem que aquele outro político não vai fazer, não vai trazer, não vai construir, ele não gosta de vocês, etc.
Entretanto, com a aproximação das eleições municipais, existe a possibilidade muito grande da classe menos favorecida ser vítima de pessoas que querem viver á custa das prefeituras e câmaras municipais, contudo, ás ONGs de Combate á corrupção que deveriam e devem ser a verdadeira representatividade da Sociedade Civil Organizada formar uma coalizão com o poder público no sentido de desenvolver um importante trabalho junto ás escolas, ainda no sentido de orientar os alunos sobre a importância do seu voto quando os mesmos estiverem com idade para exercer o “direito a votar”, ainda juntos, eles poderiam criar novos mecanismos para combater á venda de voto durante o período eleitoral. Acredito que através de ações simples como estas (inclusive os nove vereadores de Guaíra, poderiam executar aquele projeto do Vereador Jovem Mirim), teremos mais cidadãos conscientes para escolher num futuro não muito distante, os nossos VERDADEIROS POLÍTICOS. É claro que caráter não é muito aceitável dentro da política, ou que seja uma pratica exigido dentro dos partidos, mas nada que, “nós” (eleitores) não podemos começar exigir que comece a fazer parte da dignidade da política nacional. Podemos e devemos começar por nossa própria cidade, se for o caso?!
Para finalizar: Se você vende seu voto, sua cidade paga caro! Lembre-se que este ano, é um ano eleitoral, um ano onde volta os tapinhas nas costas, mas depois de eleito, vai você procurar essas pessoas na Câmara Municipal ou mesmo no Paço Municipal pra ver se eles se lembram do compromisso de campanha na hora daquele afável tapinha nas costas.
E a frase de efeito, como por exemplo: “...Eu nasci nessa terra e nela morrerei!” Cuidado porque depois de eleito as coisas mudam: “...Quem não estiver satisfeito com Guaíra, que mude daqui...”
Seja inteligente! Não se deixe levar pelas aparências dos políticos que prometem aquilo que nem o “Mister M” consegue fazer: acabar com a corrupção mundial!
Vamos juntos e pela primeira vez, dar uma verdadeira lição de CIDADANIA: NÃO VENDA O SEU VOTO!!!

Correio de Guaira-SP Correspondencia não esta sendo entrgue nos Bairros

Endereço Postal e Logradouro de Guaira-SP

Cabe a Prefeitura a colocação das Placas Identificadoras dos Endereços Postais e Logradouro, nos Novos Bairros e Loteamentos.


Resposta do e-mail enviado aos Correios do Brasil, referente as Correspondência que não esta sendo entregue no Bairro Califórnia, Ligia, Thais e outros mais.


Caro Cliente.
Informamos:


Por tratar-se de bairro novo ainda não foi contemplado com a entrega porta a porta.

No Bairro Jardim Califórnia existe a necessidade de atendender ao disposto na Portaria 311 do Ministério das Comunicações, cuja ação deve ser providenciada pela Prefeitura Municipal local.


Estamos trabalhando para que em meados do mês de Fevereiro/2012 ocorra pelo menos a entrega alternada.


Enquanto não ocorre a entrega alternada será necessária a retirada internamente na nossa unidade entregadora dessa cidade.

É o que temos a informar.


Portaria n 311 de 18-12-1998 - Serviços Postais: Legislação


O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES
Interino, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, Parágrafo único, incisos II e IV, da Constituição, e com suporte no Decreto Nº 2.389, de 18 novembro de 1997, resolve:


Art. 1º Disciplinar a distribuição postal de objetos dos serviços de carta, de telegrama, de impresso e de encomenda não urgente, de acordo com os princípios gerais definidos nesta Portaria.


Art. 2º Determinar que a distribuição postal de que trata o art. 1º seja realizada nos municípios caracterizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, da seguinte maneira:


Art. 4º A distribuição em domicílio será garantida quando atendidas as seguintes condições:


I - os logradouros estejam oficializados junto a prefeitura municipal e possuam placas identificadoras;
II - os imóveis possuam numeração idêntica oficializada pela prefeitura municipal e caixa receptora de correspondência, localizada na entrada;
III - a numeração dos imóveis obedeça a critérios de ordenamento crescente, sendo um lado do logradouro par e outro ímpar; e
IV - os locais a serem atendidos ofereçam condições de acesso e de segurança de modo
a garantir a integridade física do carteiro e dos objetos postais a serem distribuídos.
Fonte:http://ernaniguaira.blogspot.com

Estrada para cidadania venha caminhar junto.

Caros (as) amigos (as) na próxima terça-feira dia 08 de fevereiro as 20:00 hrs teremos a 1º sessão ordinária na câmara municipal presidida pelo vereador José Antonio Lopes. E é dever de todos nós cidadãos ser participativo nos acontecimentos de nosso município, Todos sabem que cidadão não tem apenas direito tem deveres também e um desses deveres é se informar, saber o que de fato vem acontecendo, saber quais sãos os representantes que nós escolhemos que vem de fato exercendo essa função. Portanto eu convido a todos a participarem junto comigo das sessões da câmara municipal para que possamos então: exercer o nosso papel de cidadão, não só pagando os nossos impostos, recolhendo taxas e tributos mais também expondo nossas idéias e valorizando o nosso ideal. Buscando melhorias para o nosso município, antenando nos assuntos que se diz respeito aos nossos filhos, a nossa família, saber como esta sendo usado o recurso municipal, antenar na situação do meio Ambiente, da saúde, da educação, do saneamento básico, e etc. pois só assim conscientes de nossos deveres de cidadania podemos cobrar de nossos representantes que se faça algo melhor.
Fonte:http://souguaira.blogspot.com

1 de fev. de 2012

Coisas estranhas acontece em nosso município!?

Foto retirada Facebook
A quadra do bairro João Vaccaro, passou por uma grande reforma na gestão do ex-prefeito Sergio Mello, e entregre aos moradores depois de muito tempo abandonada.
Hoje a quadra está em situação de total abandono por parte da administarção pública, ainda se não bastasse o descaso com a falta de manutenção, pintaram o registro de quando a mesma foi reformada.

A imprensa é partidária e lucrativa.

Imagem ilustrativa.
A imprensa omiti, manipula, distorcem os fatos pertinentes a comunidade menos favorecida (esclarecida), tudo para manter seu equilíbrio com os poderes executivos e legislativos desse Brasil a fora. Há tempos a “família imprensa”, vem moldando seu candidato no que diz respeito aos interesses particulares, através de muitos contratos assinados sem o consentimento e muito menos sem interesse da comunidade brasileira.
Qual é o papel da imprensa em nossa sociedade juventude? Esse questionamento tem passado batido entre a comunidade menos favorecida pela falta de ética de algumas famílias que detém o monopólio da imprensa, sobretudo, é preciso incutir um pedido de socorro que, nada mais é que o direito de lermos e vermos toda comunidade nas paginas da imprensa dessa mesma imprensa que publica apenas o que a ela (contratada) e a eles (contratantes) são pertinentes para não dizer: de interesses particulares.
A imprensa tem jogado feio para se dar BEM á custa do dinheiro público, mas um fato é distorcido pelo monopólio da “família imprensa”, falando nisso, vocês já viram isto: o que vale para essa imprensa mercenária e lucrativa é manipular e distorcer os fatos em benefício da contratada e dos contratantes. Por isso seria de grande importância a regularização da mídia. É claro que isso são os argumentos deles, ou seja, não podemos dar o devido espaço aos que não concordam com a falta de ética por parte da imprensa. Afinal de contas vivemos num país de samba e carnaval. E o enredo é: informar nada mais é do que maquiar as notícias meu povo.
É preciso que ás pessoas ao ler ás matérias aferidas nos editoriais da imprensa partidária e lucrativa, comecem a refletir sobre o que é verdade ou manipulação, até porque a imprensa só pensa nela mesma (percebe-se que o buraco no asfalto, a falta de fiscalização sobre os logradouros públicos, o mando e desmando por parte do poder executivo, etc. Isso você não vê nas principais paginas da imprensa “contratada pelo poder Legislativo e Executivo”), contudo, ela vive á custa do dinheiro público (clara falta de ética!), e mantém sua pose de democrática diante a sociedade, sobretudo subtraído do dinheiro pago através dos IMPOSTOS da classe menos favorecida que deveria ter através desses impostos melhoria para o desenvolvimento humano.
Portanto, a regularização da mídia se faz necessária, porque não podemos continuar com essa situação no qual algumas famílias que detém o poder da imprensa, sem quaisquer normas, regras e leis á regulamentá-las. Até onde ela vai com essa falta respeito para com os direitos dos cidadãos?
Infelizmente, não da para acreditar que as pessoas são livres como os pássaros, ou que a DEMOCRACIA nos garante o direito de escolhermos nossos governantes livremente. Isto são argumentos vividos numa sociedade onde a imprensa manipula de várias formas o cotidiano da própria comunidade. Infelizmente, todo esse processo democrático é desfeito pelo jogo sujo da imprensa que, a essa altura do campeonato, já demonstra ser partidária e lucrativa, ela que deveria incluir os direitos e deveres da classe menos favorecida ao cotidiano da sociedade, ao contrário, manipula de forma sistemática a notícia que deveria ser esclarecedora e informativa.
A imprensa tem sido um câncer que os políticos autoritários, infelizmente, ainda insistem em alimentar com recursos públicos. Exemplos como nesse fato aí, não precisa ir longe não, basta o amigo ler ou mesmo olhar nas páginas da imprensa que prega a democracia, a ética e a honestidade que você verá abaixo da maquiagem, a verdade nua e crua de como o dinheiro público alimenta essa prática tão abominável na imprensa nacional.
No livro “O combate á corrupção nas prefeituras do Brasil”, na pagina 51, menciona os seguintes dizeres sobre algumas imprensas: “... Existem jornais que dependem das prefeituras, e o prefeito passa a exigir que o mesmo se torne um veículo de propaganda do mesmo e da sua administração. Alguns jornais ganham a concorrência das publicações com um preço baixo do centímetro de coluna e depois recuperam a receita aumentando o espaço das publicações.”
Por fim, percebe-se a importância de regularização da imprensa para frear algumas famílias sem ética que detém o poder da imprensa, e fazem o que querem por não existir legislação que os enquadrem.
Para finalizar: qualquer bom jornalista, repórter, cidadão que desenvolve trabalhos no sentido levar e vincular informações ou mesmo notícias, sabe muito bem que: Omissão é crime perante o código penal brasileiro! Se a sociedade não se atentar a isso, ou seja, conscientizar e fiscalizar sobre tais condutas duvidosas, a imprensa sempre será partidária e lucrativa!